Natal de Garanhuns

Natal de Garanhuns
A Magia do Natal

Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

terça-feira, 3 de maio de 2016

IZAÍAS ADVERTE QUE O FESTIVAL CORRE RISCOS

O Governo do Estado, que já chegou a investir R$ 15 milhões no Festival de Inverno de Garanhuns, este ano está disposto a gastar apenas R$ 3,5 milhões, em função da crise econômica que atinge o País e o Estado.

Caso o evento só disponha mesmo desses recursos, mais a contrapartida da Prefeitura, a solução será cortar dois dias do FIG e a Fundarpe irá limitar a contratação de artistas a nomes regionais.

Essa realidade foi confirmada hoje pelo prefeito Izaías Régis, em entrevista ao programa Falando com o Agreste, comandado pelo radialista e publicitário Marcelo Jorge, na Rádio Marano.

Se depender do prefeito, porém, o Festival de Inverno manterá o formato dos anos anteriores e terá 10 dias de duração. O gestor está disposto a correr atrás da iniciativa privada, usando inclusive a Lei de Incentivo à Cultura do Governo Federal, para conseguir mais recursos e não permitir a queda na qualidade do maior evento realizado na cidade.

A Prefeitura também está disposta a investir na contratação de grandes nomes da MPB, como quando fez o ano passado garantindo a apresentação da cantora Ana Carolina.

Izaías, no entanto, está com um problema: o ano passado o Governo Municipal foi acusado pela oposição de superfaturamento na contratação de artistas. A denúncia está no Ministério Público até hoje e caso o promotor não resolva a pendenga (esclarecendo se o prefeito é culpado ou inocente) a Prefeitura não poderá investir no FIG deste ano.

Faltam apenas dois meses e 20 dias para o Festival e estamos nesse impasse, sem saber o que realmente vai acontecer.


A cidade já está sendo gravemente afetada pela crise econômica do Brasil, lojas estão fechando, trabalhadores estão perdendo o emprego e agora corre o risco de ter podado o mega evento, que sempre produziu diversão, cultura, incrementou a educação do povo de Garanhuns e Região, além de dinamizar a economia local durante 10 ou mais dias.

5 comentários:

  1. VAMOS NOS UNIR POR GARANHUNS! INDEPENDENTE DE CORRENTE POLÍTICA SIGAMOS O EXEMPLO DE CARUARU : A CIDADE EM PRIMEIRO LUGAR!

    ResponderExcluir
  2. ESSE GOVERNADOR QUER ACABAR O FIG JUNTAMENTE COM ESSA OPOSIÇÃO IRRESPONSÁVEL COMANDADA POR SIVALDO, PRESTE ATENÇÃO NESTE VEREADOR ELE SÓ QUER O PIOR PRA GARANHUNS TUDO QUE O PREFEITO IZAIAS FAZ DE BOM PARA A CIDADE ELE E A OPOSIÇÃO É CONTRA. A OPOSIÇÃO VAI PEDIR VOTO A VOCÊS DIGA NÃO PELO BEM DE GARANHUNS.

    ResponderExcluir
  3. Cala tua boca, o prefeito apoiava Dilma a pior presidente da história do Brasil, assim como queria Armando Monteiro no governo do estado, ai sim as coisas estariam pior.

    A culpa vem de cima o governador tem mesmo que freiar gastos, estamos em crise graças a Dilma e ao PT.

    ResponderExcluir
  4. Isaías estamos com você, se. Preciso for Seiche o festival de inverno,sem estes dois dias de programações para que o povo de Garanhuns tenham consciência e saiba que os culpados disto fram estes famigerados da oposição. E esperamos que quando estes monstros baterem em suas portas pedindo votos fechem suas portas na cara deles…

    ResponderExcluir
  5. Quando o festival do jazz foi extinto em Garanhuns, foi prejudicial para imagem do prefeito. Portanto se a prefeitura não fizer os dez dias do FIG será muito ruim no período eleitoral. Devido a importância do evento para a cidade. É necessário muita cautela com isso.

    Afinal, o promotor já autorizou as contratações, os cachês de diversos artistas BONS, estão bem mais barato devido a crise, e em caso de falta de recursos é bem melhor diminuir a verba do natal luz e investir no FIG, pois querendo ou não a diminuição do FIG vai acarretar prejuízos ao comércio etc.. Também não há necessidade de ter mais de trinta dias de natal luz.

    ANA PAULA

    ResponderExcluir