Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

MINISTRO DO STF TIRA RENAN DA PRESIDÊNCIA DO SENADO

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello concedeu liminar nesta segunda-feira (5) para afastar Renan Calheiros (PMDB-AL) da presidência do Senado. O ministro atendeu a pedido do partido Rede Sustentabilidade e entendeu que, como Renan Calheiros virou réu, não pode continuar no cargo em razão de estar na linha sucessória da Presidência da República.
Após a decisão de afastar o peemedebista da presidência do Senado, Marco Aurélio deverá levar a decisão liminar (provisória) a referendo do plenário do Supremo, o que ainda não tem data para ocorrer.
"Defiro a liminar pleiteada. Faço-o para afastar não do exercício do mandato de Senador, outorgado pelo povo alagoano, mas do cargo de Presidente do Senado o senador Renan Calheiros. Com a urgência que o caso requer, deem cumprimento, por mandado, sob as penas da Lei, a esta decisão", afirma o ministro no despacho.
Na semana passada, o plenário do Supremo decidiu, por oito votos a três, abrir ação penal e tornar Renan réu pelo crime de peculato (apropriação de verba pública).
Segundo o STF, há indícios de que Renan fraudou recebimento de empréstimos de uma locadora de veículos para justificar movimentação financeira suficiente para pagar pensão à filha que obteve com a jornalista Mônica Veloso.
E também há indícios de que usou dinheiro da verba indenizatória que deveria ser usada no exercício do cargo de Senador para pagar a locadora, embora não haja nenhum indício de que o serviço foi realmente prestado.

Antes, em novem, o Supremo começou a julgar ação apresentada pela Rede sobre se um réu pode estar na linha sucessória da Presidência. Para seis ministros, um parlamentar que é alvo de ação penal não pode ser presidente da Câmara ou presidente do Senado porque é inerente ao cargo deles eventualmente ter que assumir a Presidência. O julgamento não foi concluído porque o ministro Dias Toffoli pediu vista, ou seja, mais tempo para analisar o caso.


5 comentários:

  1. DAQUI A DOIS ANOS, O CANGACEIRO DE ALAGOAS SERÁ CANDIDATO MAIS UMA VEZ A PRESIDÊNCIA DO SENADO E, NÃO TENHO O MENOR FARELO DE DÚVIDA QUE, OS DOZE SENADORES DO PT VOTARÁ EM PESO NESSE CRETINO, COMO FEZ DAS ÚLTIMAS DUAS VEZES, MESMO SABENDO QUE ESTAVA VOTANDO EM UM BANDIDO...

    P.S.: - O PT é um tipo do partido político que ao negar imoralidade é Piada do Ano. O próprio partido já é uma imoralidade, pelo conjunto da obra.

    ResponderExcluir
  2. Estão se esforçando para levantar a REDE DE SUSTENTABILIDADE DO PT!


    MAIS NÃO VAI DAR CERTO!

    ResponderExcluir
  3. Em que pese ser um cafajeste petralha, o imprestável que vai assumir a presidência do Senado da República que mais uma vez será um bate pau do Lula, lá das bandas do Acre, capital da Bolívia, mesmo assim, foi bom!!! E porque não dizer, foi ótimo!!! Até que o Supremo não julgue o agravo regimental — e a decisão do Ministro Marco Aurélio, tio do pilantrão Collor de Mello das Alagoas pode até ser confirmada —, a presidência do Senado será assumida pelo almofadinha do PT, um tal de Jorge Viana do Partido dos Trambiqueiros(PT). OUVINDO AS VOZES ROUCAS DA RUA, de ontem, Marco Aurélio resolveu acatar os seus reclamos, ainda que tomando uma decisão ilegal, e DEPÔS o cangaceiro do Renan. MESMO ERRADA A DECISÃO DO MINISTRO, DIZEMOS EM SUA VOZ: PEGA CANALHA, POR TER SIDO VOTADO DUAS VEZES PELA PETEZADA COMO CANDIDATO A PRESIDENTE DO SENADO E SE TORNADO CONSELHEIRO SENTIMENTAL, DIGO, JUMENTAL DA DILMA PEDALADA POR QUASE SEIS DESASTRADOS ANOS DE TRISTE MEMÓRIA!!!


    P.S.: - QUEM COM O FERRO FERE COM ELE SERÁ FERIDO. POIS, JUSTAMENTE O RENAN JUNTAMENTE COM LEWANDOWSKI, ESSES DOIS PETRALHAS ASSUMIDOS, QUE PASSARAM POR CIMA DA CONSTITUIÇÃO NO FATIAMENTO DA PENA REFERENTE À DILMA PEDALADA QUE FORA CHUTADA NA BUNDA PELO CONGRESSO NACIONAL. AGORA, SÓ FALTAM O PADILHA E O JUCÁ. E O LULA PRESO, CLARO!!! DE PREFERÊNCIA, ANTES DO NATAL...


    ResponderExcluir
  4. Quem convocou os movimentos populares para se minisfestarem mais uma vez em 04 de dezembro de 2016 durante uma tragédia ocorrida com 71 vidas de brasileiros e estrangeiros?

    Quando eu vi várias bandeiras amarelas eu pensei logo,trata-se de pessoas ligadas aos que golpearam a presidente Dilma com um impeachment sem pé e sem cabeça,haja vista que,o Michel Temer vice da Dilma e do PT assinou mais de 10 bilhões de PEDALADAS FISCAIS, o qual, cometeu crime igualzinho a presidente se é que foi um crime bárbaro?

    Crime de lesa pátria é a gente ver os DEPUTADOS FEDERAIS e os SENADORES aprovarem de 2002 até 2016 R$ 26.545,00 de aumentos quando a economia vem sofrendo uma grande crise internacional quando o BUSH dos EUA quebrou o seu país tomando ao mundo 4 trilhões de dólares em 2009 após a posse de Barack Russein Obama.

    Fica provado que o impeachment foi uma FARSA e que a meta foi "derrubar a Dilma do poder e depois sangrar essa operação lava jato",palavras de Romero Jucá do PMDB.

    A melhor saída seria renúncia do Vice Presidente,haja vista que, todos os que estão na sua sucessão foram eleitos comprando e negociando com todas as empresas privadas os montões de dinheiro público para se fazer as campanhas milionárias e bilionárias tirando assim da boca dos pobres o pão de cada dia.Olhe aí a gasolina subindo de novo!!!!

    ResponderExcluir
  5. LEIA-SE: OS DOZE SENADORES DO PT VOTARÃO EM PESO

    ResponderExcluir