SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

OPOSIÇÃO DE CAPOEIRAS USA CARRO DE SOM PARA TENTAR BARRAR AUMENTO DE TAXAS PROPOSTAS PELO EXECUTIVO

Por Junior Almeida

Circula pelas ruas de Capoeiras hoje (20) um carro de som com uma mensagem gravada convidando as pessoas para irem assistir a sessão da Câmara de Vereadores. O convite é feito, segundo a nota, pelas vereadoras Carla Rodrigues (foto), Verônica e pelo vereador Bruno da Ótica, recém saído do grupo político da prefeita Neide Reino. Érico Barbosa, que se sabe até o momento está na oposição, não quis apoiar o convite dos colegas oposicionistas, e o seu nome não está no texto lido no carro de som.

A sessão da Câmara de logo mais às 14 horas, que se refere o convite, vai tratar de aumento de 16 taxas municipais, como alvarás de casas comerciais, taxa de lixo, licença de construção, espaço dos feirantes, dentre outras que fazem parte do código tributário municipal, esse de 2014. Segundo a vereadora Carla Rodrigues, os aumentos previstos pelo projeto do Executivo são exorbitantes, e promete que a oposição não vai votar para aumentar nada, e no seu entendimento, penalizar mais ainda o povo de Capoeiras.

Em um tempo de crise como esse, o projeto quer aumentar várias taxas, 16 itens no total. Por exemplo, a taxa de abate de animais, segundo prevê o projeto, vai de 7 para 30 reais, e isso nós não vamos aceitar. Disse a vereadora. 

Além de votar contra os aumentos, Carla informa que pensa em pedir a devolução do projeto à Prefeitura, para que alguns itens sejam modificados. Um dos pontos que a oposição de Capoeiras acha que deve ser alterado pelo Executivo é a tributação dos atravessadores que compram queijo no município, os chamados queijeiros. No entendimento dos parlamentares, “esses negociantes vêm de fora, compram de produtores locais, vendem, principalmente em Recife, ganhando um bom dinheiro, e mesmo assim não deixam nada de impostos para Capoeiras”.


Com o convite dos vereadores de oposição, os debates de hoje na “Casa Heronides Borrego” devem ser acalorados, com discursos contra e a favor do projeto, e os oposicionistas têm a esperança de que com a câmara cheia de gente, os vereadores da situação, não votem com quer a prefeita. Vamos aguardar. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário