Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

sábado, 16 de julho de 2016

O PROJETO ÁGUAS DE GARANHUNS


Por Adelson do Vale

O Projeto Águas de Garanhuns, que teve início em 2014,  sendo executado pela ONG de Meio Ambiente a Econordeste,  numa parceria com a Petrobras,  reuniu pequenos proprietários rurais, que numa ação conjunta  conseguiram recuperar por meios de áreas manejadas duas  importante nascentes do Rio Paraíba e uma do Rio Mundaú, com reflorestamento, captação das águas das nascentes, perfurações de poços, e conscientização da população ribeirinha, quanto à importância de preservação ambiental dessas áreas trabalhadas.

Depois dessa etapa concluída, os técnicos do projeto ainda estão visitando essas áreas, para fazer monitoramento do sistema de recuperação dessas nascentes, periodicamente, em cerca de 11 hectares, tendo beneficiado cerca de duas mil pessoas que se servem dessas águas para todo o consumo humano e dos animais, além de irrigação para o cultivo de hortifrutigranjeiros.
As nascentes do Rio Mundaú também estão sendo recuperadas com uso das mesmas metodologias, que as outras do Rio Paraíba, graças a uma parceria firmada com a Agência Pernambucana de Águas e Climas-APAC, com recursos disponibilizados para a realização do projeto e uma área trabalhada de 23 hectares aproximadamente totalmente reflorestada.

Segundo o Secretário de Meio Ambiente do Município de Garanhuns, Marcos Renato Mattos, a Econonordeste tem outro importante projeto que é o de reflorestar áreas devastadas por gerações do passado e que agora em uma parceria com a Companhia Pernambucana de Águas e Saneamento, COMPESA, foi possível fazer uma parceria para reflorestar as margens da barragem Cajueiro.

Todas as áreas trabalhadas, desde a recuperação das nascentes e a retirada do gado onde foram realizados os plantios de mudas, destinadas a proteção ambiental, é importante lembrar que toda a população que foi beneficiada deve manter essas áreas sempre reflorestadas, não permitindo nenhum corte de árvores.


Ou seja: é reflorestar e conscientizar a população desse dever, para que as futuras gerações possam ajudar nesse processo de conscientização e preservação ambiental.

Nenhum comentário:

Postar um comentário