Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

COMO FOI A POSSE DE ROSSINE E LÊDA EM LAJEDO


Mais um dia para entrar para história de Lajedo, marcado pelo 1º de janeiro de 2017 e com centenas de testemunhas lajedenses. Foi o dia da posse do prefeito reeleito, Rossine Blésmany dos Santos Cordeiro e da vice, primeira mulher no Poder Executivo, Lêda Machado. A cerimônia teve início na Câmara e seguiu na Praça Joaquim Nabuco, conhecida praça da prefeitura. Marcada por muitos aplausos, a posse anunciou uma nova forma de o Executivo governar através da opinião popular.

Na Câmara de Vereadores, o vereador então recentemente eleito, Denysson Vilela comandou a cerimônia de posse do prefeito Rossine. A Casa José Vital dos Santos não coube tantos lajedenses que assistiram atentos ao juramento. Na mesa estavam, além do presidente da Câmara, líderes políticos da cidade como Adelmo Duarte e Lídio Cosme, dr. Pedro Melo, o presidente da OAB seccional Garanhuns Jorge Wellington, o empresário Marquinhos Viana, o secretário de Governo Diogo Quintino e o deputado estadual Álvaro Porto.

Um dos discursos mais aplaudidos pela população foi o de Jorge Wellington que frisou o ótimo desempenho do primeiro mandato de Rossine: “cada centavo do dinheiro desse governo trará benefício para o lajedense”. Da Câmara, o prefeito, a vice e vereadores foram acompanhados pelo povo ao som da Orquestra 24 de Dezembro até a Praça da Prefeitura, onde mais um aglomerado de pessoas aguardava o seu discurso.

O deputado Álvaro Porto deu início às palavras dos representantes políticos dizendo que o povo de Lajedo continua no rumo certo e que o prefeito reeleito retirou Lajedo do atraso, assegurado por Adelmo que confirmou que por quatro anos estão em boas mãos, pois Rossine é um prefeito que sabe olhar para os pobres e respeita o dinheiro público, relembrando os elogios ganhos pelo Tribunal de Contas, por exemplo. Ainda, o ex-prefeito Lídio Cosme garantiu que o povo lajedense atestou Rossine como um dos melhores prefeitos de Lajedo.

Pedro Melo que já foi vice-prefeito e vereador da cidade e tem amplos serviços prestados parafraseou São Francisco de Assis com as seguintes palavras: “comece fazendo o que é necessário, depois o que é possível e de repente está fazendo o impossível”, relacionando o trabalho do prefeito nesses 4 anos de mandato que atende ás primárias precisões da população, com justiça e ressaltou que quem manda em Lajedo é o próprio povo.

Por fim, a vice-prefeita Lêda festejou dizendo que a maior festa que podia ter alí era a presença do povo, e pelos seus mandatos que somaram 28 anos de política tinha orgulho da profissão, permanecendo íntegra. Em seguida, o prefeito empossado relembrou que há 8 anos vêm tendo vitórias políticas e que neste novo mandato que se inicia “vamos precisar muito que a população participe, e precisa ouvir. Vou abrir as portas das decisões governamentais”, disse Rossine. Ainda teve homenagem entregue à família do secretário de obras, falecido há 15 dias, Edcarlos Cordeiro.


Nessa premissa, Rossine antes de finalizar as cerimônias ao final da tarde informou que o secretariado será anunciado na segunda, 02 de janeiro e na primeira quinzena os demais escalões. E convidou todos os cidadãos a uma audiência pública na quadra do Colégio Normal, na sexta-feira próxima, 06 de janeiro às 9h da manhã. (Da Assessoria de Comunicação).

Nenhum comentário:

Postar um comentário