SECRETARIA DE SAÚDE PRESTA CONTAS NA CÂMARA


A Secretaria Municipal de Saúde realizou, nesta quinta-feira (20), na Câmara Municipal de Vereadores, a apresentação do relatório de gestão da pasta, referente às ações e serviços desenvolvidos durante o terceiro quadrimestre de 2019. 

A apresentação, que evidenciou os dados de setembro a dezembro do ano passado, aconteceu por meio de uma audiência pública na Casa Raimundo de Moraes. 

Na ocasião estiveram presentes os vereadores Alcindo Correia, Zaqueu Lins e Marinho da Estivas, além de servidores municipais, membros do Conselho Municipal de Saúde de Garanhuns, outros conselhos, sindicatos e população em geral. 

Os dados foram evidenciados pelo secretário-adjunto de Saúde, Harley Davidson, e pela técnica do setor de Planejamento da pasta, Vanessa Magalhães. 

A audiência, atende a uma determinação da lei complementar n° 141, de 13 de janeiro de 2012. Foram apresentados números de atuação da Saúde ao longo dos últimos quatro meses de 2019, em áreas como Atenção Básica, Saúde Bucal, Saúde Mental, Centro de Especialidades de Saúde da Mulher e da Criança (Cesmuc), Espaço Pró-vida — Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA)/Serviço de Assistência Especializada (SAE), Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Vigilância em Saúde, Epidemiológica, Sanitária, Ambiental, Central de Regulação e Planejamento. Após a apresentação, foram esclarecidas dúvidas dos participantes acerca do relatório, e também repassadas sugestões para o fortalecimento dos serviços na área.

Um comentário:

  1. Eu convivi por mais de 12 anos com a senhora Nilva Maria Mendes de Sá que fez um trabalho exemplar na saúde pública de Lagoa do Ouro.Sua dedicação pessoal a saúde pública é um coisa fora do comum. Uma dedicação exclusiva buscando melhorias para atender a população da melhor forma possível.

    Nos governos de FHC e Lula tivemos sim a CPMF(comissão provisória sobre movimentação financeira) que destinava 0,38% de todas as transações financeiras a saúde pública.

    0 erro do PT foi em não ter aprovado em 1993 e o maior erro do PSDB,PMDB,PP,PTB,PR,PSD,PSL,PPS,PFL foi em parte não terem prorrogado a CPMF em dezembro de 2007.

    Deixamos de arrecadar mensalmente mais de R$ 40 bilhões.Isto hoje calculado a grosso modo daria mais de R$ 400 bilhões.

    Disse Dr. ADIB JATENE um dos maiores cardiologistas de São Paulo assim que o seu partido PSDB votou contra a prorrogação da CPMF em 2007 ele se expressou: "foi o maior erro que o meu partido cometeu.Não se faz saúde pública com pouco dinheiro e sim com muito dinheiro".

    Nunca perdoei os votos que fora dados pelos pernambucanos Marco Maciel,José Jorge e Sérgio Guerra juntamente com os piauenses Manta Santa Médico e Heráclito Fortes no tal de 5 votos quando faltaram apenas 4 votos para a CPMF não ter sido extinta.

    A Dilma tentou várias vezes trazer de volta a CPMF ,mas o PSDB,PMDB,PFL/DEM,PP,PTB,PR,PPS,PSL foram contra com os patinhos do PRESIDENTE DA FIESP em São Paulo.

    Esses fdp do Sul e Sudeste pensaram que saúde pública é ruim somente no Nordeste e sim no país todo.Cujos os 5.570 prefeitos e os 27 governadores não são do PT e sim da maioria absoluta dos prefeitos e governadores deles mesmo.

    Fui eu que digitei todo o processo de municipalização da saúde pública de Lagoa do Ouro em 1993 quando o Médico José Medeiros fora o secretário e eu secretário municipal de governo. Em 1997 o prefeito Marquidoves Vieira Marques contratou a Senhora Nilva para ser a Secretário de Saúde de Lagoa do Ouro.

    As 4 etapas do hospital José Josy Duarte foi conseguida nos governos de FHC e Lula e posteriormente os equipamentos chegam e hoje temos um hospital a altura da população de Lagoa do Ouro.Parabéns,Nilva Maria Mendes de Sá por se dedicar hoje a saúde pública de Garanhuns.Lamento que você não tenha os recursos da CPMF o que seria muito bom e necessário.

    Eu sei quando buscamos a assistência médica no D.Moura com minha mamãe e os médicos nos atenderam muito bem com as enfermeiras daquele hospital.

    ResponderExcluir