Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

sábado, 26 de novembro de 2016

LÍDERES MUNDIAIS COMENTAM MORTE DE FIDEL CASTRO

A morte do líder comunista Fidel Castro, que governou Cuba durante 49 anos, desafiando a maior potência do planeta – os Estados Unidos – durante todo esse tempo, foi o principal assunto da imprensa mundial.

Os que moram na ilha choraram o fim da vida do seu “comandante, mas milhares de cubanos que vivem em Miami, por não concordar com o regime político adotado no país latino-americano, comemoraram a morte do ex-presidente, considerando-a positiva e esperando que esta sirva para libertação de um povo.

Líderes dos mais importantes países se pronunciaram a respeito de Fidel.

O presidente dos EUA, Barack Obama , foi solidário. "Nesta hora do passamento de Fidel Castro, estendemos uma mão de amizade para o povo cubano", escreveu o americano numa nota divulgada para o mundo todo.

Donald Trump, que vai suceder Obama na Casa Branca, se pronunciou numa outra linha. Ele disse esperar que “a morte de Fidel Castro marque um movimento para longe de horrores e em direção a um futuro em que o maravilhoso povo cubano finalmente viva na liberdade que eles tanto merecem".

O ex-presidente Lula, que era amigo de Castro e visitou Cuba várias vezes, admitiu sentir a perda do ex-presidente como a de um irmão mais velho.

Dilma Rousseff, também ex-presidente do Brasil, recebeu a notícia como motivo de luto e dor. “Ele foi uma das mais influentes expressões políticas do século XX”, pontuou.

O presidente Michel Temer divulgou nota avaliando Fidel Castro como um líder de convicções. “Marcou a segunda metade do século XX com a defesa firme das ideias em que acreditava", salientou Temer.

O ex-jogador argentino Diego Maradona, que sempre foi um sujeito polêmico,  disse que Fidel Castro era "o maior" e como um "segundo pai".

O Papa Francisco, também argentino, como o ex-jogador, enviou um telegrama a Raul Castro lamentando o acontecido, que ele chamou de triste notícia.

“Ao receber a triste notícia do falecimento do seu querido irmão, o excelentíssimo senhor Fidel Alejandro Castro Ruz, ex-presidente do conselho de Estado e do governo da República de Cuba, expresso os meus sentimentos de pesar a vossa excelência e aos familiares do falecido dignitário, assim como ao governo e ao povo da sua amada nação. Ao mesmo tempo ofereço orações ao Senhor pelo seu descanso e confio a todo o povo cubano a intercessão materna de Nossa senhora da caridade do Cobre, Patrona do seu país",  diz a mensagem do líder da Igreja Católica.

Os principais jornais do mundo deram tratamento diferenciado ao fato. Veja como foram as manchetes dos principais veículos de comunicação:


BBC (Londres): "Ex-presidente cubano morre."
NYT (EUA): "Líder cubano morre."
The Telegraph (Inglaterra): "Ícone revolucionário cubano morre.
El País (Espanha): “A Morte de Fidel, o último revolucionários”
The Independent (Inglaterra): "Líder revolucionário cubano morre."
Reuters (Alemanha): "Líder da Revolução Cubana morre."
The Guardian (Itália): "Líder revolucionário cubano morre."
Die Zeit (Alemanha): "Líder revolucionário cubano morre."
Le Figaro (França): "Pai da Revolução cubana morre."
Time Magazine (Revista americana): "Ex-presidente cubano morre."
Deutsche Welle (Alemanha): "Heroi cubano morre."
Folha de São Paulo: "Ditador cubano morre."

*Foto: Google

10 comentários:

  1. O CACHORRO LOUCO DO TRUMP, SAPECOU UM TWEET QUE ALÉM DE ATREVIDO, USOU UM LINGUAJAR SECO E AZEDO A RESPEITO DA MORTE DO DITADOR BRUTAL CUBANO. EIS AS PALAVRAS DE CONFORTO A UM DEFUNTO E A FAMÍLIA COMUNA, DE UM PRESIDENTE QUE TEM ÓDIO A COMUNISTA:

    -"O legado de Fidel Castro é de pelotões de fuzilamento, roubo, sofrimento inimaginável, pobreza e negação de direitos humanos fundamentais.";
    -“Enquanto Cuba continua sendo uma ilha totalitária, é minha esperança que hoje marque um afastamento dos horrores suportados por muito tempo, para um futuro em que o maravilhoso povo cubano possa finalmente viver em liberdade.”;
    -“Embora as tragédias, mortes e dores provocadas por Fidel Castro não possam ser apagadas, nossa administração fará tudo o que puder para garantir que o povo cubano possa finalmente iniciar sua jornada em direção à prosperidade e à liberdade.”.

    P.S.: - PONTO PRA DONALD TRUMP. AFINAL DE CONTAS, TODO CASTIGO NO ESPINHAÇO DE COMUNISTA É POUCO!!!

    ResponderExcluir
  2. José Fernandes Costa26 de novembro de 2016 21:08

    ESSE IMUNDO Trump sabe muito bem que o sofrimento do povo cubano começou por causa dos EUA, que assaltavam aquele povo, por meio do corrupto lambe-botas Fulgencio Batista!! - E depois que Fidel Castro expulsou Fulgencio Batista e confiscou os bens dos ladrões estadunidenses, os EUA fizeram o bloqueio econômico a Cuba, deixando o povo passar por todas as privações imagináveis !!! - Mesmo assim os EUA NÃO tiveram forças pra neutralizar o líder Fidel Castro. - Então, todo o sofrimento dos cubanos foi causado pelos EUA !!! - Como é que vem um traste imundo desse pregar “solidariedade" mentirosa, quando se sabe que esse animal asqueroso NÃO vai, nem sequer, levar adiante os avanços feitos pelo grande presidente Barack Obama??!! - Esse Trump é mais um crápula sanguinário que pode até ser mais um presidente assassinado no curso do seu mandato nos EUA !!! - E SE FOR ASSASSINADO NÃO FARÁ NENHUMA falta ao mundo, NEM a ninguém !!! - Ele, o farsante Trump, só poderia fazer falta às quengas dele mesmo !!! - 2. Se não fosse Fidel Castro, os cubanos teriam tido os mesmos infortúnios impostos aos haitianos, que foram "socorridos" (??) pelos EUA e deu no que deu com o sanguinário François Duvalier etc., etc. - Ora, ora !!! /.

    ResponderExcluir
  3. Um comentário de CABRA MACHO Made in Brazil. Foi espetacular o comentário de Trump.

    ResponderExcluir
  4. Dizem as más línguas que Trump ainda nem tomou posse e já está misturando interesses públicos com privados: vendeu o Fidel para o capeta!

    ResponderExcluir
  5. Logo após a morte do ditador e genocida Fidel Castro, várias personalidades do campo cultural, especialmente escritores, desfilaram na imprensa do mundo inteiro dando suas opiniões sobre a morte do ditador mais longínquo da história politica recente da América Latina. É DESOLADORA A OPINIÃO DE ALGUNS INTELECTUAIS DE RENOME MUNDIAL. SENÃO VEJAMOS:

    Como diz a escritora brasileira, Nélida Piñón, sobre a trajetória do ditador sanguinário Fidel Castro, taxativamente ela afirma que, “O DITADOR IMPÔS O TERROR, PERSEGUIU OS GAYS E ENCHEU AS PRISÕES CUBANAS". Quanto a escritora argentina, Claudia Piñeiro ela afirmou categoricamente que, “COM A MORTE DE FIDEL, ACABOU O SÉCULO XX). Já para o pensador e escritor mexicano Juan Villoro, de 60 anos, a morte de Castro fecha um ciclo que estava esgotado havia muito tempo. “TENHO A IDADE DA REVOLUÇÃO CUBANA E ENVELHECEMOS JUNTOS. FOI A DEPOSITÁRIA DE MUITOS IDEAIS DE JUSTIÇA SOCIAL, MAS ELA MESMA FOI TRAINDO ESSES IDEAIS. AS RAZÕES SÃO VARIADAS, MAS FORAM DECISIVOS OS SEUS PRÓPRIOS ERROS E A PERSEGUIÇÃO AOS DISSIDENTES COM SEUS RESPECTIVOS FUZILAMENTOS".

    E continua o rosário de críticas pesadas ao ditador Fidel Castro, figura que mais fuzilou gente no mundo, só porque um patrício seu discordava do regime, era fuzilado impiedosamente e, se não, mofava nos cárceres com a pena de prisão perpétua. Não é à toa que, proporcionalmente, Cuba é o país que tem mais presos políticos no planeta terra. Não é à toa que é chamada de ilha prisão. VAMOS AOS DEPOIMENTOS DE OUTRAS PERSONALIDADES, MUNDO AFORA:

    Para o conhecido editor argentino, de 74 anos, Daniel Divinski. “FIDEL FOI UM PONTO DE INFLEXÃO NA HISTÓRIA DA AMÉRICA LATINA, O PIOR? O AVASSALAMENTO DOS DIREITOS HUMANOS, A PERSEGUIÇÃO DE PESSOAS QUE NÃO ERAM CONTRA A REVOLUÇÃO, MAS QUE QUERIAM REFORMAS, E NÃO DERRUBÁ-LO". Fidel era ele somente ele. "COMO DIZIA PERÓN DE SI MESMO, JÁ ERA UM LEÃO HERBÍVORO...". O crítico peruano Julio Ortega afirmou o seguinte: “FIDEL CONSTRUIU UM APARATO CULTURAL, MAS PARALISOU A CULTURA. PRODUZIU REPRESSÃO E EXÍLIOS, TUDO SE REDUZIA A DEFENDER A REVOLUÇÃO. ELE DECRETAVA QUEM ERA O BOM E O MAU.

    -Continua...

    ResponderExcluir
  6. ..........Continuação

    E por falar em PERUANO, o maior escritor vivo da atualidade, o prêmio nobel Vargas Llosa deu na goela do sanguinário Fidel. Ele disse que a história o absolverá. E eu tenho certeza que a história NÃO absolverá Fidel”. VARGAS LLOSA foi um dos intelectuais latino-americanos que viram na Revolução Cubana uma luz democratizadora. Chegou a fazer parte do grupo de escritores que visitavam Castro, mas logo se decepcionou. A perseguição aos dissidentes o horrorizou. Havia represálias, lembra o Nobel, não apenas pelas ideias políticas, mas também pela orientação sexual: mesmo que fossem partidários do regime, “Castro chamava os homossexuais de enfermitos (doentinhos)”. “Espero que essa morte abra um período de abertura, tolerância, democratização em Cuba. A história fará um balanço destes 55 anos que acabam agora com a morte do ditador cubano. Ele disse que a história o absolverá. E eu tenho certeza que a história NÃO absolverá Fidel”...

    P.S1.: - CLARO QUE EU NÃO PODERIA EXEMPLIFICAR O PENSAMENTO DE UMA PENCA DE INTELECTUAIS SEM NOMINAR O HONORIS CAUSA LULA(?). POIS, SOU DA OPINIÃO QUE, LULA E FIDEL, PELO MAL QUE FIZERAM AO MUNDO, JÁ DEVERIAM ESTAR NUMA TRIAGEM NO INFERNO PARA VER SE O SATANÁS VAI ACEITAR ESTAS DUAS BOSTAS. ALIÁS, ESSAS "TREPEÇAS" FAZEM MAL ATÉ NO INFERNO!!!

    P.S2.: - Os comunistas do mundo inteiro, em especial os petralhas, sempre fingiram NÃO perceber que a ditadura repressiva de Fidel reclamava um pouco de ar, de leite, de ovos, de carne, de papel higiênico, de liberdade, de jornais, rádios e TVs, de internet, de vida… Como disse o jornalista Josias de Souza, Depois de imprimir suas digitais de líder nas páginas do século passado, Fidel morreu como uma espécie de VESÚVIO. Em visita a Havana, pessoas notáveis faziam questão de tirar fotos do seu lado. Sabiam que, já meio adormecido, ele não metia mais medo. Aliás, Os visitantes eram orientados a não rir das vestes do ex-vulcão. Desde que deixara de cuspir lava, Fidel vestia malhas Adidas. Terminou os últimos dias de vida ostentando uma logomarca do CAPITALISMO no peito. Teve um fim MELANCÓLICO....

    P.S3.: - PARECE QUE NA BLACK FRIDAY HOUVE QUEIMA DE ESTOQUE. A UTOPIA VIROU CINZAS, LITERALMENTE... OU SEJA, UMA NAÇÃO ONDE TODOS VIVEM MAIS POBRES IGUALITARIAMENTE. TROCANDO EM MIÚDOS, A FARSA DA CONTRADIÇÃO E DO ABSURDO SOCIALISTA, TASCADA SOBRE UMA POPULAÇÃO INDEFESA E REFÉM DO ASSISTENCIALISMO, FEITO O MUNDIÇAL REMELENTO DO BOLSA ESMOLA PETRALHA. COMO NA MÚSICA: "Não é só casa e comida que faz a mulher feliz". MAS NEM ISSO ANDAVA TENDO DIREITO NA ILHA DO DITADOR SANGUINÁRIO. PENSANDO BEM, QUANDO AQUELES COITADOS DOS CUBANOS ESQUELÉTICOS, QUE SÓ TEM O COURO E O OSSO VÃO SE LIVRAR DAQUELA RAÇÃO CONHECIDA PELAS FAMIGERADAS "LAS LIBRETAS", O CARTÃO MAGNÉTICO DO BOLSA ESMOLA BRASILEIRO CRIADO PELOS PETRALHAS...


    ResponderExcluir
  7. Todos esses meios de comunicação no mundo inteiro à serviço do movimento Comunista internacional só prova que a mídia global DEVE SER ANIQUILADA para sempre!

    Aliás a TV GLOBO não tem esse nome à toa, trata-se de um instrumento globalista de imposição do Socialismo Fabiano no Brasil.

    ResponderExcluir
  8. Na minha época de criança a imagem que eu tinha do comunismo era que matava,que tomava a terra de quem tem para dar a quem não tem.

    Todo mundo dizia e ouvi muita gente falando que Arraes e Lula eram dois comunistas que a REFORMA AGRÁRIA com eles seriam feitas na marra.

    Quando o Lula colocava um boné na cabeça vermelho,a imprensa brasileira comparava igual a Fidel Castro de Cuba.Tinha-se a impressão que o MOVIMENTO SEM TERRA iria invadir as propriedades alheias.

    Passou os anos de Arraes , os de Jarbas Vasconcelos e de Lula e até hoje ninguém matou além da conta e ninguém teve suas propriedades invadidas e tomadas por ARRAES,LULA E JARBAS.E muito menos a DILMA mulher honesta que foi posta na rua por um golpe Paraguaio.

    ResponderExcluir
  9. Já faz bastante tempo que eu li um livro que me marcou até hoje. Até porque, ao terminar de lê-lo, nunca mais fui o mesmo no que dizia respeito a impressão que eu tinha do REGIME CUBANO que falava que o homem cubano atingiria a igualdade. Lá sim, tinha um regime de verdade, puro e que pensava no povo!!! O tal livro chamava-se ou se chama: CONTRA TODA ESPERANÇA, DE ARMANDO VALADARES. Eu o recomendo a todos aqueles que QUISEREM E A QUEM INTERESSAR POSSA. O livro nos dar uma ideia do limite do sofrimento de um ser humano só porque não aceitava e nem bajulava o REGIME DOS CASTRO. O livro depois de lido, você fica com a certeza que, "O diabo vai ter trabalho com esse cara lá em cima".

    POIS BEM!!! Armando Valladares foi acordado em sua cama à noite por soldados armados. Ele vivia com a mãe, que apavorada viu o filho ser levado à delegacia para assinar uma carta de desculpas ao regime. Seu crime: Armando trabalhava na Caixa Econômica, e não permitiu que colocassem em sua mesa um adesivo com os dizeres “SE FIDEL É COMUNISTA, PONHA MEU NOME NA LISTA". Cuba estava balançando, prestes a cair nas garras de Moscou, e Fidel estava sendo acusado de ser comunista, coisa que negava. Armando Valladares não o era, e não permitiu que colocassem o adesivo. Como se negasse a assinar o pedido de desculpas ao governo, foi processado e preso. Acabou tornando-se “O PRISIONEIRO DE FIDEL”, e ficaria preso por 22 anos!!! Armando vivenciou dezenas de fuzilamentos, viu um menino de doze anos, que estava preso, ser estuprado anos seguidos, até que se jogou do alto do presídio e acabou com o sofrimento.

    Pouco antes de sair da cadeia, Armando foi jogado numa cela que não tinha teto, apenas uma grade de ferro onde guardas vigiavam-no dia e noite por ordem de Fidel. Teve os braços quebrados, e por seis meses os guardas urinaram e defecaram sobre ele sem piedade nenhuma. Incapaz de pegar com as mãos a marmita imunda que lhe era atirada por um buraco na porta, Armando comeu como um cão, apenas com a boca, sem tocar no prato, por seis meses!!!

    Casou-se através das grades, e sua esposa sabe-se lá como conseguiu entrar em contato com um grupo de Direitos Humanos da Suécia, e esse grupo conseguiu entrar em contato com o presidente Miterrand – amigo de Fidel -, que finalmente conseguiu demover o ditador sanguinário de seu intento de acabar com a vida de Armando.
    O LIVRO É ARREPIANTE. Desde o término daquela leitura que eu revi meus conceitos sobre a revolução cubana. Um dia saberemos um pouco do que fez esse assassino. Quem sabe, isso venha a mudar as mentes desses jornalistas petralhas safados… – a imensa maioria – e eles passem a dar valor a um regime que presta: A DEMOCRACIA. COMUNISMO, JAMAIS!!! XÔ FIDEL!!! XÔ CARNIÇA!!!

    P.S.: - NÃO HÁ O QUE PROVAR O CONTRÁRIO. O INFERNO VAI FICAR PIOR EM RAZÃO DO DITADOR SANGUINÁRIO FIDEL CASTRO ESTÁ INDO PRA LÁ. AQUI NA TERRA, O MUNDO LIVRE COMEMORA, MAS É PRECISO ESCLARECER OS CRIMES COMETIDOS PELOS ABUSOS DA DITADURA MALIGNA DE FIDEL. OS RESPONSÁVEIS QUE AINDA ESTÃO VIVOS PRECISAM SER PUNIDOS. QUE DESTA VEZ, OS ESCRAVOS CUBANOS, SEJAM LIBERTADOS EM DEFINITIVO, DAQUELA SENZALA. NO INFERNO, O PAU VAI CANTAR!!! O DIABO VAI PERDER O TRONO PRA FIDEL!!! A NÃO SER QUE O CÃO DO RABO COTÓ, SISME DA VENETA, E PONHA ELE NO "EL PAREDÓN"... AGORA, QUEM NÃO VAI GOSTAR NEM UM TIQUINHO DA CHEGADA DE FIDEL AO INFERNO É LAMPIÃO... IMAGINA CORISCO!!!












    ResponderExcluir
  10. José Fernandes Costa28 de novembro de 2016 10:51

    Não chega a ser intrigante, porque a cretinice da nossa imprensa sabuja é, por demais, reconhecida. - Mas é sintomático que, entre os maiores periódicos do mundo ocidental, só a Folha de São Paulo abra a manchete com a palavra "ditador"! – Resumindo, mesmo Fidel Castro não sendo mais "ditador", quando faleceu, a Folha de São Paulo foi a única "certa", deixando para trás os 11 jornais de maior circulação no mundo ocidental. – PORRA !!!

    ResponderExcluir