SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

sexta-feira, 27 de setembro de 2019

GILMAR REGISTRA O FIASCO DA FEIRA EM CAPOEIRAS


Repórter Gilmar Alves às 8h30 da  manhã de hoje estava na feira de Capoeiras. Chocado com o que viu no centro, com vazios, bancas sem clientes e pouquíssimas pessoas na Avenida João Borrego, tirou umas fotos e fez um registro jornalístico do fato.

Lamentável! Temos consciência de que existe um crise nacional, os negócios estão ruins por todo o Brasil, mas a situação é particularmente grave em Capoeiras.

Sexta passada estive em Caetés e fiquei admirado com a quantidade de carros no centro da cidade e o movimento no comércio. Em seguida fui a Capoeiras, por volta das 15h30 e apesar de ser o dia da feira circulei livremente com meu carro, pois o movimento já tinha acabado.

Tinha menos veículos em Capoeiras do que em Caetés, que realiza sua feira nas segundas.

Alguma coisa tem de ser feita para a "Terra dos Borrego" não voltar a ser vila.


*Nas redes sociais percebe-se que algumas pessoas tentam desqualificar a constatação de Gilmar Alves, inclusive, alegando que a foto é da semana passada, no final da feira. Tal alegação não se sustenta, pois na foto aparece o palco e as tendas da festa do estudante, que começa amanhã dia 28.

Nenhum comentário:

Postar um comentário