SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

domingo, 23 de março de 2014

ARMANDO RECEBE APOIOS DO PMDB E DEM

Nem o PMDB nem o DEM estão unidos em Pernambuco. Embora as direções dos dois partidos tenham optado pelo apoio a Paulo Câmara (PSB), algumas lideranças importantes em diferentes cidades preferem fazer campanha e votar no senador Armando Monteiro (PTB).

No DEM já abriram dissidência o deputado Maviael Cavalcanti, a vereadora Priscila Krause e o prefeito de Canhotinho, Felipe Porto.

Do lado do PMDB abraçaram a candidatura de Armando o prefeito de Petrolina, Júlio Lóssio e lideranças do partido em Afrânio, Salgueiro, Dormentes e Araripina, no Sertão do Estado.

Hoje o PT de Pernambuco decide se fica com o PTB ou se lança candidato próprio e há um “namoro” também do partido de Armando Monteiro com o PP de Eduardo da Fonte. (Na foto o prefeito Júlio Lóssio, o deputado Adalberto Cavalcanti, Armando Monteiro e o deputado Odacy Amorim).

2 comentários:

  1. Gosto de Pricila Krause parabéns pela decisão.Dalva.

    ResponderExcluir
  2. O quadro político hoje é uma verdadeira salada de crioulo doido.Depois de a Frente Brasil conseguir unir tudo e todos(PT), hoje o que se vê são pedaços para todos os lados.

    Grande parte de quem era da direita foi para esquerda e vice-versa.A divisão vai ser praticamente 100% em todos os municípios.Na reta final entra o poderio econômico, o governo do Estado de um lado e o Governo Federal de outro lado.

    Em 2010 foi obra espalhada em todos os municípios do Brasil e ainda hoje tem delas que não foram terminadas.Dois grandes pepinos foram deixados no colo dos ex-prefeitos e da Dilma: muito dinheiro empenhado para se pagar e aumentos para todas as categorias e o resultado, foi a redução do IPI para zero e a volta da inflação.Quem for governo que resolva essas questões.

    ResponderExcluir