segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

VIOLÊNCIA, RONALDO E A CONQUISTA DO CORINTHIANS

Os últimos números da criminalidade publicados no Blog Agreste Violento mostram o seguinte quadro em relação aos homicídios praticados na região: Garanhuns – 36; Lajedo – 15; Águas Belas – 12; Iati – 11; Bom Conselho 9; Terezinha – 9; Canhotinho – 8, Caetés – 6; Capoeiras – 6; – Jupi – 6 e Saloá – 6.

Para o leitor ter uma ideia de como é sério o problema da violência no Brasil, a cidadezinha de Newtown , no Estado de Connecticut, no Estados Unidos, local da tragédia da última sexta-feira, com a morte de 27 pessoas  numa escola, é uma verdadeira “ilha de tranqüilidade”. Nos últimos 10 anos aconteceu apenas um homicídio no lugarejo. Até surgir esse louco que de uma vez só matou 20 crianças e alguns adultos.

Observe que somente em Garanhuns se matou mais em um único ano do que em Newtown durante uma década inteira. Mesmo incluindo o massacre recente.

Naturalmente nas grandes cidades brasileiras, caso de Recife, Rio de Janeiro e São Paulo, a situação é muito pior.

Mas ao assistir ao Fantástico, no domingo à noite, o brasileiro talvez tenha se convencido de que estamos no melhor dos mundos.  Pelo ufanismo dos apresentadores globais a conquista do Corinthians no Japão e os quilos que o ex-jogador Ronaldo conseguiu perder são mais importantes do que tudo neste momento.

Dane-se a violência e a seca no Nordeste, Ronaldinho continua um fenômeno e o Timão conquistou o mundo mais uma vez.

7 comentários:

  1. É simples bastar fazer leis que realmente funcionem, agora o sistema é esse cuide-se ou salve-se quem puder...

    ResponderExcluir
  2. Exemplo as leis nos USA é bem diferentes, que as do BRASIL, os partidos políticos e seus representantes,em que a preocupação geral dos mesmos é com obras superfaturadas ou seja sempre dividir um bolo entre tantos, enquanto isso as LEIS só se muda sobre direção e álcool, isso para levar mais dinheiros aos cofres públicos. Até quando viveremos isso?

    ResponderExcluir
  3. RUA SEM LEI EM GARANHUNS NO CENTRO DA CIDADE, RUA SEVERIANO PEIXOTO ( rua do cajueiro) MESAS NAS CALÇADAS CARROS COM SOM LIGADOS ATÉ ALTA DA NOITE MUITA CACHAÇA A BAGUNÇA E GERAL SEM FALAR NOS JOGOS DE BARALHO DOS MOTOS-TAXI E PARA COMPLETAR ABRIU UM BAR EM FRENTE A IGREJA A MACONHA COME NO CENTRO ALO POLICIA DELEGADO MINISTERIO PUBLICO E PREFEITURA OS MORADORES PEDE SOCORRO. OBRIGADO

    ResponderExcluir
  4. O Roberto não tem jeito mesmo. Para ele o culpado é a TV Globo. Até pela violência que assola este país. Se a emissora ficasse o tempo todo mostrando a violência, o Roberto escreveria que ela está servindo as elites, pois isto seria uma crítica de um governo do PT que está aí há mais de 10 anos e nada faz para coibi-la. Se mostra outra coisa também é culpada. O que fazer?

    Eu ontem exerci o meu direito de cidadã e mudei de canal pois não estava interessada em saber quantos quilos o Ronaldo havia emagrecido. Quantos foram mesmo, Roberto? O pior é chegarmos a um ponto onde não poderemos nem ver o peso do Ronaldo, quando alguém, lá de cima (o Garcia ou o Gilberto Carvalho?) disser que isto é coisa da “grande imprensa”, e proibir a divulgação, como já se faz na Venezuela e quer se fazer na Argentina.

    Hoje, além do peso do Ronaldo, ainda podemos ver as denúncias do Marcos Valério. Quando a Globo trata disto quem muda de canal é o Roberto. Eu fico lá fissurada, vendo a pouca vergonha que assola este país por tantos anos. Será que isto contribui para a violência? Será que o AeroLula não serviria mais ao país se fosse trocado por algumas escolas e hospitais, ao invés de servir de leito para Rosemary chifrar Marisa? Ou seja, ser o palco das safadezas do Lula, com o nosso dinheirinho. Isto violenta mais do que o peso do Ronaldo, pois não posso fugir, como cidadã, do que se faz com o dinheiro público.

    Daqui há pouco vão dizer que o tráfico de bebês é culpa da rede Globo por ser mostrado em Salve Jorge. Afinal, depois da pacificação do Morro do Alemão, há emprego para todo mundo e ninguém precisa vender crianças lá, pois a Dilma não deixa. Me poupem! Ainda temos a melhor televisão aberta do mundo, queiram ou não os petistas de plantão. Eu até admito que as novelas são um pouco do “ópio do povo”. O problema é o ópio alternativo, a louvação ao Lula em filmes como “o filho do Brasil”, que mostra um Lula cor de rosa choque. Espero que alguém hoje tenha coragem de fazer um filme sobre ele chamado: “As mulheres do presidente”. O Carlinhos Cachoeira seria o roteirista e o Valério poderia ser o diretor.

    Caro Roberto, já teclei demais às suas custas. Como sempre, se não quiser publicar, compreenderei, mas não posso me calar...

    Lucinha Peixoto (Blog da Lucinha Peixoto)

    ResponderExcluir
  5. Exaltam-se Shoppings como grande empreendimento; Copas do Mundo como grande acontecimento... e assim segue.
    O problema da opinião da moça acima é que a imprensa só mostra um lado. São Paulo passa/passou por verdadeiro caos de violência, e a cobertura deste fato como foi noticiado? Será que cobraram dos governantes responsabilidades sobre o ocorrido? Eu quero uma imprensa livre, mas essa que se confunde várias vezes como partido politico, não.
    Tem que ser apurado o que ocorre de errado em todos os partidos, em todos os governos, em todos os poderes. O que foi que esta imprensa noticiou sobre o jogo político do Ministro Fux para ser indicado ao STF?
    Eu sou de esquerda, mas não petista. O próprio Roberto não publicou algumas críticas que fiz acerca de posturas dele para com Prefeito de Capoeiras. E nunca fiz ataques pessoais, pois não conheço o referido candidato. Só me pronunciei sobre como a notícia era veiculada e, práticas populistas em ano eleitoral - viagem para o Juazeiro do Norte, por exemplo. Fui acusado de não acompanhar o Blog, coisa que faço quase que diariamente. A liberdade só se dá (ocorre) quando acontece para os dois lados. Nunca fiz ofensas a ninguém, mas tive meu direito de opinião cerceado. E gosto do Blog pois percebo qualidade e boa formação de quem o mantém, ao contrário de muitos por aí.
    Sem mais, pesso desculpas pela escrita rápida e, talvez desordenada, enquanto texto.

    Recife-PE.

    ResponderExcluir
  6. peço*
    perdão pelo erro.

    ResponderExcluir
  7. OBS: O timão não conseguiu conquistar o mundo pela segunda vez, o primeiro foi um Torneio de Verão. Pois por vezes a FIFA alegou que esse torneio de 2000 foi um erro.

    ResponderExcluir