Governo de Pernambuco

Governo de Pernambuco
Festival de Inverno

Alepe

Alepe
Alepe

domingo, 26 de agosto de 2018

GARANHUNS ESTÁ DE LUTO COM A MORTE DE PAULO GOMES

Morreu neste sábado, 25 de agosto, o garanhuense Paulo Gomes, liderança política do bairro do Magano, que exerceu três mandatos de vereador em Garanhuns. Ele teve uma parada cardíaca na sexta-feira à noite, foi levado a um hospital em Garanhuns e depois transferido para uma unidade médica em Paulista, na Região Metropolitana do Recife.

Mas ontem seu coração não resistiu e o ex-vereador faleceu, fazendo com que o Magano e Garanhuns amanhecem de luto, neste domingo de agosto em que faz frio em toda cidade.

Paulo deixa Cordeira, os filhos Charles e Christine, netos e uma legião de amigos e eleitores fieis, que sempre admiraram seu poder de luta e a fidelidade as causas que defendia.

Ligado ao PDT de Leonel Brizola quando se elegeu pela primeira vez como vereador, no Legislativo Municipal se destacou pelo conhecimento das leis e do regimento interno da Casa Raimundo de Moraes.

Aos 81 anos estava lúcido, ainda na militância política, tanto que na mesma sexta-feira em que adoeceu ainda participou de um comício do jornalista Fernando Rodolfo, candidato a deputado federal.

Ex-prefeitos de Garanhuns, como Ivo Amaral, Bartolomeu Quidute e Silvino Duarte, que conviveram com Paulo Gomes, lamentam a perda do homem público que marcou época na tribuna da Câmara.

O atual dirigente do município, Izaías Régis, também sentiu a morte do ex-vereador e deve decretar luto oficial na cidade por três dias.

Joaci Laurindo, que foi companheiro de Paulo na Câmara Municipal, elogiou o parlamentar, segundo ele um dos melhores que já passou pela Casa Raimundo de Moraes.



Nenhum comentário:

Postar um comentário