Festival Viva Dominguinhos

Festival Viva Dominguinhos
A valorização da música regional

quinta-feira, 13 de abril de 2017

MARINHO ENCAMPA LUTA PELOS FEIRANTES DE GARANHUNS

Na terça-feira, dia 11, aconteceu no auditório da Câmara de Vereadores de Garanhuns a primeira reunião do Fórum Permanente de Discussões sobre as Feiras Livres da cidade. 

O evento foi organizado pelos vereadores Marinho da Estiva, Gil PM, Professor Marcio e a Associação dos Feirantes de Garanhuns,  tendo na presidência a senhora Silvana Monteiro.

Com objetivo principal levantar e discutir temáticas referentes às feiras livres do município, neste primeiro momento foi dada ênfase na padronização das feiras e defendida a permanência das carnes nas mesmas.

Esses temas estes geram grande preocupação entre os feirantes, população em geral, vereadores  que se fizeram presentes no fórum, representante da Prefeitura Municipal, Associação dos Feirantes de Garanhuns, feirantes e sociedade civil em geral.

Com o plenário lotado, todos que se fizeram presente tiveram a oportunidade de expor suas preocupações e anseios bem como usufruíram do espaço para fazer perguntas que viessem a diminuir possíveis dúvidas referentes à temática principal.

O vereador Marinho da Estiva demonstrou preocupação  quanto à forma que se dará o processo de padronização, para que não haja danos e  perdas para os feirantes.

Marinho se posicionou contra a privatização das feiras livres de Garanhuns.

Os vereadores e outros que participaram do debate, consideram que foi um momento muito rico e proveitoso, onde o espírito de coletividade falou mais alto, o que ficou bastante evidenciado na ocasião.

Ainda durante as discussões do fórum, os feirantes receberam a notícia, transmitida por Wanderley Lopes, Secretário Especial do Prefeito Izaías Régis, que o gestor conseguiu junto ao Ministério Público prorrogação do prazo para adequação das carnes nas feiras livres.

Essa prorrogação irá beneficiar principalmente os que trabalham vendendo carnes nas feiras livres de Garanhuns, uma vez que os mesmos já estavam com o prazo estabelecido pelo Ministério Público para saírem das feiras em agosto de 2017.

O prazo foi prorrogado por mais três anos e também foi assumido pelo Poder Público o compromisso que ainda este ano será lançado o edital para padronização das feiras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário