ALEPE

ALEPE
ALEPE

GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO
GOVERNO DE PERNAMBUCO - FUNDARPE

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

MORRE O JORNALISTA ALMIR ALVES

Recebi hoje à tarde, através do Secretário de Governo do Município, Marcel Nogueira, a notícia da morte do jornalista garanhuense Almir Alves. O profissional tinha mais de 60 anos, morava na Rua São Miguel, na Boa Vista e durante muito tempo militou na imprensa da capital. Trabalhou em diversos veículos de comunicação da capital e interior e era aposentado como funcionário da Secretaria de Comunicação do Estado. Polêmico, gostava de assumir que era de "direita". Às vezes se metia em longas discussões, inclusive nas entrevistas coletivas das autoridades. Esse comportamento irriquieto chegou a lhe causar alguns problemas, mas nada de sério. Nos últimos 20 anos morou em sua Garanhuns querida, participando da vida da cidade e acompanhando os fatos políticos, econômicos e sociais. Foi diretor de O Monitor na gestão de Bartolomeu Quidute e colaborou com outros jornais locais, inclusive o Correio Sete Colinas. Foi um dos primeiros da cidade a usar a internet para se comunicar e tinha uma coluna política no Rota do Crime, periódico quinzenal. O jornalista tinha vários problemas de saúde, como hipertensão e diabetes, já tendo passado por uma cirurgia para colocação de ponte de safena. Levou uma queda, tempos atrás, agravando o seu quadro, já considerado frágil. O fato é que Almir Alves, com o seu gosto pelo debate e discussões, principalmente na área política, será sempre lembrado pelos colegas de profissão.

Um comentário:

  1. Sim, mais ele morreu aonde, que dia e que horas se for possivel

    ResponderExcluir