Garanhuns

Garanhuns
Fique em dia com Garanhuns

GOVERNO DE PERNAMBUCO

GOVERNO DE PERNAMBUCO
Presença do Governo no Agreste Meridional

terça-feira, 18 de abril de 2017

UM ANO DEPOIS DO DIA DA VERGONHA, COMO ESTÃO OS POLÍTICOS QUE VOTARAM A FAVOR DO IMPEACHMENT?


Há um ano a democracia no Brasil era ferida de morte, quando parlamentares, depois comprovadamente envolvidos com esquemas de corrupção, tiraram Dilma Rousseff da Presidência da República, sem que essa tivesse cometido qualquer crime. Passado um ano do golpe parlamentar midiático, delações dos corruptores da empreiteira Odebrecht e divulgados pelo ministro Edson Fachin, deixam a cada dia os brasileiros mais estarrecidos com o mar de lama de propinas, desvios, e esquemas sórdidos para roubar o erário público.

A primeira mulher a ocupar o mais alto cargo do país, como se sabe, está viajando o mundo para denunciar o golpe de que foi vítima. Dilma está de cabeça erguida, pois até hoje não foi provado nada contra ela, muito diferente de alguns políticos que se apresentavam como reservas da ética e da moralidade.

O site Socialista Morena mostrou onde estão alguns desses políticos um ano após o chamado dia da vergonha. Abaixo a lista de alguns responsáveis pela queda da presidente Dilma Rousseff, eleita com mais de 54 milhões de votos:

Michel Temer: citado na Lava-Jato, o presidente ilegítimo já precarizou a vida do trabalhador, congelou gastos com a saúde e a educação pelos próximos vinte anos e agora planeja destruir a aposentadoria.

Ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha: está preso em Curitiba, acusado de receber propina por um contrato de exploração de petróleo no Benin, na África, e de usar contas na Suíça para lavar o dinheiro.

Deputado Jair Bolsonaro: o parlamentar que homenageou o torturador de Dilma em seu voto está sendo processado por quilombolas do país inteiro por insultá-los em uma palestra no clube Hebraica, no Rio. As ofensas já resultaram em uma ação do MPF no Rio de Janeiro.

Deputada Raquel Muniz (PSD-MG): chamou a atenção ao gritar “sim! sim! sim!” e dedicar o voto ao marido, prefeito de Montes Claros, que foi preso no dia seguinte.

Geddel Vieira Lima: saiu do ministério de Temer após a revelação de que pressionava o ministro da Cultura, Marcelo Calero, para liberar um prédio embargado pelo IPHAN em Salvador onde teria um apartamento. Geddel também é citado como tendo recebido milhões em caixa 2 da Odebrecht.

Deputado Bruno Araújo (PSDB-PE): autor do voto de número 342, que autorizou a abertura do processo, se tornou ministro das Cidades do governo golpista e é acusado de lavagem de dinheiro e corrupção passiva e ativa na Lava-Jato.

Deputado Wladimir Costa (SD-PA): enganou muita gente posando de democrata com a bandeira amarrada no pescoço. Em fevereiro deste ano, o TRE do Pará cassou seu mandato por unanimidade por ter recebido dinheiro “oriundo de fontes não declaradas” (caixa 2) e ter omitido doações à Justiça Eleitoral.

Deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ): votou a favor do impeachment elogiando Eduardo Cunha. “O senhor entra para a história hoje”. Agora, ele e seu pai, César, a quem também homenageou, viraram réus na Lava-Jato, acusados de terem recebido pagamentos irregulares da construtora Odebrecht.

Deputado Jovair Arantes (PTB-GO): o relator do processo de impeachment foi citado em escutas da operação Carne Fraca, em que um fiscal aparece fazendo um pedido de dinheiro a um frigorífico para sua campanha.

Deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS): membro da “bancada ética” (sic), Lorenzoni votou pelo impeachment “para dizer um basta à roubalheira”. Mas foi delatado na Lava-Jato como suspeito de falsidade ideológica por não ter declarado ao TSE o recebimento de 175 mil reais da Odebrecht.

Deputado Paulinho da Força (SD-SP): votou na Câmara contra a “boquinha do PT” e o “roubo generalizado”, mas aparece na lista do ministro Facchin em dois inquéritos, acusado de corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro por ter recebido doações irregulares da Odebrecht.

Os paneleiros: permanecem em silêncio. As panelas voltaram a soar apenas quando o PT transmitiu seu programa de TV, semana passada. Contra outros partidos, nada.

E Dilma, onde está?

Enquanto o Brasil descobre que Marcelo Odebrecht tentava pressioná-la para barrar a Lava-Jato e que não se encontra nenhuma comprovação de que tenha feito algo ilegal, a presidenta eleita do Brasil faz uma série de palestras em universidades dos Estados Unidos denunciando o golpe e a situação em que nosso país se encontra. Nada como ter a consciência tranqüila.

*Foto: Gazeta do Povo. **Vídeos dos votos a favor do impeachment de alguns parlamentares aqui.

9 comentários:

  1. ONTEM, 17 DE ABRIL, FEZ UM ANO QUE O BRASIL SE LIVROU DA CAFETINA DE EMPREITEIRA QUE SE ELEGEU COM DINHEIRO SUJO E NUNCA TEVE UM MANDATO LEGÍTIMO. MAS O ESTRAGO JÁ ESTAVA FEITO E O BRASIL ENFRENTA SEU TERCEIRO ANO DE RECESSÃO E DESEMPREGO.

    P.S1.: - Para fechar a tampa do tabaqueiro só falta mesmo o CAMELÔ DE EMPREITEIRAS ir morar definitivamente na República de Curitiba e cair de uma vez por toda nos braços de TONHÃO-PÉ-DE-MESA...

    P.S2.: - A propósito, que tal a nossa CONTAGEM REGRESSIVA: Só faltam 257 dias para 2017 arrastá-lo à cadeia...

    ResponderExcluir
  2. DILMA, VIAJANDO COM RECURSOS PÚBLICOS E ASSESSORES PAGOS PELOS CONTRIBUINTES, ESMERA-SE EM NOS ENVERGONHAR QUANDO, INCAPAZ DE CONCATENAR RACIOCÍNIOS COMPREENSÍVEIS, REPETE PALAVRAS DE ORDENS DESCONEXAS AGREDINDO O ESTADO DE DIREITO, AS INSTITUIÇÕES E REVELA SUA INCAPACIDADE PESSOAL DE LIDAR COM AFASTAMENTO CONSTITUCIONAL DO CARGO QUE DESONROU POR TER COMETIDO CRIME DE RESPONSABILIDADE E COLOCADO NO PÉ DO CIPA 150 MILHÕES DE REAIS DA ODEBRECHT PARA SER REELEITA NA BASE DA FRAUDE, PROPINA E EMBROMAÇÃO...

    P.S.: - O dia de ontem, há um ano festejávamos um momento magnifico da nossa história. Até porque, golpe é vencer eleições de 2002, 2006, 2010 e 2014 com a campanha financiada com dinheiro roubado do povo, desviado das obras públicas (foram "apenas" 3,5 bilhões de dólares...) concorrendo da forma mais desleal e vil. Como não há mal que dure para sempre, já está passando da hora de Lula e Dilma serem condenados e presos.

    ResponderExcluir
  3. DEPOIS DE UM ANO DO MAGNÍFICO E DESLUMBRANTE TCHAU QUERIDA, DONDE, HÁ 13 ANOS UMA ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA HAVIA SE APOSSADO DO ESTADO E PASMEM, A GENTE TINHA COMO governANTA A ESQUIZOFRÊNICA presidANTA INCOMPETENTA TARJA PRETA, TIVEMOS UMA ATITUDE FENOMENAL DO EXTRAORDINÁRIO JUIZ SÉRGIO MORO. SENÃO VEJAMOS:

    Como se sabe, qualquer advogado ruim é remunerado, imagina os TAMPA DE CRUSH!!! Pois bem, os excelentes e capacitados advogados do Lula arrolaram 87 testemunhas na ação penal sobre a compra do terreno onde seria construída na base da maracutaia a nova sede do Instituto Lula. O imóvel foi comprado pela Odebrecht por 12 milhões de reais a pedido de Paulo Okamotto, segundo Marcelo Odebrecht.
    SARCASTICAMENTE, Moro dá o troco quando decidiu ouvir as 87 testemunhas, mesmo considerando o número "EXAGERADO", mas exigiu a presença de Lula em todas. Eis a MARAVILHA DE DESPACHO do magistrado:

    "Será exigida a presença do acusado Luiz Inácio Lula da Silva nas audiências nas quais serão ouvidas as testemunhas arroladas por sua própria Defesa, a fim de prevenir a insistência na oitiva de testemunhas irrelevantes, impertinentes ou que poderiam ser substituídas, sem prejuízo, por provas emprestadas."

    P.S.: - TODO TROMBADINHA EVITA AO MÁXIMO FICAR FRENTE A FRENTE COM UM JUIZ. IMAGINEM 87 VEZES O LULA NA FRENTE DE UM LEÃO LAMBENDO OS BEIÇOS...

    ResponderExcluir
  4. Continuando nesse mesmo diapasão das 87 testemunhas, no dia 15 de setembro de 2016, em discurso, ATREVIDAMENTE, Lula vomitou essas palavras ao bostejar no microfone: “Provem uma corrupção minha que irei a pé até a delegacia, como as pessoas vão a pé até Aparecida do Norte para pagar pecados”. Destrinchando o bostejar de Lula ao pé da letra, em bom português, digo melhor, matematicamente falando à distância de São Paulo a Curitiba é de 410 KM. POIS BEM!!! 410 x 87 = 35 mil quilômetros... FICA BEM ALI!!!

    P.S1.: - Não sei se o meliante vai aguentar o REPUXO, pois o traste já está definhando, só que: o Juiz Sérgio Moro vai fazer dele um picadinho...

    P.S2.: - Quanto a canalhocrata da Dilma tá querendo a todo custo escapar o quanto antes de um bracelete chaveado e de um GPS judiciário tipo assim tornozeleira eletrônica, mas será um sonho que jamais a anta vai realizar, pois o ponderado Juiz Sérgio Moro está no encalço dela. É SÓ UMA QUESTÃO DE TEMPO!!!

    ResponderExcluir
  5. O IMPEACHMENT, OU SEJA: O AFASTAMENTO CONSTITUCIONAL DA CÉREBRO DE CRUSTÁCEO FOI A MELHOR COISA QUE PODERIA TER OCORRIDO PARA ESSA NAÇÃO TÃO ROUBADA, TÃO ESPOLIADA, TÃO SAQUEADA POR UMA GANGUE QUE PRATICOU O MAIOR ASSALTO A EMPRESAS ESTATAIS QUE SE TEM CONHECIMENTO AO REDOR DO MUNDO. AO COMPLETAR UM ANO QUE A PUTADA PETRALHA FOI VARRIDA DO MAPA, A NOSSA MUSA ADVOGADA DO IMPEACHMENT, A COMPETENTÍSSIMA JANAÍNA PASCHOAL QUE FICARÁ "APREGADA" NOS ANAIS DOS LIVROS DE HISTÓRIA DO PAÍS ESCREVEU O SEGUINTE. DOIS PONTOS:

    -"Emílio Odebrecht confirmou o que escrevemos em nossa denúncia, ao trazer detalhes das operações feitas com a ditaduras parceiras do petismo. Lula garantiu a liberação do dinheiro pelo BNDES e, depois, Dilma perdoou a dívida. Como faláramos, já em setembro de 2015, o conluio entre Odebrecht, Lula e Dilma é inegável. No lugar de enfrentar os fatos, como fez durante todo o processo de impeachment, o advogado de Dilma ressuscita a teoria da vingança. Trata-se de uma cortina de fumaça para, novamente, fugir de explicar as graves imputações. Aproveitam o fato de haver muitos políticos e partidos acuados, para tentar dar cores à ficção do golpe. A estratégia deles é a maior prova de sua culpa.".

    JANAÍNA COMPLETOU:

    "Após um ano o que veio à tona após o afastamento de Dilma prova que fizemos um grande bem ao país, tirando esse partido do poder. A prova que Dilma sempre soube e participou ativamente de tudo é que, apesar das revelações, ela continua fazendo cara de paisagem. Ela é muito mais esperta do que parece. Enganados fomos nós. Como sempre disse, que caia quem tiver que cair, não tenho partido nem político de estimação. O impeachment foi a melhor coisa que poderia ter ocorrido para o nosso país. Se voltássemos no tempo, pediria o impeachment de novo. A única diferença seria que a delação da Odebrecht seria anexada."

    P.S.: - NESSES ÚLTIMOS 13 ANOS, LULA E DILMA FIZERAM UM MAL MUITO MAIOR AO BRASIL QUE MARCOLA OU FERNANDINHO BEIRA MAR...





    ResponderExcluir
  6. Está no Caderno Poder, da Folha de São Paulo de hoje:
    “Da cadeia, Cunha diz que Temer agendou reunião com empresa.”
    “Ex-deputado CONTESTA versão do presidente sobre encontro no qual, segundo delatores, discutiu-se propina de US$ 40 milhões a membros do PMDB.”
    “Em nota escrita do complexo penal onde está preso, em Curitiba, o ex-deputado Eduardo Cunha REBATEU a entrevista do presidente Michel Temer, no sábado (15), à TV Bandeirantes. – Na nota, Cunha questiona dois pontos principais: no primeiro, SUSTENTA que o encontro de 2010 – em que delatores da Odebrecht dizem ter negociado propina para o PMDB em reunião em que ele, Cunha, e Temer participaram – foi agendado DIRETAMENTE com o presidente. – No segundo ponto, Cunha afirma que a decisão de abrir o PROCESSO de IMPEACHMENT de Dilma Rousseff, em dezembro de 2015, foi discutida com o então vice-presidente, dois dias antes de oficializada a abertura do processo.” - (Basta ler a matéria por inteiro.) /.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Advogada Janaína Pascoal afirmar que fez um bem ao Brasil pedir o impeachment da Dilma ao que me parece,ela fez um grande mal ao pais e ao PMDB.

      Senão hoje o Michel Temer com Renan Calheiros,Eduardo Cunha,Moreira Franco,Eliseu Padilha,Sarney,Sérgio Cabral, Pezão,Romero Jucá e Gedel Vieira todos do PMDB estariam todos alegres e felizes e o povão estariam lhe dando mais de 90% de aprovação.0 que estar acontecendo? Deu certo ou deu errado?

      Os aposentados, os trabalhadores,os Estudantes e Professores hoje eram para estarem todos alegres e felizes.Todos deveriam aprovar o governo do impeachment!

      Excluir
  7. Só há uma maneira de explicar o fenômeno, diz o jornalista Josias de Souza: faltam alternativas. O brasileiro olha ao redor e vê que a alternativa ao sujo é uma série de mal lavados. A isso se resumiu a política brasileira em tempos de Lava Jato: uma gincana de lama.

    P.S1.: - O DESGOVERNO PETRALHA FOI UMA ENGENHARIA “LARANJÁTICA”, ESCANDALOSAMENTE CRIMINOSA...

    P.S2.: - LOGO, LOGO, A JARARACA IRÁ PARA A ILHA DAS COBRAS...

    P.S3.: - PARA O BEM DA MORALIDADE GERAL DA NAÇÃO, APELAMOS: LULA, TEJE PRESO!!!

    P.S4.: - PARA OS QUE NÃO SOFREM DA CEGUEIRA DO FANATISMO SABEM MUITO BEM QUE O PT ACABOU. FOI SUGADO OU CHUPADO POR LULA E SUA TURMINHA ATÉ O BAGAÇO FEITO ROLETO DE CANA.

    ResponderExcluir
  8. A situação do “AMIGO” é periclitante. E agora SEBOSO!!! Vai picar a mula ou vai querer ir a pé pra Curitiba?!?!?! Que situação, vida de bandido deve ser uma desgraça, não?!?!?! se correr o JUIZ pega, se ficar o JUIZ prende…

    P.S.: – ESTÁ ESCRITO NAS TÁBUAS DE MOISÉS: NO DIA EM QUE O LULA CAIR, ACABA O PT. FECHA PRA BALANÇO!!!

    ResponderExcluir