Assembleia Legislativa

Assembleia Legislativa
Assembleia Legislativa

quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

PROJETO DE BETÂNIA FAVORECE OS AUTISTAS

Betânia da Ação Social sempre apresentado propostas que favorecem os mais humildes, os deficientes, os que precisam de assistência na área da saúde.
Esta semana foi aprovado na Câmara, um projeto de lei da vereadora tornando obrigatória a inclusão do símbolo do Transtorno do Espectro Autista em placas ou avisos de atendimentos prioritários.
A lei estabelece o atendimento prioritário para autistas em locais como repartições públicas, supermercados, bancos e similares, assim como acontece com idosos, gestantes, pessoas com deficiência e mobilidade reduzida.

“A pessoa com Transtorno do Espectro Autista é considerada com deficiência, para todos os efeitos legais. Por isso, é necessário que seja feita a inclusão do símbolo mundial do autismo, representado por uma fita feita de peças de quebra-cabeça em todas as placas ou indicativos de prioridades. A lei vai servir também como um plano de conscientização da população sobre o problema”, explicou Betânia.

INAUGURADA ACADEMIA NO PARQUE EUCLIDES DOURADO



Por DANIELA BATISTA

A primeira Academia ao Ar Livre de Garanhuns foi inaugurada durante a noite desta terça-feira (26), no Parque Euclides Dourado. O evento contou com a presença do prefeito Izaías Régis, do vice-prefeito, Haroldo Vicente, vereadores e secretários municipais.  O momento também contou com uma grande participação popular.

O prefeito de Garanhuns, Izaías Régis, ressaltou a importância de que cada um cuide do espaço que foi construído pensando na saúde e bem-estar da população. “Com esse espaço, investimos na saúde preventiva e no desenvolvimento de Garanhuns.  A população deve nos ajudar a tomar conta da academia. Todos nós devemos zelar pelo local, para que nós possamos juntos, fazer as coisas acontecerem em Garanhuns”, afirmou.

O secretário de Juventude, Esportes e Lazer, Carlos Eugênio, destacou a importância de promover um espaço de esportes para a população. “Além dos equipamentos, vamos ter profissionais de Educação Física que estarão disponíveis durante os três turnos, de segunda-feira a sábado. Esses servidores vão prestar orientações, podendo conduzir os exercícios das melhores formas possíveis, para que a população possa utilizar os equipamentos de forma adequada”, explicou.

A cabeleireira Maria Aparecida de Melo, de 55 anos de idade, caminha no Parque Euclides Dourado há mais de 30 anos e ressaltou que a academia irá beneficiar principalmente os idosos. “Essa academia chegou na hora certa para a população de Garanhuns. É muito bom para os idosos, porque a gente fazendo exercício vai poder cuidar da nossa saúde. É uma iniciativa muito boa para o povo”, finalizou.

A Academia ao Ar Livre funcionará nos horários das 5h às 21h de segunda a sexta-feira e nos sábados, domingos e feriados, das 5h às 19h. O espaço conta com 17 equipamentos, que poderão atender 44 pessoas por sessão. Os aparelhos atendem pessoas acima de 12 anos.

*Fotos: Camila Queiroz

PREFEITURA COMPRA MAIS TRÊS CARROS PARA A SAÚDE

O prefeito de Lajedo, Rossine Blesmany (PSD), entregou esta semana três veículos zero quilômetro que irão servir à população pela Secretaria de Saúde.
Os carros serão utilizados para deslocamentos para outras cidades e também atenderão aos postos de saúde do município.

Este é mais o investimento no setor de saúde de Lajedo, que passou a ser uma referência na região desde o início da primeira gestão do atual prefeito.

GRATIDÃO - Por Givaldo Calado de Freitas*


Por Givaldo Calado de Freitas*

Hoje, manhã/tarde de sábado (24). No meu cantinho, na plenária do “Encontro” de Lions, que reuniu centenas de Leões dos estados de Pernambuco, Alagoas e Sergipe.
De repente, João Lopes da Cruz Neto convida-me para estar ao seu lado e, comigo, outros queridos Amigos e Companheiros.
Ao cabo de um discurso emocionado, por profundo em conteúdo e largas e densas práticas Leonísticas, passa às minhas mãos um Certificado em que se lê, dentre outras: “Estamos no início de 2018. Que será mais um ano especial em sua vida, na direção do destino do seu projeto de vida, bem como a sua magia de ajudar o próximo”.
O João Lopes que, hoje, me homenageia é aquele mesmo João Lopes a quem homenageio e reverencio quase todos os dias da minha vida, ao longo desses mais de dez anos em que fui governador. E, ele, um dos meus presidentes de Região. E a ele homenageio e reverencio... Portanto, a ele, sou grato, porque sempre me ocorre esse espírito, diante das pessoas que, a meu juízo, a mereça. E João esteve ao meu lado, fiel, correto, solidário... Nos instantes mais difíceis da minha jornada, enquanto governador de Lions para os estados de Pernambuco, Alagoas e Sergipe - 2006 a 2007. Comigo enfrentou todas as ameaças porque passara o Distrito, e, afinal, juntos, conferir o olhar agradecido e reconhecido, a nível de Brasil, do então presidente de Lions Clubes Internacional.
A João Lopes e outros Companheiros, que estiveram ao meu lado ao longo de minha governadoria, o meu mais forte abraço. Este, carinhoso e fraterno.
Sou-lhes, calorosamente, grato. Tenho em mente as palavras de Cervantes, insertas em sua magistral obra “Dom Quixote”: “Um dos pecados que mais ofendem a Deus é a ingratidão.”
Temente a Deus que sou, não é de meu hábito o seu cultivo.
*Figura Pública. Ex-governador de Lions Clubes Internacional.
(Crônica redigida no dia 24.02.2018)

PREFEITURA DE ANGELIM DIVULGA NOTA SOBRE FESTA

A Prefeitura Municipal de Angelim vem a público informar que, em respeito aos anseios da nossa comunidade, à cultura popular e à tradição de mais de 100 (cem) anos, irá realizar os festejos alusivos ao padroeiro da Cidade (São José), nos dias 16 e 17 do mês de março, na Avenida São José.
Em reverência à comunidade católica local, durante o mencionado período o Poder Público compromete-se a não causar qualquer embaraço às festividades religiosas. Nesse sentido, como forma de demonstrar a sua disposição em semear a harmonia e a paz, a Prefeitura Municipal deixará, no dia 17/03 (sábado), uma das vias da Avenida São José totalmente desobstruída, ante a possível realização de movimentos organizados pela Paróquia, assim como abdicará de contratar atrações artísticas para o dia 18/03 (domingo), deixando-o exclusivamente para as atividades da igreja católica, obrigando-se, além disso, a remover toda estrutura de palco, barracas e equipamentos com vistas à passagem da procissão do dia 19/03 (segunda-feira).
Ademais, tendo em vista a ausência de eventos festivos no domingo (18/03), notadamente pela desistência espontânea da Prefeitura em favor da comunidade católica, os valores que seriam destinados à contratação das atrações artísticas para apresentações na citada data, serão utilizados para a construção do saneamento e da pavimentação do Bairro Nova Aliança.
“A virtude da vida está na harmonia da existência.”

Assessoria do Prefeito

PRISCILA ELOGIA CRIAÇÃO DA UNIVERSIDADE DO AGRESTE

A deputada estadual Priscila Krause (DEM) comemorou por meio de suas redes sociais, nesta terça-feira (27), a aprovação, na Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado Federal, do projeto de lei que cria a Universidade Federal do Agreste (UFAPE), em Garanhuns, a partir da estrutura já existente no campus local da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE).

Os termos da criação da nova instituição de educação superior, incluindo os respectivos cargos e funções, foram sugeridos pelo Ministério da Educação, comandado pelo ministro pernambucano Mendonça Filho, e incluídos no substitutivo apresentado na Comissão pelo senador Armando Monteiro Neto (PTB).

A deputada estadual participa há meses de mobilizações em torno do tema, decisivo para o desenvolvimento do Agreste Meridional. Ela, que se reuniu com o diretor da Unidade Acadêmica de Garanhuns (UAG), Airon Melo, para tratar do assunto, parabenizou o ministro Mendonça Filho e o senador Armando Monteiro pelo passo decisivo, também lembrando dos trabalhos já prestados em torno dessa pauta pelo ex-deputado federal Carlos Batata.

“A vitória de hoje é um passo a mais para concretizarmos o merecido sonho de Garanhuns ser a sede de uma universidade federal, passo decisivo para o desenvolvimento da região. Tenho certeza que assim que o Congresso deliberar sobre o assunto e o presidente sancionar, daremos os passos para viabilizar a infraestrutura da Universidade”, registrou a parlamentar. A previsão de custo para instalação da unidade é de R$ 121 milhões e a escolha de Garanhuns se deu pela infraestrutura já existente, o corpo docente à disposição da Rural e a relevância socioeconômica e cultural do município.


O projeto aprovado na Comissão de Educação (projeto de lei da Câmara nº 6, de 2018) tratava-se inicialmente da criação da Universidade Federal do Delta do Paranaíba, no Piauí. Com o substitutivo apresentado pela relatoria, foi incluída a implantação da UFAPE. (Da Assessoria de Imprensa da deputada Priscila Krause).

terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

COMISSÃO APROVA CRIAÇÃO DA UNIVERSIDADE DO AGRESTE

Uma luta dos professores, dos alunos, da direção da Unidade Acadêmica de Garanhuns e da própria reitora da UFRPE, Maria José, com apoio do ministro Mendonça Filho, da deputada Priscila Krause (DEM) e do ex-deputado federal Carlos Batata (DEM) foi vitoriosa hoje, em Brasília.

É que a Comissão de Educação aprovou, nesta terça-feira (27), parecer do senador Armando Monteiro (PTB-PE) a projeto de lei criando a Universidade Federal do Agreste de Pernambuco (UFAPE), com sede no município de Garanhuns. O projeto, oriundo da Câmara dos Deputados, segue à votação do plenário do Senado e retorna em seguida ao exame final da Câmara.

A UFAPE, cuja implantação está orçada em R$ 121 milhões, resultará do desmembramento do campus da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) em Garanhuns. "Vencemos uma luta de muitos anos e me orgulho, como pernambucano, de ter contribuído para esta vitória. Tenho certeza de que a comunidade do Agreste vai comemorar com entusiasmo", assinalou Armando.

O senador petebista disse que, embora ex-ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior do governo Dilma Rousseff, faz questão de ressaltar “o papel importante” do ministro da Educação, Mendonça Filho, “meu conterrâneo”, na criação da UFAPE.  

O parecer de Armando Monteiro destaca que a implantação da Universidade do Agreste é extremamente relevante para a região  e possibilita o avanço do processo de democratização do acesso à educação superior no estado.

A escolha de Garanhuns para sediar a UFAPE se justifica não apenas por aproveitar as instalações locais da Universidade Federal Rural como, pontua o parecer, pela relevância socioeconômica e cultural do município, polo de desenvolvimento da microrregião do Agreste Meridional”.

Segundo o parecer de Armando, elaborado sobre projeto de lei que cria a Universidade Federal do Delta do Parnaíba, no Piauí, os alunos do campus da Universidade Federal Rural de Pernambuco passam a integrar automaticamente a UFAPE.


O parecer do petebista determina a criação dos cargos de reitor e vice-reitor e de 600 cargos de professor na nova universidade federal, além de cargos administrativos.

DANNILO BUSCA MAIS SEGURANÇA PARA BOM CONSELHO

Na tarde desta segunda-feira (26), o prefeito Dannilo Godoy (PSB)  junto com o deputado Federal Danilo Cabra, teve uma importante reunião com o secretário de Defesa Social de Pernambuco, Antônio de Pádua.

A segurança de Bom Conselho foi o tema do encontro e tanto o Dannilo Godoy quanto Danilo Cabral fizeram um relato sobre a situação que se encontra o município, que necessita de uma maior atenção do Estado neste quesito.

Na oportunidade, o policiamento do distrito de Rainha Isabel foi tratado, assim como um aumento do efetivo da Polícia Militar na cidade. Um maior apoio à Polícia Civil também foi solicitado pelo prefeito.

A expectativa é que a reunião traga resultados concretos nas próximas semanas e a população bonconselhense possa sentir-se mais segura em sua cidade.


“Estamos fazendo a nossa parte. A segurança é responsabilidade do Estado e nós solicitamos as melhorias e fomos muito bem recebidos pelo secretário, além de nos colocar a disposição para que essas melhorias aconteçam. Se Deus quiser, em breve, vamos colher os frutos desse encontro”, comentou o prefeito de Bom Conselho.

VIVA A INTERVENÇÃO MILITAR!


De Gregorio Duvivier, na Folha de São Paulo

Viva a intervenção militar! Chegamos a tal ponto que só o Exército vai pôr fim à roubalheira. Só não entendi por que ela começou no morro do Rio de Janeiro.

Em Brasília, um terço dos congressistas está às voltas com a Justiça. De todas as favelas do Rio, nenhuma tem uma porcentagem tão grande de criminosos quanto o Congresso. Não somente em quantidade, mas em qualidade: duvido que a quantia total de furtos no Rio seja maior que a verba encontrada no apartamento de Geddel.

"Sim, mas o problema do Rio é o tráfico de drogas." Se o problema fosse exclusivamente esse, também deveriam começar por Brasília. Nenhuma favela do Rio jamais esconderá tanta cocaína quanto o helicóptero daquele senador do PSDB. 

Há quem diga que a intervenção no Rio se dá por causa de um clamor popular. Pesquisa feita em 24h pelo governo federal afirma que 83% da população carioca é favorável à intervenção, noticiou o "Globo". Ora, se Temer se importasse, de fato, com o clamor popular, se retiraria imediatamente do cargo. Espanta que o presidente menos popular da história ainda esteja interessado em saber o que o povo pensa. Se a população for consultada, fica muito claro que a metástase a que ele se refere tem nome e sobrenome: o seu.

Depois, resta saber se algum favelado foi ouvido nessa pesquisa. Acho que não se encaixam na categoria "cidadãos" nem "cariocas". Vale lembrar que até o IBGE, um instituto muito mais sério que o governo Temer, ainda sustenta que a Rocinha tem 69 mil habitantes, enquanto a Light registra 120 mil e a Associação de Moradores estima em 200 mil. Se nem o censo subiu a favela, pode ter certeza de que Temer fez essa pesquisa que nem as plásticas da sua cara: a toque de caixa, pagando pra algum amigo.

A estratégia é batida. Assim como nas guerras americanas "ao terror", o governo inventa um adversário para unir a população. No caso dos americanos, escolhe-se um inimigo externo, de preferência bem longe, pro sangue não respingar. O Brasil não faz cerimônia: escolhe os iraquianos aqui mesmo, pela renda e cor de pele. Temos a sorte de ter uma parcela sub-humana da nossa própria população, de quem a morte não comove muito. Em tempos de crise, isso ainda gera economia em passagens aéreas.


Enquanto isso, o inimigo em comum continua sentado na cadeira presidencial. Já que Temer tá interessado em ganhar popularidade, fica a dica: seu desaparecimento é mais popular do que qualquer intervenção.

Queria aplaudir várias vezes.

PROJETO COMUNITÁRIO BENEFICIA JOVENS E IDOSOS

Com parceria a RC Borba Consultoria, o projeto Inclujovem realiza cursos gratuitos e faz arrecadação de alimentos para doações.

O Inclujovem iniciou este  ano a todo vapor, graças a parceria firmada com a RC Borda Consultoria, 110 jovens da cidade de São João foram beneficiados com cursos gratuitos de formação profissional.

O evento Férias Solidárias foi realizado no dia três de fevereiro, contando com a arrecadação de alimentos. Na oportunidade os jovens do município de São João tiveram a oportunidade,  além de participar das aulas, contribuir com a campanha de doações.

Ao todo foram arrecadados mais de 220 kg de alimentos não perecíveis, destinados às famílias carentes e aos idosos do Abrigo São Vicente de Paulo.

No último sábado (24), doações foram entregues ao Abrigo São Vicente de Paulo, em Garanhuns.  Segundo a equipe do projeto, são ações como essas que deveriam ser feitas todos os dias, inclusive para àqueles que muito já fizeram pela sociedade brasileira.

A equipe ainda reforça a participação do Projeto em futuras campanhas solidárias em prol desta classe.

Nos últimos dias o Inclujovem foi destaque em blogs do Agreste Meridional. Ainda em planejamento, o projeto,  segundo os organizadores sente a falta de alguns parceiros que tornariam outras ações possíveis. “O objetivo do Projeto é formar profissionais, descobrir futuros empreendedores e fazer de cada momento uma oportunidade de ajudar”, descreve Iraildo Barbosa ao comentar a proposta comunitária.

O Inclujovem começa a dar passos largos em cima das dificuldades do momento que todo o Brasil enfrenta. O próximo objetivo é a criação de um espaço para atender a toda  comunidade, com serviços de orientação profissional, oferta de cursos e programas de inclusão e geração de empregos na comunidade.

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

MARANHÃO VAI PAGAR O MELHOR SALÁRIO DE PROFESSOR

À frente do Governo do Maranhão, um dos estados mais pobres do país, o comunista Flávio Dino está fazendo a diferença.

Em vez de ficar reclamando da crise e de injetar dinheiro público em empresas ricas (como Temer está fazendo com as operadoras da telefonia), o representante do PC do B está mudando a realidade do Maranhão e investindo recursos principalmente na educação.

Hoje o estado, que passou 40 anos sendo explorado pelo clã dos Sarney,  já paga o segundo melhor salário de professor do Brasil.

Mas a meta de Flávio Dino, que é juiz aposentado, é chegar ao primeiro lugar.

O governador revelou à revista Carta Capital Campinas que a partir de maio o Maranhão será o primeiro da lista, com o melhor salário dos docentes, dentre todas as unidades da Federação.

Segundo Flávio, o Maranhão pagará melhor de que o Distrito Federal, hoje em primeiro lugar e passará a remunerar com R$ 5. 398, 26 o professor em início de carreira.


Como dá para perceber, o comunista Flávio Dino não é o bicho papão, não “come criancinhas” e está tirando seu estado do atraso dos tempos de José e Roseana Sarney.

DEMOCRATAS DISCUTEM PROBLEMAS DE GARANHUNS

Sábado passado, dia 24,  representantes do movimento Garanhuns em Foco realizaram um encontro no Palace Hotel, onde reuniram-se estudantes, jovens empreendedores, lideranças políticas, e empresários para discutir os atuais problemas locais e quais os caminhos que devem ser seguidos para o desenvolvimento do município e região.

Em um primeiro momento, alguns jovens relataram as dificuldades de inserção no mercado de trabalho na cidade, deixando claro que a falta de indústrias no município acarreta tal fator e afeta diretamente a economia do estado, contribuindo para o aumento da taxa de desemprego do país.

O ex-deputado e pré-candidato à Câmara Federal, Carlos Batata (DEM), destacou a relevância da duplicação da BR-423, principalmente para o crescimento econômico de Garanhuns, já que as indústrias sentem a necessidade de um escoamento mais rápido, melhorando a fluidez do trânsito, e, assim, beneficiando principalmente a bacia leiteira da região, que produz 40% do Leite do estado de Pernambuco.

"Novas indústrias não se instalam em Garanhuns e Região por não poder escoar a produção. A necessidade da construção de um anel viário para desafogar o trânsito de milhares de veículos vindos da região sul e sudeste para o norte e nordeste", comentou Carlos Batata.

Ciente da relevância que a UFRPE - UAG tem para o crescimento da agropecuária da região, o ex-deputado defendeu também a importância da independência da Unidade Academia de Garanhuns da Universidade Rural, falando dos benefícios urbanos, econômicos e sociais que isso poderá trazer para a cidade.
"Sem dúvida são pautas de interesse de toda a população, o que traria mais geração de emprego no município", afirmou o pré-candidato.

Além disso,  Batata encerrou sua participação deixando claro a urgência na alteração do Pacto Federativo, de modo que que possa se dar mais poder aos municípios na elaboração e execução da política de segurança pública.

"Defendemos que haja repasses financeiros constitucionais mensais aos Estados e Municípios,  a exemplo do SUS e FUNDEB, para que os mesmos possam fazer planejamento financeiro de modo a qualificar, equipar e implantar planos de cargos e carreiras atrativos para a tropa", frisou o democrata.
Damásio Cardoso, pré-candidato a deputado estadual pelo DEM ressaltou a importância da área rural da cidade e a necessidade da valorização do homem do campo, enfatizando como é indispensável a qualificação do homem do campo da nossa região.

O encontro foi finalizado com chave de ouro,  encerrou com a palavra do empresário Givaldo Calado, que salientou a importância de se ter políticos autênticos e explicitou a diferença entre um mandatário e um político.

"Tem pessoas que só são mandatárias e apenas cumprem seus mandatos. Mas, tem pessoas que não precisam de mandatos para fazer política com P maiúsculo. Existem aqueles que fazem política sem nunca na vida ter exercido qualquer mandato. Batata,  aqui presente é o tipo de mandatário que faz política como missão", enfatizou Givaldo.

Seguem alguns depoimentos dos presentes no evento:

" Garanhuns precisa de arte, precisa do comprometimento, de mais abertura e parcerias  para empreendermos de forma livre".
Lara Kadichari, 20 anos, jovem empreendedora.
" Somos doutrinados a ir para escola, terminar faculdade e arrumar um emprego, porque não é ensinado a empreender. Por que isso não se é incentivado nas escolas? "
Caio Elieldo, 21 anos, estudante de administração e jovem empreendedor.
 " O Brasileiro tem seus negócios sufocados por impostos e burocracia, o empreendedor precisa de mais liberdade no país."
Isabelle Ponciano, 18 anos, estudante.

Convidados especiais:
 Givaldo Calado.
Alexandre Tenório, ex - prefeito de Iati.
Carlos Batata, Pré - candidato a deputado federal (DEM).
Damásio Cardoso, Pré - candidato a deputado estadual.
Claudomira Andrade, presidente do DEM mulher.
Ana Andrade, assessora da deputada estadual, Priscila Krause.
Zirene Brasil, assessora da deputada estadual, Priscila Krause. 


*Com informações de Tatielly Salustiano, estudante, cofundadora MOVIMENTO GARANHUNS EM FOCO.

GARANHUNS TERÁ 2ª EDIÇÃO DA MOSTRA MUNDAÚ CANÇÕES

Atmosfera intimista, espaço lotado, olhos e ouvidos atentos. Assim tem sido o clima da Mostra Mundaú de Canções, que chega a sua 2ª edição no próximo dia três de março. Desta vez, o público vai apreciar a música autoral de Andréa Amorim, Hercinho, Léo Noronha, Paulo Ferreira ePaulo Victor. A MoMu é produzida de forma independente pelo centro de produção artística e cultural Aldeia Tear em parceria com músicos e compositores (cantautores) que vivem em Garanhuns. 

O principal objetivo da Mostra Mundaú de Canções é estimular o desenvolvimento e a circulação da produção artística autoral da região em suas várias vertentes, criando espaços de diálogo entre os próprios artistas e entre os artistas e o público. “Garanhuns tem cantautores de muita qualidade e tem um público ávido por novidade. A Mostra nasce justamente para fazer essa ponte na integração dos artistas e na formação de público.”, analisa Alexandre Revoredo, cantautor e diretor musical da Mostra.

PRIMEIRA EDIÇÃO - Com ingressos esgotados na venda antecipada, a 1ª edição da Mostra Mundaú de Canções foi realizada no dia 27 de janeiro, no Aldeia Tear, com os cantautores Álefe, Alexandre Revoredo, Celina de Berto, Rogério Diniz e Thiago Ferreiras.    

SERVIÇO 
Data: Três de março (sábado) 
Local: Aldeia Tear - Rua Antônio Penante, 480, Garanhuns/PE
Hora: 20h abertura do espaço | 22h início da apresentação
Ingressos: R$ 10 (antecipado pelo Sympla/R$ 15 (na hora)



Mais informações: 
Stephany Metódio, produtora da Mostra Mundaú  |  (87) 98148.0808
Alexandre Revoredo, diretor musical da Mostra Mundaú  |  (87) 99922.5070 
         
(Jornalista Lucirley Alves)

VOLTEI RECIFE!


Depois de dois anos e meio volto ao Recife, cidade em que morei por 18 anos, fiz cursinho pré-vestibular, entrei nas faculdades de direito e farmácia, na UFPE, mas terminei estudando mesmo foi jornalismo,  na Católica.

Na capital residi no simpático bairro da Torre, em Casa Amarela e Casa Forte. 

Trabalhei na velha Rádio Clube, no Diário, no JC, Folha e TV Pernambuco. Tive uma boa escola na profissão.

No Recife vivi um casamento de 15 anos com uma mulher inteligente, digna e excelente gosto para a leitura, a música e as artes em geral.

Com ela tive três filhos maravilhosos: Roberta, Lulinha e João Paulo.

O tal de "temperamento" nos distanciou, casei novamente e passei a viver em Garanhuns.

Aí vieram mais filhos: Daniela, Tiago e Carolina, além de Vitória, de uma outra relação.

Amo todos eles. Estão crescidos, cada um já tomou seu caminho e nesta rara saída de casa estou na capital para visitar filhas e netos.

Rever Carolina, depois de um mês que ela saiu do nosso convívio diário, 

Passar uma tarde com Roberta e enfim conhecer seu apartamento, comprado com muito esforço, graças a seu trabalho como professora de Olinda e Recife.
 Abraçar Cassiano, conhecer meu sexto neto, Pedro, ficar algumas horas pertinho de Daniela e seu maridão Kaio, que ouve sem parar discos em vinil - Moraes Moreira, Fagner, Belchior, Ednardo, Roberto Carlos, Chico Buarque, Marisa Monte, Beatles - um monte de cantores bons que eu ouvia na "radiola" quando meu genro nem era nascido.

Revi Boa Viagem, o mar, mergulhei, nadei, recuperei por alguns instantes a juventude deixada pra trás.

A praia mais badalada da capital pernambucana é a mesma, mas apresenta algumas inovações, em relação aos anos 70, 80 e 90.

Tem de tudo: vendem diferentes espécies de peixe, amendoim torrado e cozinhado, queijo de coalho na brasa, sorvete e picolé de todo tipo, ostra gelada, água de coco, cerveja, caldinho de mocotó, camarão,  lagosta...

E, aí pelo menos pra mim e Terezinha,  que há tempos não íamos à praia mais badalada do Recife, a novidade: esses vendedores de comida e bugigangas, que trabalham sob o sol escaldante para sobreviver, agora aceitam cartão de crédito no pagamento. 

Se o freguês estiver sem dinheiro não tem problema: O Visa, o Credicard ou o Elo resolvem a questão.

Muita felicidade nesses dois dias, longe da província, das fofocas, das mesquinharias políticas, da insensibilidade de alguns que só alimentam o próprio ego.

Estou perto de quem amo, estou matando saudades e quando retornar, neste domingo, terei pertinho de mim outros amores imensos: minha mãe Maria das Neves, o mano Júnior, Vitória, Lulinha Almeida, minhas netas Luana, Fernanda, Clarice e Lara, além de amigos que são verdadeiros irmãos, como Jorge Cordeiro, Luizinho Roldão e Maria Almeida.


Deus me dê saúde e forças para seguir em frente, proteja minha família, meus irmãos, meus amigos. Todos eles. 

Um bom início de semana para meus amigos (as) leitores (as). Beijos no coração.

*O texto foi feito no domingo pela manhã, originalmente para o Facebook. Hoje recebeu alguns acréscimos e as devidas adaptações para o blog.

FRANCISCO - O PAPA DOS POBRES

Jorge Mario Bergoglio, Francisco, é o primeiro religioso da América Latina a ocupar o cargo de papa na poderosa Igreja Católica.

O argentino também foi (é) o primeiro papa ligado à Companhia de Jesus, ordem fundada por Santo Inácio de Loiola.

Sempre foi pouco provável que alguém dessa ordem chegasse ao topo na hierarquia da Igreja.

Primeiro porque a própria Companhia de Jesus sempre teve uma orientação no sentido de evitar que seus integrantes ocupassem cargos de destaque na Igreja Romana.

Por conta dessa posição, até mesmo chegar a bispo e ainda mais a cardeal, era difícil, para alguém ligado à ordem.

Jorge Mario já surpreendeu muitos quando se tornou bispo e arcebispo na Argentina, imagine o espanto que causou quando foi escolhido papa pelo colégio de cardeais.

Antes de Francisco, os católicos foram comandados por João Paulo II, polonês, e Bento XVI, um alemão.

Com os dois a Igreja quebrou uma tradição de escolher papas italianos, que sempre foram os preferidos da cúpula romana.

Quando Bento XVI renunciou e se anunciou o conclave para eleição do seu sucessor se especulou muito que o novo sumo pontífice poderia ser um americano, um africano, um brasileiro ou mesmo alguém da ásia.

A imprensa mundial – inclusive a da Argentina – errou feio nas especulações, porque nenhum veículo de comunicação importante de nenhum país listou o nome de Jorge Mario entre os papáveis.

Mas em 2006, quando Bento XVI foi o ungido, o atual papa foi o segundo mais votado, uma sinalização de prestígio do argentino, que aparentemente passou despercebida pelos repórteres que cobrem o vaticano.

A Companhia de Jesus foi uma espécie de “ponta de lança” da Teologia da Libertação”, corrente progressista da Igreja Católica que defende a opção preferencial pelos pobres.

João Paulo II, no seu papado,  freou o movimento de Teologia de Libertação, considerado politizado demais, com alguns religiosos dessa corrente sendo acusados até de marxistas.

Francisco, primeiro papa ligado à Companhia de Jesus, sempre teve boa relação com os sacerdotes defensores da causa dos pobres. É menos conservador do que João Paulo II e Bento XVI.

Desde os tempos de bispo, em Buenos Aires, sempre rejeitou a pompa e a riqueza, optando por uma vida simples, como a de São Francisco de Assis, que inspirou o nome de papa, e de acordo com os ensinamentos de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Dá para imaginar um bispo de uma capital importante andando de ônibus? Pois Jorge Mario fazia isso na Argentina e angariou muita simpatia do povo do seu país por isso.

Como papa desde 2013, Francisco tem surpreendido muito, sempre positivamente.

Continua defendendo a simplicidade, como quando era bispo e arcebispo, tem sido tolerante com as mães solteiras e os homossexuais, e nem por isso estouram escândalos de pederastia e pedofilia, como aconteceu no papado de Bento XIV.

“Francisco é o homem da paz. E assim surgiu o nome no meu coração. Francisco de Assis. É o homem que nos dá esse espírito de paz, o homem pobre... Ah, como eu queria uma Igreja pobre para os pobres!”, disse Jorge Mario Bergoglio, ao justificar a escolha do seu nome.

É um papa “arretado”, com perdão da expressão da palavra. Está mais para João Paulo I, que esteve à frente do trono de Pedro apenas 37 dias e morreu dormindo, no Vaticano, levantando suspeitas de que poderia ter sido assassinado por sua defesa de uma Igreja sem pompa, sem riquezas, ao lado dos pobres.

Francisco é assim, como João Paulo I. Que governe a igreja ainda durante muitos anos.

O mundo precisa de tolerância, de quem pregue a paz, de quem pense nos pobres.

Para alguns reacionários o papa é comunista. Os que têm bom senso e conhecem a mensagem de Jesus sabem que ele é o verdadeiro cristão, que dá bom exemplo, e contribui para um mundo melhor.


(Texto inspirado no livro “Francisco – O Papa da Simplicidade”, do historiador espanhol Mario Escobar).

*Foto: Educris

PREFEITO INAUGURA ACADEMIA LIVRE DE GARANHUNS

O Governo Municipal irá inaugurar na nesta terça-feira (27), a primeira Academia ao Ar Livre de Garanhuns. A cerimônia será realizada a partir das 19h30min, no Parque Euclides Dourado.

O novo equipamento público será composto por 17 aparelhos de alongamento e ginástica: Adução e abdução de pernas duplo (3 unidades); Bicicleta de cadeira tripla (2 unidades); Caminhada triplo (2 unidades); Cavalgada triplo (2 unidades); Esqui triplo (2 unidades); Paralela dupla star (2 unidades); Rotação diagonal tripla (2 unidades) e Surf duplo clean (2 unidades).

A academia terá capacidade para atender a 44 pessoas por sessão.  O Governo Municipal de Garanhuns investiu, com recursos próprios, cerca de R$ 60 mil reais na instalação da Academia ao Ar Livre do Parque Euclides Dourado.


“Já determinamos e vamos contar com profissionais de Educação Física, em horários específicos, para prestar orientações aos cidadãos de como utilizar os aparelhos de ginástica. Esses profissionais também vão repassar dicas sobre hidratação, frequência, horário ideal para a prática de atividades físicas ao ar livre e reforçar a importância de realizar exames médicos antes de pratica de qualquer atividade física e esportiva”, comentou o Prefeito Izaías Régis. (Da Assessoria de Imprensa).

OS REAIS INTERESSES DA INTERVENÇÃO NO RIO DE JANEIRO

OLHAR COMUNISTA – O Governo usurpador de Michel Temer, ao lado de sua quadrilha ministerial, anunciou uma intervenção militar no Rio de Janeiro. Valendo-se dos artigos 34 e 36 do capítulo VI da Constituição Federal, dispositivo constitucional nunca usado, autoriza o Governo a intervir militarmente em casos de riscos “a integridade do território brasileiro, reorganizar as finanças de uma unidade da federação ou repelir uma intervenção estrangeira”. O decreto de intervenção precisa especificar a amplitude, o prazo e as condições de execução da intervenção e, se couber, trazer o nome do interventor. No caso do Rio de Janeiro, o general do Exército Walter Souza Braga Netto, do Comando Militar do Leste, é cotado para assumir a segurança pública do Rio.

O discurso oficial do governo golpista é de que a intervenção tem como tarefa central combater a violência na cidade do Rio de Janeiro, a qual representaria grande ameaça à ordem pública. O curioso é que, nas estatísticas referentes a homicídios por 100 mil habitantes, medida de violência mais usada no mundo, segundo dados de 2015 do Atlas da violência do IPEA, o Rio tem uma taxa de 30,6 por homicídios por 100 mil habitantes. Só a título de comparação, Sergipe e Alagoas têm, respectivamente, taxa de 64,1 e 58,3 por 100 mil, ou seja, o dobro do Rio de Janeiro. Os números indicam ainda que não houve um crescimento da violência nesta época do ano em relação ao ano passado. Houve, sim, um alarmismo produzido pela mídia burguesa, com destaque para os jornais da Rede Globo, durante o carnaval. Com certeza para nublar a péssima cobertura do desfile das escolas de samba e, em especial, o desconforto causado na emissora pela crítica contundente da Paraíso do Tuiuti, que deixou os “comentaristas globais” sem saber o que dizer.
É óbvio que a violência no Rio de Janeiro é um problema grave, que atinge principalmente os trabalhadores e a população mais pobre, mas a verdadeira solução jamais virá por meio da militarização da cidade. Essa solução foi a mais aplicada nos últimos quinze anos, sem qualquer efeito que representasse uma mudança real na vida das pessoas comuns.
O Rio de Janeiro é, nos últimos anos, o maior laboratório de políticas de militarização da vida social no Brasil. As Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) já foram apresentadas como a grande solução para a violência com a militarização em escala industrial de morros e comunidades e hoje está claro que este programa faliu.
O uso do Exército e da Força Nacional de Segurança, nos momentos de “crise de segurança”, também é uma constante no Rio de Janeiro, seja durante eventos pontuais, como Copa e Olimpíada, seja em ocupações permanentes ou de longa duração como no Morro da Maré e no Complexo do Alemão. Essas políticas, longe de reduzir a violência, ampliaram as denúncias de assassinatos, espancamentos, estupros e todo tipo de violação dos direitos humanos por parte dos agentes do Estado. Somente no ano de 2017, 25% dos assassinatos foram cometidos pela própria polícia.
A medida adotada pelo governo Temer aprofunda a escalada autoritária adotada com mais ímpeto após o golpe que tirou do poder a presidente Dilma. Mas há uma tendência de longo prazo de reorganização do padrão de dominação do Estado burguês no Brasil, com maior participação do aparato militar no controle e regulação da vida social. Desde a época da consolidação do neoliberalismo com o Governo FHC até hoje a militarização da vida social cresce em ritmo vertiginoso: a polícia militar vem assumindo cada vez mais funções civis (como segurança de presídios, gestão de escolas, segurança de hospitais etc.), o sistema carcerário é ampliado , há o incremento da ação das forças militares na segurança interna, aumento da letalidade do Estado, maior vigilância dos órgãos militares de inteligência sobre movimentos sociais, partidos políticos de esquerda e ativistas, crescimento do aparato repressivo, a exemplo da criação da Força Nacional de Segurança (no primeiro Governo Lula), fortalecimento no Judiciário de uma lógica intensamente punitivista e militarista no funcionamento do Estado etc.
Essa tendência de reorganização militarizada do Estado é uma resposta ao caos social, sempre crescente, em que vive a maioria da população brasileira. Como o capitalismo dependente brasileiro, regime de acumulação baseado na superexploração da força de trabalho, não consegue oferecer nada próximo a um Estado de bem-estar social para amortecer os conflitos de classe, a tendência histórica de fundo é uma ampliação crescente do Estado penal como mediação de controle dos explorados e oprimidos. E nunca é demais lembrar: esta tendência se manteve também nos governos de Lula e Dilma, a exemplo da Lei Antiterrorismo, sancionada em março de 2016, antes do impeachment.
O decreto de Temer tem como propósito maior esconder sua incapacidade de superar a crise sistêmica do capitalismo através da aprovação da retirada de direitos da classe trabalhadora. Mesmo com a reforma trabalhista e a lei de terceirizações já em vigor, a anunciada retomada do crescimento econômico nunca vem. E há o evidente fracasso no caso da contrarreforma da previdência. Apesar de a resistência das ruas ser abaixo do ideal, a quadrilha no governo não consegue aprovar com facilidade essa pauta tão cara à classe dominante.
Como forma de esconder o seu fracasso, desviar a atenção da opinião pública e de quebra ainda “testar” um novo modelo jurídico-político de controle social, surge a intervenção militar.
Em um momento tão grave como este não cabe qualquer vacilação e dúvida. Esse decreto não tem como real motivação reduzir a violência ou garantir a segurança pública, até porque isto somente seria possível de acontecer num governo que atacasse as causas profundas do fenômeno: as desigualdades sociais. É uma cortina de fumaça para desviar o foco do desgoverno Temer e dos ataques desferidos contra a classe trabalhadora e o povo. Mas trata-se de um perigoso precedente que busca institucionalizar a criminalização da vida social, avançando no caminho do golpe e da destruição dos direitos políticos e das liberdades democráticas duramente conquistadas durante a luta contra a ditadura de 1964-1985.
Somente a luta organizada dos trabalhadores e dos movimentos sociais poderá frear esta escalada autoritária, reverter as medidas antipopulares de Temer e iniciar um novo processo político em nosso país, rumo ao Poder Popular e o Socialismo.
Ilustração: Créditos: Marcos Serra Lima/G1.

APOIO: PCB (PARTIDO COMUNISTA BRASILEIRO) DE GARANHUNS/PE