Assembleia Legislativa

Assembleia Legislativa
Assembleia Legislativa

quinta-feira, 23 de maio de 2019

CHICO BUARQUE E O PRÊMIO CAMÕES DE LITERATURA


Chico Buarque de Holanda é notícia esta semana em toda a imprensa nacional e no exterior.

É que o cantor, compositor e escritor recebeu o prêmio Camões de Literatura (o mais importante da Língua Portuguesa) pelo conjunto de sua obra.

Não foram somente seus livros que o levaram à conquista, mas também composições reconhecidas como verdadeiras obras de poesia.

Dentre os livros de autoria de Chico, estão Gota D´água (teatro), Calabar, o Elogio da Traição (teatro), Fazenda Modelo, Estorvo, Budapeste e Leite Derramado (romances). Algumas dessas obras foram adaptadas para o cinema ou televisão.

Algumas canções do artista poéticas ou literárias são Construção, Roda Viva, Valsinha, Fado Português, Geni e o Zepelin, Cálice, Apesar de Você, Sinhá (2011), Tua Cantiga (2018).

Alguns não gostam de Chico por não conseguir compreender sua obra, outros por motivos políticos. O que não se pode negar é a sua genialidade.

Bom lembrar que Bob Dylan, o pop star americano, ganhou o Prêmio Nobel de Literatura exclusivamente por suas canções.

O cantor brasileiro tem centenas de canções de qualidade, mas também escreve bons livros.

Apenas 12 brasileiros ganharam o importante prêmio lusitano, dentre eles os escritores Ferreira Gular, Dalton Trevisan, João Ubaldo Ribeiro, Rubem Fonseca e Lígia Fagundes Telles. 

2 comentários:

  1. O petralha caviar, Chico Jabuti. ganhou o prêmio, merecidamente, pelo conjunto da obra, principalmente, como um bom LETRISTA/POESIA que é. Pois como romancista é um desastre.

    ResponderExcluir
  2. Camões está se revirando na cova! Esse daí merecia o prêmio "enrolões" de esquerdismo!

    ResponderExcluir