sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

JOVENS QUEREM RENOVAR POLÍTICA EM GARANHUNS

A eleição para escolha do próximo prefeito de Garanhuns é em 2020. O tempo corre e muitos já se movimentam pensando em disputar uma vaga na Câmara Municipal ou mesmo a prefeitura.

Há previsão de que o Legislativo deve passar por uma grande renovação, pois existe insatisfação com os atuais vereadores, principalmente depois do episódio em que a direção da Casa Raimundo de Moraes chegou a publicar um edital de licitação para locar 14 veículos ao preço de meio milhão e meio de reais.

Nessa conjuntura, devem surgir alguns candidatos bem jovens, como Bruno Taveira, Gustavo Henrique e Matheus Martins, de diferentes correntes partidárias.

Esta semana  Gustavo Henrique (PDT) e Matheus Martins (PP), dois que admitem abertamente que são pré-candidatos à Câmara, tiveram uma boa conversa sobre política.

Debate foi centrado em cima do desafio de renovar a política em Garanhuns, além da possibilidade de uma união,  no futuro,  entre as candidaturas dois dois.

"Matheus, sem dúvida, é um ótimo quadro político. Ele tem um compromisso sério com a juventude garanhuense", afirmou Gustavo.

Tanto Matheus Martins como Gustavo Henrique fazem parte da oposição ao prefeito Izaías Régis (PTB).

"Gustavo é um cara novo. É um bom quadro político, tem potencial", disse Matheus.

Como dá para perceber, os jovens estão buscando o entendimento, o que é fundamental na arte de fazer política.

Um comentário:

  1. Lendo este esperançoso artigo e pegando uma carona nos arroubos juvenis(torço muito pela renovação política de Garanhuns) lembrei-me de um verso do grande poeta Ivanildo Vila Nova que diz o seguinte:

    Todo jovem, a princípio é sectário,
    atuante, grevista, condutor,
    antagônico, exaltado, pregador,
    um perfeito revolucionário,
    cresce, casa e se torna secretário,
    veja aí o que trata de fazer,
    leva logo a família a conhecer
    Disneylândia, Washington e Hollywood.
    NÃO CONHEÇO ESQUERDISTA QUE NÃO MUDE,
    QUANDO PEGA NAS RÉDEAS DO PODER.

    ResponderExcluir