Natal de Garanhuns

Natal de Garanhuns
A Magia do Natal

Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

terça-feira, 15 de novembro de 2016

ANGELIM E SUA ORIGENS

O jornalista Homero Fonseca, caruaruense radicado no Recife, com passagens pelos principais veículos de comunicação de Pernambuco, em 2013 publicou o livro intitulado “Pernambucânia”, que traz uma pesquisa sobre as origens de todas as cidades do Estado.

A partir de hoje, usando os dados do livro de Homero, vamos passar informações sobre os municípios do Agreste Meridional e outras cidades pernambucanas, que a nosso ver interessam ao nosso leitor.

Começamos com Angelim, localizada a 19 km de Garanhuns e que tem uma população estimada pelo IBGE,  em 2016, na faixa de 10.965 habitantes. De acordo com Homero Fonseca, a maior parte da população se concentra na cidade (zona urbana).

ORIGENS

Foi ao lado da estação ferroviária da antiga Great Western, inaugurada em 1885, que se aglutinou a povoação, como muitos municípios pelo Brasil afora, na segunda metade do século XIX. Até então, todo o deslocamento de pessoas e mercadorias naquela zona era feito no lombo de animais. Com a estação Sigismundo Gonçalves, começaram a surgir casas comerciais e, em seguida, residenciais.

O distrito de Angelim, que pertenceu a Garanhuns e Canhotinho, foi criado em 1908 e elevado a cidade 20 anos depois. Segundo a tradição, a origem do topônimo se deve a uma grande árvore, à sombra da qual era realizada semanalmente uma feira, hoje localizada à rua São José.

Angelim é uma árvore da família das leguminosas, encontrada no Brasil, na Índia e na China, de madeira muito rija.

3 comentários:

  1. É fácil achar a ata de fundação da cidade de Angelim ?

    ResponderExcluir
  2. É deprimente e uma fraqueza enorme quando ouvimos oradores nos palanques.É uma pobreza extrema,a maioria não sabe de nada,não conhece a história de seu município.A maioria dos candidatos não conhece nada das obras que o prefeito fez.

    Estive numa reunião que começou por volta das 20:00h e foi para meia noite.Dois assuntos predominara na reunião.Construção de uma praça e de um grupo escolar.

    Todos passaram a criticar uns aos outros e terminaram se atritando .Ora ,o cara está no poder há 24 anos e não fez a praça e o grupo imagine se iria fazer em 3 meses?

    Tudo falta de conhecimento e de visão do mundo e de seu município quando não sabem e não conhece as leis .Um vereador que tem 8 mandatos de vereador e nunca apresentou um requerimento transformando o seu povoado em Distrito,ele sabe de quê? Nada e nada mais!

    Importante que os moradores de Angelim pudessem ler essa matéria e assim acrescentar algo importante para nós leitores. Parabéns pela matéria publicada!

    ResponderExcluir
  3. Professor zeca, nem todos político sabe da história de Angelim? Não entendi, se o senhor quiser conhecer melhor a história de Angelim nos procure sou político mas também sei da nossa história. E tem mais das duas versões, esse que o amigo radialista contou é uma, mais também existem uma contravenção. Mas prefiro ficar com esse que ilustra mais a história da nossa cidade.

    ResponderExcluir