SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

sábado, 22 de dezembro de 2012

PREFEITOS DENUNCIAM FRAUDE NA CODEAM


O prefeito eleito de Correntes, Edmilson da Bahia (PSB), denunciou na sua página do Facebook uma fraude na eleição da nova diretoria da Comissão do Desenvolvimento do Agreste Meridional, Codeam. Segundo o socialista o atual dirigente da entidade, Eudson Catão (Palmeirina), promoveu uma eleição à revelia dos novos prefeitos escolhidos pelo povo do Agreste.


Na opinião de Edmilson o gesto de Eudson foi uma manobra para eleger a prefeita de Jupi (PDT), Celina Tenório, e ao mesmo tempo impedir que surjam novas candidaturas. “A eleição é ilegal e foi feita sem comunicar a ninguém. Nem mesmo o prefeito eleito de Garanhuns, Izaias Régis, que foi incluído na chapa como vice, estava sabendo', denunciou o prefeito de Correntes.

Edmilson da Bahia denunciou ainda que o prefeito de Palmeirina garantiu para ele, de forma ilegal, o cargo de secretário-executivo da Codeam, com salário de R$ 6 mil. 'Nós vamos anular a eleição na justiça', prometeu o socialista.

NOTA - O prefeito eleito de Canhotinho, Felipe Porto, também se manifestou através de uma nota divulgada por Ronaldo César e outros veículos da imprensa regional. Confira o texto do democrata, que chega a comparar Eudson Catão a um bandoleiro.

Numa atitude antidemocrática e autoritária, que lembra o período da ditadura, o atual Prefeito de Palmeirina e Presidente da CODEAM, Eudson Catão, convocou apenas alguns prefeitos, do seu interesse, sem comunicar à grande maioria, e realizou eleição naquela entidade, elegendo a seu bel prazer, na calada da noite, como costumam fazer os piores bandoleiros, uma diretoria a quem certamente deseja manipular. Por ser Presidente daquela entidade, ele age como se fosse o dono da CODEAM e, a priori, agiu de forma irregular e ilegal, uma vez que os Prefeitos eleitos somente podem exercer atribuições inerentes ao cargo, a partir da posse, em primeiro de janeiro.

Mas, da mesma forma que ele foi reprovado em Palmeirina , onde também se sentia o dono, os Prefeitos eleitos também repudiam essa malandragem e me ligaram revoltados com o ocorrido.

Assim sendo, juntamente com outros Prefeitos que não estão satisfeitos com essa atitude ditatorial, estaremos acionando os órgãos competentes para que sejam tomadas as devidas providências, ou, caso contrário, nos uniremos para formar uma nova entidade representativa que realmente cuidem dos interesses das Prefeituras do Agreste Meridional. E, a partir de janeiro, solicitaremos dos órgãos de controle externo uma auditoria para verificar o que foi feito com os recursos da CODEAM, oriundos de contribuições municipais, nas gestões do atual Presidente.

A CODEAM deve representar os interesses das Prefeituras e não os interesses pessoais.

Felipe Porto – Prefeito eleito de Canhotinho

9 comentários:

  1. TCE encontra irregularidade na folha da Câmara Municipal de Garanhuns

    Mais uma auditoria especial realizada pelo TCE detectou irregularidades na gestão de folha de pagamento de entes municipais. Desta vez o órgão auditado foi a Câmara Municipal de Garanhuns e a análise dos técnicos se deteve aos exercícios de 2009 e 2010. O processo foi julgado na Segunda Câmara e teve como relator o auditor substituto Marcos Flávio Tenório de Almeida.

    De acordo com o voto do relator, as principais falhas apontadas pela auditoria foram:

    - pagamento de salários a servidores com CPF's inexistente na base de dados da Receita Federal do Brasil;

    - pagamento de remuneração a 4 servidores que não constam do cadastro de pessoal da Câmara;

    - não comprovação de legalidade na acumulação de cargos de 5 servidores da Câmara;

    - pagamento a um servidor acima do teto remuneratório estipulado para a Administração Pública;

    - Desproporção na distribuição de cargos. Apenas 8% dos servidores da Câmara são efetivos, contra 92% de cargos em comissão.

    Marcos Flávio determinou a anexação da decisão à prestação de contas da Câmara Municipal dos exercícios de 2009 e 2010, bem como que a Coordenadoria de Controle Externo acompanhe o cumprimento das determinações do TCE visando à correção das irregularidades apontadas na presente auditoria especial.

    Gerência de Jornalismo (GEJO) / Diário Oficial de Pernambuco, 22/12/12

    ResponderExcluir
  2. Eudson Catão é INIMIGO de Garanhuns e só pensa em manter suas próprias riquezas. E o pior, existem vereadores de Garanhuns e gente ligada à prefeitura que defendem esse DITADOR! Um barão que vive escravizando o povo de Palmeirina!

    ResponderExcluir
  3. Gente temos que acordar ! Algo precisa ser feito para banir da sociedade essa CODEAM. Essa porcaria de Consorcio está acostumado a lidar com fraudes como as que foram realizadas nos concursos organizados por eles. Em várias cidades as pessoas compraram os gabaritos por cerca de R$ 3.000,00 em acordo com esse Eudson Catão. Os prefeitos precisam fazer alguma coisa no sentido de criar uma nova comissão que os represente junto ao governo estadual e federal, pois essa porcaria denominada de CODEAM não está com nada.

    ResponderExcluir
  4. Robeto Almeida, faça uma matéria sobre as regularidades na Câmara de Vereadores de Garanhuns. Izaías precisa saber. Fancisco Dantas

    ResponderExcluir
  5. Imaginem, se as eleições da CODEAM ocorrem dessa maneira, como seriam ocupados todos os cargos desses concursos que a mesma estava organizando. Fica o questionamento e o desejo de promotoria do estado cair em cima dessas malandragem todas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hehehe. O problema está ai amigo, pois quando as nossas prefeituras realizam concurso, caso seja verificado algo de errado, alguns prefeitos têm feito alguns acordos junto aos promotores de justiça e Auditores do Tribunal de Contas do Estado, para que seja evitado processos por as irregularidades verificadas, como ocorreu em Calçado - PE. É triste sabermos que o dinheiro pode comprar a dignidade de uma pessoa. Uma pequena cidade vizinha a nossa, onde professoras consideradas analfabetas, funcionários babões e familiares do Prefeito foram aprovados discaradamente sem possuirem competencia nenhuma de passar em um concurso público. Mas como foi contratado essa MERDA de consorcio que serviu apenas para mascarar a fraude na Prefeitura, algo rotineiro naquela cidade, se levarmos em consideração que os familiares do Prefeito são um coito de ........... Essa porcaria nem atribuição para realizar um concurso publico possui, porém o concurso foi validado, como se tivesse com a maior legabilidade possivel. Todo mundo sabe o que aconteceu nas outras cidades, os mesmos foram anulados porque esse Consorcio é um perigo para a nossa sociedade Pernambucana. Então não é de se estranhar uma possivel fraude nas eleições da CODEAM. É necessário uma ação da população, para proibir o funcionamento desse consórcio, seria interessante entramos com uma Ação Civil pública junto ao Ministério Público Federal, Estadual e Polícia Federal contra o mesmo, no sentido de colocarmos essa laia de bandidos na cadeia.

      Excluir
  6. A realidade é que vivemos em uma região onde o coronelismo predomina. A população, ingênua, foi educada somente para trabalhar e ficar comportada sorrindo na hora da foto.

    Por isso, clamo a todos(as) os(as) garanhuenses: VAMOS NOS UNIR! Vamos deixar os partidos políticos para a época das eleições. Nossa cidade e nossa população não pode ser dominada por esses barões escravocratas.

    Vamos defender Garanhuns!

    ERICK VASCONCELOS

    ResponderExcluir
  7. INTERESSANTE ESSE PREFEITO ELEITO EM CORRENTES, DEVERIA VER QUE EXISTI UM PROCESSO ROLANDO EM SUA CIDADE, ONDE OUVE A FLAUDE NA ELEIÇÃO ONDE ELE GANHOU COM UM VOTO, TENTO EM VISTA QUE VARIAS PESSOAS DE uNIÃO DOS PALMARES E OUTRAS CIDADES FORAM VOTAR EM CORRENTES, TODOS OS TITULOS TIRADOS NO ANO ELEITORAL, ONDE A LEI DIZ QUE O CIDADÃO SÓ PODE VOTAR NO MUNICIPIO SE JÁ TIVER RESIDINDO A 2 ANOS, QUE EXISTI EM CORRENTES PESSOAS ENVOLVIDAS JUNTO COM ESTE PREFEITO QUE AGORA QUER MANIPULAR O AGRESTE MERIDIONAL, CARO PREFEITO ELEITO NEM TODOS POLITICOS É IGUAL A VOSSA EXECELENCIA!

    ResponderExcluir
  8. Eudson fez td como manda a lei mais os prefeitos novinhos p si amostra tao dedicados pq n le o diario oficial!!!

    ResponderExcluir