SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

ALEPE

ALEPE
ALEPE

sábado, 16 de fevereiro de 2019

A LUTA DE CAPOEIRAS PELA CONCLUSÃO DA PE-193


PE-193 – trecho concluído
PE-193 – trecho abandonado

Em Capoeiras,  Ailton Lino (PIU), defendeu a união de todos os vereadores do município em defesa do término da obra de asfalto da PE-193.

Ele, como muitos, consideram uma vergonha que menos de 5 km de rodovia estejam esperando o asfalto e a conclusão da obra, que começou quando Eduardo Campos ainda era o governador.

Passaram os 11 meses da administração de João Lyra, quatro anos de Paulo Câmara e nada de concluírem a PE, que liga São Bento do Una a Capoeiras.

Promessas já foram feitas pela direção do DER, pelo próprio governador, mas foram como palavras ao vento.

Tudo continua do mesmo jeito, apesar de Capoeiras e São Bento serem governados por prefeitas do PSB.

Na verdade, meu caro vereador Ailton Lino, a união deve ser mais ampla: que entrem nesta luta todos os vereadores, os prefeitos de Capoeiras, Caetés e São Bento, os deputados estaduais do agreste, como Claudiano, Romário, Álvaro e Sivaldo, além  da imprensa da região.

Raimundo no blog Capoeiras, tem feito a sua parte, assim como nós neste espaço.

Graças ao prestígio de Armando e Neide , Paulo Câmara ganhou com sobras a eleição em Caetés e Capoeiras, perdendo em São Bento do Una.

Desde que o asfalto foi interrompido praticamente às portas de Capoeiras, já foram dadas quatro ordens de serviço para conclusão da obra, sem que nada tenha sido feito.

O custo do serviço, segundo o ex-vereador Washington Cadete, é de R$ 60 milhões. É o que gastaram no luxuoso prédio da Compesa, no Recife.

Que se unam os vereadores, os deputados, os prefeitos, os moradores dos municípios envolvidos, os radialistas, jornalistas e blogueiros: todos pela PE-193.

Muitos municípios serão beneficiados com a estrada enfim totalmente asfaltada: São Bento, Capoeiras, Caetés, Garanhuns, Jucati, Sanharó, Belo Jardim, Lajedo e muitos outros que passarão a usar a via para chegar ao seu destino.

No caso dessa rodovia, o problema não é propriamente a falta de dinheiro. É mais falta de determinação política, de compromisso, de interesse em terminar um trabalho iniciado por Eduardo Campos, que só teve a memória respeitada quando se precisou do nome dele para ganhar eleição.

Um comentário:

  1. O GOVERNADOR DA BURAQUEIRA TAMBÉM PODE SER TAXADO COMO O ABANDONADOR DE RODOVIAS, SÓ EM PERNAMBUCO JÁ EXISTEM MAIS DE 1.500 OBRAS ABANDONADA PELO PODER PÚBLICO IRRESPONSÁVEL...

    ResponderExcluir