Garanhuns

Garanhuns
Fique em dia com Garanhuns

GOVERNO DE PERNAMBUCO

GOVERNO DE PERNAMBUCO
Presença do Governo no Agreste Meridional

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

GOVERNO CONFIRMA MUDANÇAS NO ENSINO MÉDIO

O Governo Federal editou hoje uma medida provisória que promove mudanças significativas no ensino médio no Brasil, tanto no ensino público quanto privado. As modificações podem começar a vigorar imediatamente, mas para virar Lei a MP terá de ser aprovada no Congresso dentro de 120 dias.

As principais mudanças se referem a carga horária no ensino médio, que era de 800 horas anuais e a partir de agora terá de ser ampliada gradativamente até chegar a 1.400 horas por ano.

Com relação às disciplinas, o estudo de filosofia, sociologia, educação física e artes deixa de ser obrigatório no segundo grau passando a ser uma opção de cada escola.

Já o inglês será a língua estrangeira obrigatória, podendo ainda ser oferecida de forma opcional outra língua, de preferência o espanhol.

A MP determina que o ensino médio poderá ser organizado em módulos e adotar o sistema de créditos ou disciplinas.

A Medida Provisória do Governo não tira do currículo História e Geografia, nem recria o estudo de Educação Moral e Cívica, como chegou a ser cogitado em alguns sites de esquerda.


A medida editada hoje regulamenta o ensino superior para, especificamente, determinar o que deve ser o conteúdo dos exames vestibulares.

*Na foto de O Globo o ministro Mendonça Filho, presente no anúncio das mudanças do ensino médio.

11 comentários:

  1. A turma que se formou em SOCIALISMO, digo Sociologia, ou FEOFOSOFIA, digo Filosofia vai ter que fazer outra faculdade se quiser arrumar emprego agora.

    Obs: uma coisa ficou clara, esquerdopatas não têm credibilidade alguma mesmo, histéricos e barulhentos como todo esquizofrênico, metem-se a falar asneiras sem saber do que estão falando e ainda aparecem trouxas que acreditam em sua ladainha. É de matar de rir...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um doido como você não possui emprego? Quem dirá um filósofo ou sociólogo. Se um energúmeno sem visão, frustrado, sem educação e respeito ao demais profissionais consegue um emprego que até um macaco de circo pode fazer. Por que alguém com formação e inteligência não consegue exercer outras atividades?

      Excluir
    2. KKKKKKKKKKKKK

      Morre de inveja cagão! Esse daí queria trabalhar no meu lugar... Vai estudar mané...

      Excluir
    3. O anônimo aí morre de inveja do trabalho do Everton Souza. Agora fiquei curioso para saber com que o cidadão trabalha!

      Excluir
    4. Eu sou um simples funcionário público concursado, daí você tira o nível do cara.

      Ainda bem que não sou o único a perceber que o coitado sonha em passar em um concursozinho público, mas não pode, porque ao invés de estudar as matérias necessárias para ser aprovado, fica enchendo a cabeça com merda de SOCIALISMO, MARXISMO, COMUNISMO e outras teorias fracassadas.

      Só deixo um conselho, se você quer passar em um concursozinho, estude que a prefeitura de Lajedo vai fazer concurso depois da eleição, quem sabe você não passa para motorista de trator, ou de ambulância, ou para coveiro, ou para mestre de obras? Será mais útil do que ser Esquerdista.

      Excluir
    5. Parece brincadeira, um reles funcionário de nível baixo, concursado em uma das provas mais fuleiras que conheço e ainda zombar de quem é motorista ou coveiro. Seu salário não é muito diferente destes que você caçoa e o tipo de prova para tais cargos de sua autarquia também não exige um alto grau de complexidade. Quem sabe após uns dois bacharelados essa sua mente se abre. Inveja é para pessoas como você. Pobre de espírito e de conhecimento.

      Excluir
  2. Mendoncinha matando petistas de fome... Sem concursos para professor de Feofosofia e Socialismo, onde esses bacharéis em coisa alguma irão arrumar uma teta? Irão se tornar mendigos? Irão estocar vento? Irão se tornar sindicalistas? Irão para o MST, MTST? Eis as questões...

    ResponderExcluir
  3. Esse ministro é uma vergonha!!!

    ResponderExcluir
  4. Com certeza essa medida vai aumentar a EVASÃO ESCOLAR, pois quem "hoje" estuda apenas em um horário noturno devido ao trabalho, não terá como cumprir um carga de 1400h;

    O EJA do Ensino médio será que vai mudar, é um absurdo concluir um ensino médio em 18 meses.

    Outro fato lamentável que não tem cabimento é um professor com licenciatura em uma determinada disciplina, lecionar outra totalmente diferente, para não deixar o aluno sem professor, ora, que MODELO de educação inovador é esse? Uma pessoa graduada em biologia dar aula de química, um sociólogo dar aulas de filosofia, ou um licenciado em história ensinar geografia, Isso é RIDÍCULO, qual a vantagem para um estudante, diante de uma situação dessas.

    Essa é a hora dos professores EXIGIREM UM NOVO PISO SALARIAL, acima de 5.000 reais.

    Fabíola Braga


    ResponderExcluir
  5. FALTOU O MINISTRO CONSTAR A OBRIGATORIEDADE NA MERENDA ESCOLAR DO PÃO "AGUADO" COM MORTADELA...

    P.S.: - Mortadela é boa para forrar as tripas. Você come de manhã, aí passa o dia todo arrotando a desgraçada e correndo risco de ficar "empanzinado". VAI UMA MORTADELA, AÍ!!!

    ResponderExcluir