NOTA A RESPEITO DE UM VÍDEO QUE CIRCULA EM CAETÉS


Começou a circular hoje em Caetés, através das redes sociais, um vídeo que envolve meu nome na política local.

Tudo por conta de uma representação da oposição do município contra a minha pessoa, por conta da divulgação de uma pesquisa realizada pela Advise/Contextto que mostra o candidato do governo, Nivaldo Tirri, com ampla preferência do eleitorado.

Na ação, já indeferida pela juíza, é solicitada a proibição de divulgação da pesquisa. No caso de o pedido ter sido atendido e eu como jornalista não voltasse atrás na publicação, poderia ser obrigado a pagar multas de valor altíssimo.

Felizmente, creio, estou livre desse transtorno, até porque como sabem todos o que me conhecem não disponho de recursos financeiros.

Infelizmente, essa história envolve meu sobrinho, Netinho, que vi nascer, acompanhei seus primeiros passos e pelo mesmo sempre tive enorme carinho.

Acho que a política não é para causar mal a ninguém, dividir famílias. Acredito que esse caso, no final das contas, fez mal a todos: a mim, que já passei dos 60 anos e tenho alguns problemas de saúde, a meu irmão Júnior, de quem sou próximo mais do que dos outros irmãos, minha cunhada Naíse, mulher guerreira, trabalhadora, que não merece passar por essa situação, como nós todos.

O próprio Netinho e seu sogro, o Irmão Naldinho, certamente não ganharam nada com isso. Tudo isso podia ter sido evitado se não se tivessem levado a frente a representação na justiça.

Não havia necessidade, afinal de contas a pesquisa é séria, o Instituto Contextto trabalha em vários municípios, sempre com expressivo número de acertos.

Não concordo com o uso político do meu nome, nem o envolvimento de filhos e até netos. Esse episódio não irá abalar a relação familiar porque o amor que tenho por irmãos, sobrinhos e todas as pessoas do meu sangue é maior do que isso.

Um comentário:

  1. Concordo com voce roberto.voce nao precisa exaltar nem um candidato nem daqui nem de fora.pesquisas nao sao realidades.

    ResponderExcluir