terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

IVO AMARAL COMPLETA 85 ANOS


Nesta quarta-feira, dia 13 de fevereiro, Ivo Tinô do Amaral completa 85 anos de idade.

O prefeito do centenário de Garanhuns, do relógio das flores e do Festival de Inverno nasceu na Fazenda Salobro, hoje povoado de Imaculada, no município de Lajedo.

Ainda criança veio morar entre as Sete Colinas, tendo passado pelas salas do Colégio Diocesano e recebido lições que carregou pela vida do padre, depois monsenhor, Ademar da Mota Valença.

Ainda esteve um tempo no Recife, para terminar o antigo curso científico, mas logo retornou a Garanhuns para daqui não sair mais.

Em 1953 assumiu um emprego público na Secretaria de Agricultura do Estado e dois anos depois, em 55, casou-se com Edjenalva Santana Capitol.

O casal teve oito filhos, sete mulheres e um homem, Ivo Jr., advogado de renome na capital. Uma das filhas, Tereza, há anos trabalha na Fundarpe, outra, Ângela, é professora universitária, no Recife.

Cláudia Amaral, das mais novas, gerencia a Rádio FM Sete Colinas, a pioneira em Garanhuns em frequência modulada.

Ivo Amaral foi vereador, vice-prefeito de Amílcar Valença e em 1977 assumiu pela primeira vez a prefeitura, depois da memorável campanha de 1976, quando saiu vitorioso enfrentando respeitados adversários.

Retornaria ao cargo de prefeito em 1988, exerceria dois mandatos de deputado estadual, deixando um legado de obras e ações ainda hoje lembrados por muitos garanhuenses.

Prefeito de fazer obras de pedra e cal, de investir no homem do campo, na educação, na saúde e no turismo, Ivo foi um governante com visão de futuro, preocupado também com a cultura, tanto que foi um dos poucos gestores a adotar uma política de edição de livros, tendo reeditado a obra de Luís Jardim, até hoje o maior nome de Garanhuns nas letras.

Como se fosse pouco a construção de praças, a pavimentação de ruas, o asfaltamento de ruas (Garanhuns foi a primeira cidade do interior a ter pavimentação asfáltica, em sua gestão), a valorização do funcionalismo, a modernização da cidade, Amaral ainda construiu o relógio de flores, ainda hoje o principal cartão postal das Suíça Pernambucana.

E em 1991, com o apoio do então governador Joaquim Francisco, criou o Festival de Inverno, hoje um patrimônio não só de Garanhuns, mas de Pernambuco e do Nordeste.

Em 2014, quando fez 80 anos, Ivo Tinô do Amaral foi o grande homenageado do Festival de Inverno de julho, por decisão do governador da época, Eduardo Campos.

A história de Garanhuns se confunde com Ivo Amaral. Muito já se disse ou se escreveu sobre ele, os moradores mais antigos sabem da sua importância para o desenvolvimento do município, muitos dos seus amigos e antigos eleitores não o esquecem.

Nesta quarta, muitos irão lhe telefonar ou lhe dar um abraço na sua casa, na Avenida Rotary. Uma residência relativamente modesta, para um homem que exerceu tantos cargos públicos.

É que ele é de um tempo em que se tinha mais seriedade com a coisa pública, se fazia mais pela cidade do que por si ou pela família.

Neste momento, antecipadamente, nós queremos parabenizar e mandar um abraço a esse homem arretado que nasceu em Lajedo, mas veio para a terra boa das águas cristalinas para se tornar cidadão de Garanhuns e possivelmente o melhor prefeito deste município até hoje.

Parabéns pelos 85 anos, Ivo Amaral e que o bom Deus lhe dê ainda muitos anos de vida.

*Na foto reproduzida do blog Aqui na Cozinha, Edjenalva e Ivo Amaral.

Um comentário:

  1. A DUPLA IVO TINÔ DO AMARAL & AMÍLCAR DA MOTA VALENÇA SERVE TANTO DE EXEMPLO A SER COPIADO COMO É UM PONTO DE REFERÊNCIA A TURMA JOVEM QUE VAI ASSUMIR A PREFEITURA A PARTIR DE 2020...

    ResponderExcluir