Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

domingo, 20 de novembro de 2016

QUANDO GARANHUNS FICOU SEM O TREM DE PASSAGEIROS


No site Estações Ferroviárias do Brasil encontramos algumas informações sobre quando o trem começou a circular por Garanhuns e também quando o ramal ferroviário foi desativado.

Segundo o citado sítio da internet, o ramal de trens em Garanhuns foi aberto em 1887 como trecho final da ferrovia vinda de Recife.

Com a construção da Estação Ferroviária Sul de Pernambuco, ligando a estação de Paquevira a Alagoas, em 1894, o trecho até Garanhuns transformou-se num ramal.

A estação de Garanhuns, hoje o prédio do Centro Cultural,  foi inaugurada em 1887 como ponta da linha que vinha do Recife.

O imóvel preserva a arquitetura inglesa do século XIX e seria, portanto, o prédio original da estação.

O ramal e a estação foram desativados no dia seis de novembro de 1971.

A estrutura original foi construída em 1887 e até a década de 1960 funcionou como estação ferroviária.

Em 1979, foi restaurada e transformada no atual Centro Cultural, que abriga o Teatro Luiz Souto Dourado, além de diversas salas de exposições.

À sua frente está a Praça Dom Moura, de um lado a Praça Tiradentes e do outro a Praça Mestre Dominguinhos.

Estas duas últimas foram construídas sobre o pátio ferroviário desativado em 1971.

Muitos consideram um grande erro cometido pelo governo brasileiro da época a desativação das linhas de trens na maioria das cidades, como foi o caso de Garanhuns e Caruaru.

O país passou a ser planejado só para o automóvel, quando o certo teria sido modernizar o transporte ferroviário e poderíamos conviver muito bem com os dois sistemas.

Sabemos que na Europa inteira se usa muito o trem e diversos países podem ser visitados com as pessoas usando esse tipo de transporte.


No Brasil de hoje os trens sobrevivem precariamente em poucas cidades e os metrôs são utilizados apenas nos deslocamentos urbanos, nas grandes cidades.
Estação de trens de Garanhuns em 1928

4 comentários:

  1. ENTRE OS ANOS DE 1904 A 1917, ESSA ESTAÇÃO ERA PONTO DE PARADA E DE PARTIDA DO MAIOR INDUSTRIAL DO NORDESTE: CORONEL DELMIRO GOUVEIA. DELMIRO, SAIA EM SEUS AUTÓMÓVEIS FAZENDO O PERCURSO DE, SAINDO DE PEDRA(HOJE DELMIRO GOUVEIA-AL), DORMIA
    EM SANTANA DO IPANEMA E DEPOIS SEGUIA VIAGEM PARA GARANHUNS, DAQUI, DEIXAVA OS AUTOMÓVEIS E SEGUIA DE TREM PARA RECIFE.

    P.S1.: Delmiro Gouveia, O MAUÁ DE ALAGOAS, por ter morado cerca DE 20 anos em Recife(ATÉ OS 30 ANOS QUANDO SAIU FUGIDO E SE ARRANCHOU EM PEDRA-AL), teve como seu funcionário O INDUSTRIAL JOÃO SANTOS que morreu com 101 anos de idade. João Santos, que se tornou o industrial do cimento em Pernambuco, teve como seu primeiro emprego e o primeiro patrão, justamente DELMIRO GOUVEIA, numa casa de couro de animais.

    P.S.: - Delmiro Gouveia, considerado o Barão de Mauá das Alagoas e do Nordeste, morreu aos 54 anos de idade ASSASSINADO no oitão ou no alpendre de sua casa em Pedra, à noite. Nunca descobriram os verdadeiros assassinos do Coronel.

    ResponderExcluir
  2. Isso foi o resultado da pressão das indústrias européias e americana que chegaram por aqui.
    Acabaram com as nossas linhas férreas em nome dos carros.
    Resultado, pagamos muito caro.

    ResponderExcluir
  3. NÃO TEM NADA A VER O CU COM AS CALÇAS!!! O "EXTERMÍNIO" POR COMPLETO E O ABANDONO DAS LINHAS FÉRREAS FOI UMA OPÇÃO DAS FORÇAS ARMADAS QUANDO, NA MARRA, GOVERNOU O PAÍS... BASTA DIZER QUE, NO PAÍS DO AUTOMÓVEL, OS ESTADOS UNIDOS, ELES TÊM DADO PRIORIDADE ABSOLUTA AS LINHAS FÉRREAS.

    ResponderExcluir
  4. LEIA-SE: - FORÇAS ARMADAS GOVERNARAM(E NÃO GOVERNOU) O PAÍS...

    ResponderExcluir