Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

MINISTRO DE TEMER NEGA PEDIDO PARA GARANHUNS

O vereador Audálio recebeu com tristeza a negativa do Ministro das Cidades para implantação de nova etapa do Programa Minha Casa, Minha Vida em Garanhuns, solicitado pelo senador Humberto Costa e baseado em seu pleito aprovado na Câmara Municipal.
Audálio foi o autor do Requerimento 028/16 que solicitou ao Governo Federal e a Caixa Econômica, a construção de novo conjunto habitacional em Garanhuns através da nova etapa do Programa Minha Casa Minha Vida, bem como um programa habitacional específico aos servidores públicos municipais.

Na ocasião da proposta Audálio, solicitou o apoio dos senadores de Pernambuco, com o objetivo de garantir mais oferta de moradia para população de baixa renda em Garanhuns, uma vez que muitas famílias ainda vivem em casa de parentes, em condição de aluguel ou mesmo em residências que estão em estado degradante.

Audálio Filho reafirmou que continuará atuando junto ao Governo Federal no sentido de viabilizar essa proposta.

MÁ VONTADE - No blog do jornalista Magno Martins, no Recife, foi publicada a seguinte nota sobre a má vontade do ministro de Temer com Garanhuns:

O ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB-PE), negou o pedido encaminhado pelo líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), para implementar uma nova etapa do Minha Casa, Minha Vida em Garanhuns, no Agreste de Pernambuco. Humberto havia solicitado ao Ministério que atendesse à demanda do município, mas o ministro tucano alegou que, em razão de dificuldades financeiras, sua pasta tem outras prioridades que não passam por Garanhuns. 
“O governo do presidente golpista Michel Temer (PMDB) já havia abandonado a meta traçada pela presidenta Dilma de contratar 2 milhões de moradias do programa até o fim de 2018. Agora, o ministro diz que dificuldades financeiras irão impedir a construção de novas casas em Pernambuco. E a população sai perdendo, mais uma vez. É um governo de retrocessos sociais inadmissíveis”, afirmou.
Humberto enviou um ofício ao Ministério das Cidades em 15 de junho deste ano, atendendo a um pleito da Câmara Municipal da cidade pernambucana, que solicitava a implantação de nova etapa do Minha Casa Minha Vida em Garanhuns e ainda a criação de um programa habitacional específico aos servidores públicos municipais.
“A população mais carente da cidade, que necessita de moradia para viver de forma mais digna, vai lamentar essa decisão do Ministério das Cidades, chefiado por um pernambucano. Mas vou seguir cobrando para que a execução do principal programa habitacional do país, lançado por Dilma, siga em benefício dos cidadãos brasileiros”, garantiu. 
A resposta ao pedido de Humberto foi feita pela diretoria do Departamento de Produção Habitacional. Segundo a pasta, "tendo em vista o atual cenário macroeconômico do país, que impôs restrições de natureza orçamentária e financeira ao programa, a prioridade do ministério é a conclusão de empreendimento em andamento”.
Além disso, a diretoria informou que o ministério tem a intenção de “retomar obras paralisadas, razão pela qual a contratação de novos empreendimentos depende da revisão das disponibilidades em andamento no âmbito da pasta”.

Em relação ao pedido de criar uma modalidade específica direcionada a atender o funcionalismo da cidade, o órgão informou que o objetivo do programa nacional de habitação urbana é promover a produção ou aquisição de novas unidades habitacionais para famílias com renda mensal de até R$ 6,5 mil. Disse, ainda, que a seleção de candidatos a beneficiários é realizada no âmbito local, segundo as realidades particulares de cada região.

3 comentários:

  1. Esse Bruno Araújo que se cuide dando uma de bonzinho olha aí ,E da mesma laia de Michel temer .

    ResponderExcluir
  2. NÃO IMPORTA SE, DE IMEDIATO, FOI NEGADO O PEDIDO DO ÓTIMO VEREADOR POR GARANHUNS AUDÁLIO FILHO. COM CERTEZA QUE ELE VAI REPETIR E REFORÇAR O PEDIDO PARA QUE ESSA GRANDE OBRA VENHA BENEFICIAR OS MORADORES DE GARANHUNS. MAS, PARA ISSO É PRECISO QUE ELE SE REELEJA PARA CONTINUAR A INSISTIR QUE O MINHA CASA MINHA VIDA VENHA PARA GARANHUNS. PORTANTO, GARANHUENSES!!! FAÇA COMO EU, VOTE EM AUDÁLIO(27890) NO PRÓXIMO DIA 2 DE OUTUBRO PARA QUE ESSE PROJETO TENHA CONDIÇÃO DE SER CONSOLIDADO E QUE O POVO DE GARANHUNS SEJA BENEFICIADO.

    P.S.: - Aliás, quem não quiser votar no excelente vereador Audálio filho, temos ótimas opções como o Professor Carlos da UPE, Luiz Leite(filho de Pedro Leite) e o engenheiro Hélio Faustino, que juntos só vêm engrandecer a Câmara de Vereadores de Garanhuns. SÓ É VOCÊ QUERER!!! TOME GOSTO NO SEU VOTO!!!

    ResponderExcluir
  3. O ministro das Cidades, Bruno Araújo, desmentiu, ontem, o senador Humberto Costa (PT), que afirmou que o Governo Temer suspendeu o programa Minha Casa, Minha vida em Garanhuns. “O problema do senador é que ele, ao longo de todo esse tempo que ficou no Governo petista, não teve liderança para levar uma só obra para Pernambuco”, adiantando que o que ocorreu é que o Governo não conseguiu entregar o que foi prometido nem tampouco fazer o mínimo necessário.

    ResponderExcluir