ALEPE

ALEPE
ALEPE

GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO
GOVERNO DE PERNAMBUCO - FUNDARPE

sábado, 13 de fevereiro de 2010

RAFAEL BRASIL, A MERENDA E ZÉ SERRA


O Rafael Brasil escreveu no seu blog um ótimo artigo sobre a política em Caetés. E acusa os atuais gestores daquele município de desviarem recursos da merenda. Esclarece que o problema já foi parar no Ministério Público. O professor de história também revela que o prefeito Aécio Noronha agora está colecionanando carros. "Pra que tantos?", pergunta e teme que nessa compra de automóveis esteja incluído dinheiro da merenda escolar.
Rafael lembra que estamos velhos e confessa preferir esse termo (velho) do que o "politicamente correto" idoso, que considera rídiculo. Concordo com meu "velho amigo de guerra". Se o bom Deus, depois do que passei permitir que eu chegue aos 80 anos, como meu pai, serei muito grato ao Criador. Verei todos os meus filhos adultos, firmados na vida e certamente terei mais alguns netinhos. A idade avançada, felizmente, não é só doença e preocupação. É também maturidade, sabedoria, capacidade de aceitar a vida como ela é. Jovens, queremos mudar o mundo. Adultos, velhos, tomamos consciência que não podemos mudar nem a nós mesmos. Não que percamos o sentimento de revolta, de justiça e a capacidade de indignação. Podemos continuar de certa maneira "revolucionários". Só que agora não nos atiramos no meio do tiroteio, aprendemos a contornar caminhos para atingir os objetivos desejados.
Rafael é um bom caráter, sabe das coisas e não é levado muito a sério em Caetés porque seu capital é o conhecimento. Se tivesse bois, terras e carros, mesmo que roubados, estaria uma procissão atrás dele, chamand0-o de doutor e bajulando o amigo daquela maneira pegajosa peculiar a muitos oportunistas.
Rafael, ao que eu saiba, só tem dois defeitos grandes: o primeiro é torcer pelo Sport, esse time chato que não deixa mais o Náutico nem o Santa vencerem mais nenhum Campeonato Pernambucano. O outro é uma verdadeira obsessão contra Lula. Se o presidente adoece, se beija dona Mariza, se vai ao banheiro, se inaugura obras, se é feito um filme da vida dele, se confessa o seu amor pelo Corinthians... Tudo é motivo do professor criticar o petista.
Por que não olha um pouquinho também para os defeitos do Serra? Ou o meu amigo pensa que a única falha do governador de São Paulo é a falta de cabelos? Nesta sexta o tucano xingou um trabalhador que fazia protesto enquanto ele fazia campanha (pensam que é só o Lula e a Dilma?). O José Serra saiu-se com esta: "Você é um energúmeno!". Eu não acreditei, juro que pensei haver engano da parte do jornalista da Folha de São Paulo. Este tipo de reação é típica do Ciro e não do frio e calculista governador paulista. Ora, ele, o competente ministro da saúde de Fernando Henrique, o cara que detonou a candidatura de Roseana Sarney em 2002, bolando a espetacular "Operação Lunus"; agindo como um Ciro Gomes qualquer? Tá doido, tá querendo perder a eleição. Desse jeito, agredindo o eleitor, na próxima pesquisa ele será ultrapassado pela "dama de ferro" do PT.
Mas deixemos o Serra, seu mau humor e sua careca pra lá. O Rafael é boa gente e espero que os seus cutucões ajudem a fazer com que a merenda de Caetés apareça.

Um comentário:

  1. presisamos de mais gente que perca o medo de falar e denunciar esses politicos corruptos que so pensam em aumentar a conta bancaria,enquanto centenas de familias sofrem estado de miseria

    ResponderExcluir