ALEPE

ALEPE
ALEPE

GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO
GOVERNO DE PERNAMBUCO - FUNDARPE

quarta-feira, 27 de abril de 2011

UMA MULHER SÁBIA

Garanhuns tem uma mulher sábia. Pode ter várias. Essa, no entanto, é particularmente inteligente, culta, possui bom senso e além do mais é extremamente humilde.

O nome dessa personagem exemplar, professora aposentada e escritora é Luzinette Laporte. Nos seus mais de 80 anos, permanece lúcida, tem fome de livros e de idéias.

Foi Secretaria de Educação do Município no distante Governo de Luiz Souto Dourado. Dirigiu a antiga Dere por sete anos. Ensinou no Santa Sofia e Diocesano durante décadas.

A professora Luzinette é católica praticante, tem uma profunda fé no Criador e expressa essa postura nos artigos publicados em jornais, nos seis livros publicados (alguns pela importante Editora Vozes) e nas conversas com os amigos.

Acredito que é uma das poucas pessoas de Garanhuns que já esteve na Inglaterra, na França, na Rússia, na Dinamarca e em vários outros países da Europa e das Américas. Não é por ter conhecido lugares civilizados que fala fluentemente quatro idiomas e ainda arranha o russo e o alemão.

Tenho a honra de ter sido seu aluno e de ser seu amigo. E sou gratificado regularmente com seus elogios ao meu trabalho. É fã do Correio Sete Colinas e é através do jornal impresso que me acompanha.

Confessou ter amado as Orações da Sexta-Feira e do Sábado, o texto Lição que se aprende em Casa e o conto Sinfonia das Palavras.

A aprovação da professora equivale pra mim a um Prêmio Literário. Mexe com a minha vaidade.

Não quero, porém, falar de mim mesmo e sim de Luzinette Laporte.

Com saudades da amiga bati esta semana à sua porta. Abraçamos-nos como duas pessoas que se gostam e se respeitam e conversamos durante mais de duas horas.

Ela toda satisfeita garantiu que minha voz melhorou muito, desde a última vez que nos vimos. Só que teve de me servir água natural pelo menos três vezes, pois quando forço muito a corda vocal que me restou vem uma tosse dolorosa.

Luzinette, com sua erudição, citou autores franceses, alemães, russos, brasileiros, deu uma verdadeira aula, como nos bons tempos do Colégio Diocesano.

Concordamos sobre a santidade de Buda, Cristo, Gandhi, São Francisco, Santa Joana Darc e Martin Luther King, o líder negro americano. Descobrimos também a admiração mútua por Nélson Mandela, o líder da África do Sul.

A professora recomendou a leitura de “Terra dos Homens”, de Antoine de Saint-Exupéry . Segunda ela é uma obra literária de rara beleza, capaz de nos abrir os olhos para muitos aspectos da vida. Para quem não está lembrado, Saint Exupéry é o autor de “O Pequeno Príncipe”, um dos livros mais lidos do mundo, e de “O Aviador”, que virou filme algum tempo atrás com Leonardo Decaprio no papel principal.

Luzinete ama Garanhuns. Acha a cidade linda, encantadora. E na conversa-aula que tivemos disse uma frase que ficou martelando os meus ouvidos: “Quem é sábio é humilde”.

Lembra o velho Sócrates, com seu preceito que gosto de repetir: “Só sei que nada sei”. Ele foi considerado o mais sábio dos homens em sua época e falou isso. E pensar que tem tanta besta por aí que não sabe nada e vive arrotando conhecimento.

Luzinette, para quem não conhece,  tem um quê de santa. Seus pais e seus irmãos também eram assim.

É tão bom saber que ainda existem pessoas assim no mundo. E está aqui, em Garanhuns, é um dos orgulhos de nossa cidade.

11 comentários:

  1. belo post Roberto almeida.
    Simples e singelo.
    Essa mulher é jóia rara em nossa cidade.TomazTurbando/Garanhuns

    ResponderExcluir
  2. Talvez não tenha dado tempo de você incluir no seu texto: o mais importante é que essa mulher que fala vários idiomas, escritora com vários livros publicados, que já conheceu tantos países, preferiu morar a vida toda em Garanhuns, numa casa muito simples, sem nenhum luxo, ela é totalmente despojada e sua riqueza é a imensa sabedoria que faz questão de irradiar para os outros.

    EDUARDO, Heliópolis.

    ResponderExcluir
  3. É gente do bem e para o bem; toda e qualquer homenagem à Professoara, é justa; é tocada pelos sete dons do Espírito Santo - Sabedoria, Entendimento, Conselho, Fortaleza, Temor de Deus, Piedade e Ciência.Ela está em muitos corações; é daquela filosofia: Os maus não são bons, porque os bons não são melhores (G. Peregrino). Que Deus te abençoe, ilumine e guarde sempre - DD. Professora e Escritora LUZINETTE LAPORTE.

    ResponderExcluir
  4. Só mesmo neste blog encontramos postagens lindas como esta, valorizando esta mulher maravilhosa que se chama Luzinette Laporte, quase tão santa quanto os santos que ela admira, Jesus, Buda, Mandela, São Francisco e Martin Luter King.

    ResponderExcluir
  5. HELENA -Garanhuns precisa saber que na cidade existem personagens maravilhosos como esta mulher, fina, culta, bela no rosto, na expressão e no espírito.

    ResponderExcluir
  6. Ao ler este post não me contive.

    Luzinette é capaz de falar coisas tão belas como as que encontramos no gesto de uma bela flor que cede sua pétala à estação.

    já fiz uma duas ou três visitas a ela, quando editava o jornal "mafuá", faz uns 2 anos. Nunca me saiu da memória a alegria com que ela abria a porta para receber alguém.

    É uma mulher que a vida não deveria lhe deixar ir embora!

    ResponderExcluir
  7. Roberto,
    Tive a alegria de conhecer a prof. Luzinete, ela realmente é uma pessoa especial, destas que emociona somente com a sua presença.
    Valor inestimável da nossa Garanhuns.
    Deveria receber, viva, o reconhecimento público, que tal, mudar o nome da Esplanada Guadalajara, para Esplanada Luzinete Laporte?
    Depois de morta, sei que receberá muitas homenagens, mais preferia que ela tivesse esse prazer em vida, que realmente é imortal.

    Paulinho Graviola

    ResponderExcluir
  8. Roberto, muito bom você elogiar uma mulher com o currículo de dona Luzinette, mas tem algo que não poderia deixar passar despercebido, até para contribuir com a qualidade do seu texto e sei que essas coisas acontecem com quem escreve tanto, mas o avaiador de Exupery não é o mesmo do filme de Leonardo deCaprio. O primeiro, como todos os outros livros do autor, são baseados na sua experiência de vida. O segundo é baseado na vida de Howard Hughes que foi um magnata americano.

    ResponderExcluir
  9. Uma das páginas mais bonitas dos últimos dias é essa. Pena que foi borrada pelo comentário de Tomaz Turbando/Garanhuns. Que é nada mais nada menos do que o anti-cultura do Einstein de Caetés.

    ResponderExcluir
  10. Pelo que escreveu o Roberto e de acordo com a opinião dos que comentaram a reportagem, essa mulher é iluminada, querida e admirada por todos que tiveram o privilégio de conhecê-la.

    TELMA LIMA (Não sei por que não consegui incluir meu comentário através do e-mail).

    ResponderExcluir
  11. Riqueza maior é a sua humildade e conhecimento. bela homenagem!

    ResponderExcluir