GOVERNO MUNICIPAL

GOVERNO MUNICIPAL
PREFEITURA DE GARANHUNS

quarta-feira, 23 de maio de 2018

GREVE, AUMENTO DOS COMBUSTÍVEIS E O DESABAFO DE UMA ANTROPÓLOGA CONTRA OS "COXINHAS OTÁRIOS"


O óleo diesel, a gasolina e o etanol não param de aumentar de preço. Os reajustes agora são quase que diários e ninguém sabe onde essa situação irá parar.
Por conta do preço do diesel, os caminhoneiros estão em greve por quase todo o Brasil. Com a paralisação, os postos de combustíveis não estão sendo abastecidos.

A falta de gasolina, diesel e álcool forçaram as empresas de ônibus de cidades como Caruaru e Recife a diminuir a frota em circulação.

Em diversas cidade, inclusive aqui em Garanhuns, as filas nos postos de gasolina são enormes. Alguns estabelecimentos não tem mais o produto pra vender e se a greve não chegar ao fim até o final de semana poderá haver um colapso e aí carros, ônibus, caminhões e outros veículos vão ter de parar.

Hoje na internet muita discussão por conta dos aumentos da gasolina, que em algumas cidades está sendo comercializada a R$ 5,89 o litro.

Essa situação caótica, mais de dois anos que a presidenta Dilma foi afastada, Lula está preso e ainda aparece gente para culpar o PT pela situação atual.

A garanhuense Lucimar Maria Oliveira, revoltada com o pensamento dos “coxinhas burros e teimosos”, divulgou um  texto muito forte da antropóloga Leila Maria França, que chama os antipetistas ignorantes de otários, irresponsáveis e analfabetos políticos.

Irritada, Leila não dispensa nem mesmo alguns palavrões para tentar “abrir a cabeça” dos coxinhas:

Ao cidadão de bem. (se for pudico, nem leia, para não se chocar)

Tenho me manifestado muito pouco, aqui, para além de citações de colegas e posts compartilhados. Em parte por questões de trabalho, mas principalmente porque a situação do país chegou a um limite tão ultrajante que, após anos desfiando textos infindáveis para avisar contra o golpe, já não tenho vontade de dizer, só de gritar. Assim, limito-me, dias a fio, a compartilhar palavras de amigos, companheiros e da imprensa livre.

São tantas as afrontas, os ataques, aberrações, vexações, perdas, traições, devastação dos nossos direitos, patrimônio e, sobretudo, dos nossos SONHOS, que muitas vezes, eu, a dona das palavras, nem as encontro. Há sentimentos, sensações, e uma revolta tão intensa, que prefiro calar. É fino e conveniente calar-se.

Mas há um dia em que a fineza dorme, e o GRITO nos toma de assalto. PREPARE-SE, É HOJE.

Refiro-me ao futuro dos nossos filhos e netos sendo sistematicamente destruído em todas as frentes, graças a uma máfia de rentistas, corruptos, narcotraficantes e golpistas, unicamente por causa do apoio de uma gentinha alienada, ignorante, grosseria, acrítica, e vulgar, que tem uma moela no lugar de cérebro e orgulho de ser burra.

Você é tão retardado, meu amigo, que acha mesmo que o que está em jogo é o PT ou o Lula. Tem tanta coisa por trás desse teatro que você, na sua inocência burra, na sua paixão de torcedor (a única que você conhece), ignora, e enquanto o país se destroça graças ao teu apoio, você está aí, enchendo o CÚ de churrasco, cerveja, novela, jornal nacional, estadão, e soltando flatos dessa sua arrogância grosseira, de quem acha que sabe do que nunca soube - porque nunca se esforçou na vida realmente para entender alguma coisa sobre a realidade que o cerca. Conhecimento de Jornal Nacional,Veja, Folha, Estado, Exame, Isto É, (nunca se perguntou a que interesses servem estes meios), resumido em memes e montagens de youtube, é tudo o que você tem. Quando muito, a leitura de artigos de boçais iguais a você disfarçados de intelectuais; há mesmo os que espiam blogs de esquerda, achando que podem tecer alguma critica, quando nunca pegaram na porra de um livro sério de política, sociologia para entender conceitos básicos que pretendem criticar.

Você não tem nem ideia do que está por trás de toda essa merda que estamos vivendo, seu otário. Nunca entendeu porra nenhuma de política, mas desde que os Marinho enfiaram nessa tua alma abjeta que tem que odiar o Lula e o PT, pelas razões mais prosaicas e politicamente inconsistentes, com recursos absolutamente desonestos, você passou a defender “suas” ideias com paixão, mesmo desconhecendo as regras do jogo e suas consequências trágicas, seu IRRESPONSÁVEL DO CARALHO. Desconhece e quer continuar desconhecendo. "Cornice" é o único termo que me vem à mente para definir gente que está sendo traída, roubada, e ainda reproduz o discurso de quem o trai.

Até mesmo quem sabia o que era a ditadura (ou dizia que sabia), esqueceu. Desde que a intervenção militar - seja a das escaramuças no twitter, nas ruas pra surrar professor, nas comunidades pra matar pobre e preto, em Brasilia ou Curitiba pra bater em manifestante - seja contra o PT e as ideias de esquerda, você aprova com um silêncio cúmplice e nojento.

Paciência tem limite e estou me lixando pra quem se choca ou se ofende. Aliás, ao invés de se ofender, você poderia tirar o traseiro gordo do sofá e grudá-lo numa cadeira de biblioteca. Com super bonder.

"- Ainnn... mas você se acha estudada mas é grossa, mal educada, agressiva...mi-mi-mi-mi"

E eu te respondo: enquanto tu se choca com o meu palavreado (muito apropriado no que a você se refere), milhares estão chocados pela perda de seus direitos, de sua aposentadoria, do patrimônio nacional, do retorno à fome e à miséria, das filas de espera nos hospitais e unidades de saúde, cada dia mais cheias, graças à privatização levada a cabo pelo seu PSDB de estimação (o partido daquele candidato farinheiro e assassino em quem você votou), e ao congelamento do orçamento graças ao seu apoio ao golpe – só para citar alguns exemplos.

E enquanto a nação perde as esperanças, você, seu escroto, que apoiou esta merda toda, finje que não é com você, seu grandíssimo filho-da-puta.

Sim, dentro de mim mora uma dama incondicional, uma mulher sensível, uma mãe amorosa, uma acadêmica esforçada, uma funcionária pública ética e digna, mas a paciência acabou, e acaba todos os dias à medida em que vejo meus sonhos, de meus queridos e deste povo sofrido virarem pó - GRAÇAS A VOCÊ. Ver o país em que nasci e vivo; o país da minha família e amigos, de nossos filhos e netos, sendo saqueado graças à sua ignorância, escrotice, preguiça e alienação, ensinou-me uma última lição: meu amor, minha elegância e fineza...A QUEM MERECE.

E pra concluir: enfia o seu “Fora Dilma”, “Fora PT”, e “Lulaladrão” no meio do seu CÚ, junto com todas as consequências.

PS: Nunca ninguém me viu falando desse jeito. Nasce, hoje, uma nova mulher. (Leila Maria França).


2 comentários: