SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

ALEPE

ALEPE
ALEPE

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

A VIA CRUCIS DE PAULO CÂMARA

Magno Martins escreveu um comentário hoje, no seu blog, fazendo comparações entre Eduardo Campos e seu pupilo Paulo Câmara. Lembrou que o líder socialista, que morreu tragicamente, tinha um estilo aguerrido e nas maiores crises crescia, assumindo a linha de frente. O atual, governador, na visão do jornalista da capital, está enfrentando os desencontros do início da gestão de modo muito cauteloso, ouvindo muito a equipe para tomar decisões.

Na verdade não está fácil e o início não é promissor. Paulo já sentou na cadeira de governador praticamente brigado com dois aliados importantes: Fernando Bezerra Coelho e João Lyra.

Aí começa a administrar e a violência explode em todo Estado, com homicídios um atrás do outro. E as penitenciárias de Pernambuco viraram um “barril de pólvora”.

A oposição, que parecia morna resolveu botar "as unhas de fora". Os líderes Silvio Costa e Álvaro Porto partiram com tudo pra cima do governador, que parece meio atordoado.

É preciso que Paulo Câmara se recupere logo e mostre que tem liderança e comando. Se isso não acontecer, os pernambucanos vão imaginar que cometeram um erro ao eleger uma pessoa sem experiência para o Governo, levados pela comoção que se seguiu a morte de Eduardo Campos.

Mas, como foi escrito no começo deste artigo, tem muito tempo pela frente e o socialista ainda pode cravar seu nome na história, como fez seu mentor, Eduardo Campos.

11 comentários:

  1. Me desculpe meu caro Roberto, apesar de Eduardo pisar feio na bola nos últimos dois anos do seu mandato, desconhecendo a tudo e a todos, não tem comparação um líder como Eduardo e esse cidadão imposto pelo próprio Eduardo (outro erro) que não tem nenhuma liderança que aliás é natural no ser humano, tem ou não tem. Esse rapaz está perdido por não conhecer o estado, não tem comando, muito menos liderança, por isso acho, pelas tantas vezes que já afirmei, nosso estado vai de mal a pior e não sei o que nos reserva na frente, com esse Governador dando as cartas.

    ResponderExcluir
  2. O PSDB governou 8 anos e pisou na bola.O PT governou 12 anos e pisou na bola.Ambos já governaram 20 anos. E o Brasil anda a passos de tartaruga em matéria de estabilidade econômica, geração de emprego e renda.

    Em todos os setores existem reclamações. Os policiais civis e militares reclamam que ganha pouco,a polícia federal faz greve dizendo que ganha pouco,os médicos reclamam que a saúde não presta e que ganham pouco, os Professores reclamam que ganham pouco, os servidores públicos municipais, estaduais e federais reclamam que ganham pouco, os agentes de saúde reclama todos os dias que não ganham o piso da categoria, os jornalistas reclamam que ganham pouco, os diretores reclamam que ganham pouco e por aí vai a cantiga da perua é de pior a pior.

    Nenhum petista e Dilmista tem moral de atacar qualquer prefeito,governador ou senador com apenas 23 dias de governo.Além do mais o Brasil piorou e muito com as perdas de receitas com a redução do IPI para 0% e com o PIB abaixo de 1% por mais de 4 anos.

    Mas somente existem uma categoria que ganha muito bem e não tem o que reclamar, são os políticos em geral. Todos estão rindo à toa.Graças aos Deputados Federais do Brasil que presentearam os Governadores e Prefeitos com dois presentes: um bonito e outro feio.O bonito foram os aumentos e o feio foram as contas públicas desequilibradas com o aumento da inflação e recessão,segundo a Carta Capital.

    ResponderExcluir
  3. CAPÍTULO I - HISTÓRIA. DOS FATOS E FENÔMENOS.

    O que é um fenômeno? É tudo aquilo que ocorre na natureza.Até um piscar de olho é um fenômeno. As secas são fenômenos cíclicos que podem ocorrer em qualquer lugar do planeta terra.As chuvas em excessos são outros exemplos de fenômenos da natureza.

    A ação política também faz parte dos fenômenos.O ato de governar também é um fenômeno.Os dois políticos que espalharam semelhança em ações,em atos, em palavras, em gestos, na forma de governar e que por pouco não foram iguais, chamou-se LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA E EDUARDO HENRIQUE ACIOLLE CAMPOS. As maiores diferenças entre os dois estavam na FISIONOMIA e nas suas CARICATURAS. Um era formado e o outro nunca foi.

    O Lula foi uma METAMORFOSE AMBULANTE e o EDUARDO também foi.O Lula subiu no palanque de todos aqueles que no passado diziam que ele era comunista,subversivo,de ter feito um filho fora do casamento e não assumiu, agitador,esquerdista da ilha de Fidel Castro, que iria tomar as terras dos ricos para dar aos pobres, que iria acabar com o Brasil e mais de 800 empresários iriam embora do Brasil, que iria acabar com o PLANO REAL (o troco foi dado agora se dizendo que a Marina Silva e Aécio Neves iriam acabar com a Bolsa Família),etc. Tudo foi feito ao contrário.Deu tudo certo.

    O Eduardo Campos subiu no palanque dos maiores inimigos dele e do velho seu avô Miguel Arraes de Alencar. Quando eu andava com um RETRATO de campanha em 1986 do Arraes com um chapéu de palha muitos diziam este é um comunista de Cuba de Fidel Castro .Quando eu andava com um RETRATO do Lula em 1989 contra Collor todos me chamam de agitador,comunista e amigo do SAPO BARBUDO .Lula também era outro comunista da laia do Miguel Arraes. Muitos correram atrás de mim armados de revólver e me denunciaram a polícia . E eu tive que ir trabalhar escoltado por policiais.

    Pois bem, o Lula e o Eduardo se complementaram em ações, em gestos, em atos e nas administrações públicas tinham as mesmas visões de mundo. Ambos gostavam do povo,eram líderes natos e inquestionável.O Eduardo se não tivesse morrido naquela tragédia em Santos /São Paulo teria tirado proveito dos ataques ferozes que foram travados entre PT e PSDB com o PMDB corrupto( segundo Jarbas Vasconcelos e Pedro Simon) que vem sangrando a nação brasileira desde 1989 que não larga o osso e não quer e não deseja nenhum tipo de REFORMAS e muito menos a POLÍTICA , pois todos eles fazem parte direta ou indireta dos mega esquemas de corrupções do Brasil.

    ResponderExcluir
  4. CAPITULO II – O GOVERNADOR DE PERNAMBUCO É UM FENÔMENO DEIXADO PELO EX-GOVERNDOR DR. EDUARDO CAMPOS.

    Portanto, o governador de Pernambuco é um fenômeno deixado por Eduardo Campos. Não é um sujeito qualquer. O Dr. Eduardo preparou o homem colocando na Secretaria de Administração, na secretaria de turismo para consertar os desmandos ocorridos naquela pasta e depois colocou na secretaria da Fazenda para conhecer a máquina com mais precisão e competência.

    Esta questão de segurança pública é a pior de todas as secretarias. Primeiro porque depende de recursos federais e a questão SEGURANÇA PÚBLICA primeiro tem que ser tratado pelo GOVERNO FEDERAL que tem uma PEC 300 tramitando no Congresso Nacional e até agora deram as costas e em nada foi debatido.E não foi porque os Deputados Federais e Senadores pensam somente nos salários deles e os restos jogam no cola da Presidenta da República.

    Afinal, sabe por que o Brasil vem mal? Porque a maior de todas as reformas eles nunca quiseram fazer que é a REFORMA POLÍTICA para baratear os custos e gastos das campanhas possibilitando aos pobres,aos estudantes, professores, intelectuais, homens e mulheres honestos possam entrar na política.

    Senhores Doutores,blogueiros, internautas façam coro de aplausos e elogios a ação do Ministério Público Federal, a Procuradoria Geral da República, a Corregedoria Geral da União, os Tribunais de Contas dos Estados e da União, a Polícia Federal, a Civil e Militar e Juízes que estão botando pra quebrar contra esse velho PMDB que não quis e não quer mudar nada e o Brasil se afundando para pagar as mordomias deles lá em Brasília e no Brasil inteiro.

    Lideranças não se compram, se conquistam com seriedade, competência e trabalho.Foi assim que o Lula fez para ser hoje o político mais respeitável da República Federativa do Brasil. Quando o FHC comprou a reeleição não se tornou um líder, senão em 2014, teria elegido o neto de Tancredo Neves Presidente da República.Faltou ao ex-presidente ter investido somente 4 bilhões nas transposições do velho Chico e hoje o Nordeste não estaria sofrendo tanto com mais uma seca tal e qual está sofrendo São Paulo e o Sudeste.

    ResponderExcluir
  5. O sujeito compra o carro mais barato sem o IPI, e depois sai falando do governo. Quando aumenta o IPI, fala do mesmo jeito, quando retira o IPI, presta para o sujeito comprar e depois não presta, e sai falando.Quantas centenas de milhares de pessoas compraram carro sem IPI portanto mais barato,beneficiando o povo agora vem um cidadão dizer que o Governo está errado. Durma com um barulho desse.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dr. Edmar R. Dias.

      Tudo o que o governo fez foi certo. Baixou os juros,o IPI 0%, a energia 20%, aumentou o salário conforme a inflação anual, baixou a cesta básica, o dólar,o risco país,etc.

      Mas os salários dos políticos estes sim tiveram um aumento da gota serena de alto.Somente de 2002 até hoje foram mais de R$ 20.000,00 de aumentos.E o efeito dessas contas foram quem desmantelaram tudo.O LULA chiou em 2010 e a DILMA também chiou em 2014.

      A Dilma está certa em tentar equilibrar as contas públicas sim! Agora aqui pra nós.Um Deputado Federal vale R$ 33.763,00 ?. Um Vereador vale R$ 17.000,00 mensal? Um Prefeito vale R$ 25.000,00?

      Cada excelência da Câmara dos Deputados vai custar ao contribuinte R$ 1,95 milhão este ano, contabilizados salário, verba de gabinete, auxílio moradia e o indecoroso “cotão parlamentar”, que já foi usado até para bancar canais de TV adultos. O valor é a média auferida pelos 513 deputados. Aqueles com cotão mais polpudo chegam aos R$ 2 milhões ao ano. Só em salário, até dezembro, cada um vai levar R$ 471,8 mil.

      Cada noite de sono dos parlamentares custa ao contribuinte R$ 930 mil. Suficiente para comprar 3.795 cestas básicas no Nordeste.

      Excluir
  6. O governador Paulo Câmara (PSB) fez um gesto ousado, hoje, com a Polícia Militar: soldados terão no Carnaval direito ao valor de uma diária paga aos coronéis, saindo de R$ 54 para R$ 180. A decisão foi tomada numa reunião com os secretários de Administração, Fazenda e Defesa, além dos comandantes da PM e Polícia Civil.

    Os policiais civis terão direito ao mesmo valor. A autorização do reajuste das diárias que serão pagadas durante o Carnaval e os feriados pós folia será publicada no Diário Oficial de amanhã. “Nunca um soldado teve uma diária no valor da mesma paga a coronel”, revelou uma fonte palaciana.

    Antes, os policiais civis recebiam valores em diárias maiores do que os soldados, no valor de R$ 120. Ao decidir por um valor bem maior, chegando ao patamar de R$ 180, o governador sinaliza que em seu governo tratará a polícia com pão de ló.

    ResponderExcluir
  7. Eu so queria saber o que esse tal de professor queria saber da vida. Os comentarios do cara ninguem entende nada. O cara fala uma coisa, baba um baba outrom depois critica. se decida meu chapa?? saia de cima do muro?? dexe de ser confuso?? escreva menos e tenha uma posição fixa e não muita conversa mole??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O cara que já votou em Miguel Arraes, Jarbas Vasconcelos,Eduardo Campos e Paulo Câmara para governador e já votou para senador em Sérgio Guerra, Marco Maciel, Jarbas Vasconcelos, Carlos Wilson, Armando Monteiro e Humberto Costa.

      Para Presidente já votou no PT 4 vezes ( 1989-2002-2006-2010) e no PSDB 3 vezes ( 1994-1998 e 2014) precisa babar alguém para poder elogiar ou criticar os acertos e erros?

      Leia se quiser o que escrevo, entenda muito menos, pois se fosse ter medo ou achar chato demais não teria lido todas as críticas feitas pelo Altamir Pinheiro e Roberto Almeida e muitos dos milhares de Jornalistas e repórteres das televisões do Brasil.

      Excluir
  8. O anônimo de 25 de janeiro de 2015 às 05:14, escreveu muito bem e é verdade que nós trabalhamos para pagar salários de verdadeiros marajás no nosso poder legislativo. Uma legislação como existe na Suécia e em outros países desenvolvidos evidentemente, falo a Suécia, porque um sobrinho meu chegou recentemente de lá onde estava fazendo um curso, me disse tio, existe uma lei na Suécia e em outros países desenvolvidos e sérios, com raríssimas exceções claro, que ninguém pode ter reajustes diferenciados na esfera pública, nos três poderes, o percentual é absolutamente igual. Aqui o Poder Judiciário é um valor, o Legislativo outro, e o salário mínimo e porque é hoje 788,06 aliás como você recebe seis centavos , porque a última moeda é de 5 centavos, é uma brincadeira. E ainda pior, em épocas não tão distantes (FHC) eram 70 dólares ou seja, menos de 200,00 reais.

    ResponderExcluir