SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

quarta-feira, 30 de julho de 2014

GARANHUNS VIRA A TERRA DOS FESTIVAIS


Garanhuns vira cada vez mais as terras dos festivais. Temos o de Jazz, da Jovem Guarda, de Literatura, o de Inverno e vem mais um por aí: também na área de letras, vai contemplar principalmente o público infantil.
Será o I Festival Internacional de Literatura Infantil, resultado de uma parceria da Prefeitura com a Empresa Proa Cultural e o Grupo Ferreira Costa.
É um evento de grande porte e com uma proposta ousada: a ideia é investir na formação de novos leitores.
Por isso o FILIG consta de palestras, feira de livros, exposições e oficinas de mediadores de leitura. Estas já acontecem a partir do dia quatro de agosto.
É uma iniciativa arrojada e que precisa ser apoiada por professores, comunicadores, colégios, estudantes, intelectuais e outros setores da sociedade local.
O Poder Público está fazendo sua parte e os diretores da Empresa Ferreira Costa estão de parabéns pelo investimento na educação e na cultura dos jovens da cidade.
O jornalista Cloves Teodorico, da Secretaria de Comunicação do Município produziu um texto detalhando como será o FILIG.
LANÇAMENTO - Foi lançado, oficialmente, na manhã desta quarta-feira (30), o I Festival Internacional de Literatura Infantil (Filig). O evento, que acontece entre os dias 09 e 12 de outubro, já promove ações especiais a partir de agosto, seguindo até o mês de dezembro deste ano. O Filig é uma realização da Proa Cultural, com patrocínio da Ferreira Costa, em parceria com a Prefeitura de Garanhuns, por meio da Secretaria de Educação. A coletiva de imprensa foi realizada no Gabinete do Palácio Celso Galvão.
Na ocasião, o prefeito do município, Izaías Régis, assinou o termo de parceria entre a Prefeitura e a Proa Cultural para a realização do Festival, juntamente com diretora da Proa Cultural, Camila Bandeira, e a secretária de Educação de Garanhuns, Janecélia Marins Campos Branco. A indicação dos participantes das oficinas ficou a cargo da Secretaria de Educação de Garanhuns. Cada oficina capacitará até 24 profissionais, num total de 100 pessoas beneficiadas, que atuarão como agentes multiplicadores, atingindo indiretamente até três mil crianças.
A primeira oficina de mediadores de leitura acontece entre os dias 04 e 08 de agosto. Até dezembro, serão oferecidas mais quatro oficinas, sendo mais uma de mediadores de leitura e outras três de gestores de bibliotecas. “Garanhuns foi escolhida para receber o Filig porque é uma cidade que já vem desenvolvendo ações voltadas para a literatura infantil, como a implantação de salas de leitura e realização de bienais de livros. A semente já foi plantada e estamos aqui para contribuir com a formação de novos leitores”, explica o curador do Festival, Antonio Nunes Barbosa Filho, o Tonton, que também é coordenador da Associação de Escritores e Ilustradores de Literatura Infantil e Juvenil (AEILIJ) e membro da União Hispanoamericana de Escritores.

KITS DE LEITURA -
As escolas que tiverem profissionais capacitados nas oficinas e as seis bibliotecas existentes em Garanhuns vão receber “Kits de Leitura” formados por um acervo de livros infantis que serão entregues em um expositor com suporte para os livros. Ao todo, serão 58 kits. A seleção dos livros seguirá as recomendações da Fundação Nacional do Livro Infantil Juvenil (FNLIJ) e da curadoria do festival.
PALESTRANTES CONVIDADOS – O Festival, com a presença de escritores e ilustradores nacionais e internacionais, acontecerá de 9 a 12 de outubro. A escolha da data levou em consideração o início da Semana Nacional da Leitura, além das comemorações do Dia das Crianças. A expectativa é que cerca de 6 mil pessoas participem de diversas atividades programadas para os quatro dias de evento. A grade completa da programação será anunciada em setembro, mas dois importantes nomes da literatura infantil já estão confirmados: a escritora colombiana Irene Vasco e a ilustradora brasileira Nireuda Longobardi.
Fundadora do projeto Espantapájaros (Espantalho), especializado em literatura infantil e considerado um dos centros de iniciação para muitos escritores do gênero, a escritora Irene Vasco tem mais de vinte obras publicadas que já lhe renderam vários prêmios. Também desenvolve um trabalho na Colômbia para formação de novos leitores.
Graduada em Educação Artística e Habilitação em Artes Plásticas pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo e, especialista em Educação Ambiental pela Universidade de Santo Amaro, Nireuda Longobardi (SP) é arte educadora, escritora e ilustradora de livros de literatura infantil. Seu livro “Mitos e lendas do Brasil em cordel” (Paulus) 2009 foi selecionado para o catálogo da Fundação Nacional do Livro Infantil Juvenil (FNLIJ) e representou o Brasil em Bologna.
FERREIRA COSTA – Com 130 anos de fundação, a Ferreira Costa vem patrocinando diversas ações voltadas para a valorização das expressões culturais. São vários projetos apoiados pela Ferreira Costa, sobretudo os que visam o incentivo à leitura e à literatura. Uma dessas iniciativas é o Projeto Sala de Leitura. Realizado desde 2005, tem como objetivo democratizar o acesso ao livro e incentivar o hábito de leitura entre alunos da rede municipal de ensino.
O acervo das salas engloba 1.000 títulos não­ didáticos, incluindo infantis, infanto­-juvenis, obras de ficção, psicologia, sociologia, literatura brasileira e estrangeira. As obras são doadas para escolas públicas e, inclusive, é feita uma capacitação para que a própria entidade possa administrar o espaço de leitura. Já foram implantadas 84 salas de leitura, distribuídas pelas cidades de Garanhuns, Lajedo, Bom Conselho, e nas capitais Recife e Salvador. A empresa também participou de duas edições da Bienal do Livro de Garanhuns, em 2012 e 2014, promovendo ações de contação de história e de doação de livros. Ao promover o Filig, a Ferreira Costa busca desenvolver uma série de ações artístico-educativas, com foco em Literatura Infantil, envolvendo escolas públicas, bibliotecas, salas de leitura das escolas, a Academia de Letras de Garanhuns, profissionais liberais, entre outros atores da comunidade literária.
PALESTRANTES CONFIRMADOS: IRENE VASCO - Nasceu em Bogotá, em 1952, mas já viveu na Venezuela e nos Estados Unidos. Voltou para a Colômbia em 1984. Há mais de 25 anos escreve livros para crianças, que já renderam vários prêmios como o de Melhor do Livro Infantil atribuído pela Fundalectura da Colômbia pela obra “Conjuros y Sortilegos” (Feitiços e magias), que também foi incluído na Lista de Honra dos melhores livros selecionados pelo Banco do Livro da Venezuela em 1991. Também recebeu menção Noma (Japão) pela obra “Cambio de voz, cuentos insospechados de la vida cotidiana” (Mudança de voz, histórias inesperadas da vida cotidiana).
É fundadora do projeto Espantapájaros (Espantalho), especializado em literatura infantil e considerado um dos centros de iniciação para muitos escritores do gênero. Também promove oficinas de incentivo à leitura junto a pais, professores, bibliotecários, promotores culturais, líderes comunitários, crianças e jovens de toda a Colômbia.
Licenciada em literatura pela Universidad del Valle, além de mais de 20 livros publicados, já traduziu obras de autores brasileiros e franceses como Lygia Bojunga, Ana Maria Machado, Marina Colasanti, Moacyr Sclair, Rubem Fonseca e Nathalie Léger-Clersson-Clarisa Ruiz.
NIREUDA LONGOBARDI - A arte-educadora, escritora e ilustradora de livros de literatura infantil Nireuda Longobardi nasceu no município de Touros, no Rio Grande do Norte, e hoje mora em São Paulo. Faz ilustrações em xilogravuras e através da técnica oriental kiriê, que consiste em formar figuras e desenhos em papéis com a ajuda do corte do estilete. Também já ilustrou livros em aquarela, colagem, Braille e à tinta para crianças com deficiência visual e com baixa visão.
Possui graduação em Educação Artística e Habilitação em Artes Plásticas pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo e especialização em Educação Ambiental pela Universidade de Santo Amaro.
Seus livros “Mitos e lendas do Brasil em cordel” e “Escolha seu dragão”, elaborado em parceria com a autora Rosana Rios, foram selecionados para os catálogos de 2010 e 2012 da Fundação Nacional do Livro Infantil Juvenil (FNLIJ), além de representarem o Brasil em Bologna, nos respectivos anos. Também de sua autoria, a obra “O rouxinol e o imperador em cordel” (Mundo Mirim) foi selecionada em 2013 pela Secretaria de Educação do Estado de São Paulo para o projeto Livros na Sala de Aula 2013. 

(Na foto que ilustra a matéria Camila Bandeira, da Proa Cultural, secretária Janecélia, Prefeito Izaías e Anselmo, gerente da loja de Ferreira Costa em Garanhuns).

Um comentário:

  1. Nosso prefeito Izaías Régis sempre pensando no melhor para Garanhuns. São idéias positivas como essa, que movimenta a cidade, ela é visitada, e os que aqui chegam, deixam um quantidade razoável de recursos na nossa cidade. Restaurantes, Hotéis,Comerciantes, Guardadores de carro, sejam os profissionais que forem, faturarão mais uns reais nas suas atividades, além de proporcionarem uma melhor qualidade de vida para nosso povo. Parabéns ao nosso prefeito Izaías Régis, que já provou por diversas vezes que o trabalho não pode parar. Com parcos recursos, consegue multiplicar os benefícios para nossa Garanhuns e seu povo, com iniciativas importantes como essa.

    ResponderExcluir