Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

terça-feira, 15 de novembro de 2016

CAZUZA E UMA ENTREVISTA NO PROGRAMA DO JÔ

Em 1988, portanto 28 anos atrás, o cantor e compositor Cazuza foi entrevistado durante 20 minutos no Programa do Jô, então apresentado no SBT.

O que impressiona no artista, diante das câmeras e frente a frente com o “Gordo”, é a simplicidade, o despojamento, a total falta de vaidade.

Um cara normal, como outro sujeito qualquer, sem nenhuma postura de estrela, embora ele já brilhasse na constelação da música brasileira.

É interessante quando Cazuza fala sobre o PT, que então representava a honestidade, a ética e a esperança e depois “deu no que deu”, com quadros importantes do partido presos como ladrões.

Na entrevista no Jô, que pode ser encontrada no Youtube, Cazuza está bem, embora muito magro. Talvez a AIDs, que o matou em 1990, já estivesse instalada e ele não soubesse.

Mas a doença de Cazuza foi estampada numa capa polêmica da Revista Veja e quando ele morreu perdemos o poeta inspirado, o compositor capaz de contestar os valores da sociedade brasileira, o cantor “exagerado” que bradou aos quatros ventos: “Brasil, mostra a tua cara!”.


O pais, infelizmente, está trilhando caminhos diferentes dos sonhados por Cazuza e tantos outros. No momento mostra a sua pior cara, onde predomina a hipocrisia, o jeitinho, a dissimulação, a sujeira jogada pra debaixo do tapete, a manipulação grosseira comandada pelas elites que não abrem mão da divisão entre a “Casa Grande e a Senzala”.

*Foto: Google

4 comentários:

  1. Se vivo fosse, o poeta CAZUZA morreria de PETRALHISMO, jamais de AIDS. A propósito, O PT morreu e não sabe, está fedendo, só falta ser enterrado. No seu inútil esforço e luta desesperada para voltar a seduzir o eleitorado que é safado, mas não é trouxa, a petezada terá de superar um paradoxo incomunal: a legenda que se diz perseguida pela mídia acha que é uma coisa. Mas a soma dos palavrões que se dizem nas esquinas, nos botecos e no breu das tocas indica que sua reputação é outra coisa muito pior. Ou a RENOVAÇÃO começa do zero pedindo desculpa a sociedade ou o NOVO será apenas o cadáver do velho. Será facilmente reconhecido pelos vermes, tapurus e caralhos de asas alongadas...


    P.S.: - ISSO É O QUE PODEMOS CHAMAR DE DELÍRIOS DOS IDIOTAS. QUERER TAPAR O SOL COM UMA PENEIRA E MUITOS PETRALHAS AINDA TENTAM ENGABELAR OS OTÁRIOS QUERENDO AFIRMAR QUE O PAÍS ESTÁ PIOR DO QUE NO TEMPO DA JUMENTA DILMA...


    ResponderExcluir
  2. é o samba de uma nota só

    ResponderExcluir
  3. Imagino os caminhos sonhados por Casusa para o Brasil.

    Um país onde as mulheres falassem grosso e alto e os homens falassem fino e baixo. Onde as crianças pudessem se prostituir livremente nas esquinas e fossem exibidas em cardápios no período anterior ao carnaval nos prostíbulos da Europa com pacotes de turismo sexual, com direito a passagens aéreas, traslado, hospedagem e acompanhamento de menores. Um país onde os traficantes pudessem vender suas drogas livremente na porta das escolas. Um país onde ser afrescalhado e corrupto é uma obrigação e onde ser honesto e sério é uma forma de opressão. Um país onde a polícia fosse punida por matar um bandido em flagrante e o bandido viraria herói nos filmes e novelas da Globo justamente por seus crimes. Um país onde professor universitário ganhasse 15 mil reais para ficar na moleza sem trabalhar instigando alunos a fazerem baderna, e professor de ensino médio ganhasse 1500 reais para levar porrada em sala de aula.

    Acho que tudo o que Casusa queria que acontecesse no Brasil se tornou realidade. Esse Casusa era um verdadeiro profeta...

    ResponderExcluir