segunda-feira, 29 de abril de 2019

CAPOEIRENSE DOM HUGO ESTEVE NO LANÇAMENTO DO LIVRO DO PAPA BENTO XVI, OBRA QUE AJUDOU TRADUZIR


Por Junior Almeida

O capoeirense Dom Hugo Cavalcante esteve neste domingo 28, no Mosteiro de São Bento, no  Centro de São Paulo, onde participou do lançamento do 11º volume dos 16 da obra Opera Omnia (Obras Completas) do Papa emérito Bento XVI, escrita pelo cardeal alemão Gerhard Müller, Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé de 2012 a 2017, durante os pontificados dos papas Bento XVI e Francisco.



Dom Hugo, que já traduziu mais de 180 livros e documentos Pontifícios e da Igreja para as Edições CNBB, para as Edições Fons Sapientiae e para a Libreria Editrice Vaticana e que tem diversos artigos publicados em revistas católicas como as Brasileira de Direito Canônico, Fórum Canonicum e Paróquias e Casas Religiosas, também trabalhou para que a obra de Müller fosse publicada no Brasil, fazendo parte de uma equipe de seis profissionais, com a tradução dos volumes.



O LIVRO
Com 705 páginas, o 11º volume reúne artigos, conferências, homilias e obras sobre o tema que já foram publicados separadamente, como a obra “Introdução ao Espírito da Liturgia”, ou outras que nunca foram traduzidas para o Português, como um “Um Canto Novo para o Senhor”.



O Monsenhor Antonio Luiz Catelan Ferreira, Assessor da Comissão Episcopal Pastoral para a Doutrina da Fé da CNBB, e Coordenador da edição brasileira das “Obras Completas”, explicou ao site O São Paulo que foi o próprio Bento XVI que manifestou ao Cardeal Müller o desejo de que o trabalho editorial de suas obras completas começasse pelo 11º volume, pois a Liturgia e os sacramentos têm prioridade no seu pensamento teológico.



Antonio Luiz Catelan, recordando que, assim como o Concílio Vaticano II começou pelo documento sobre a Liturgia, simbolicamente, as “Obras Completas” do teólogo alemão começam por essa temática, disse que:


Ratzinger entende que a Teologia nasce da Liturgia em seu conjunto, pois é na Liturgia que a Escritura, a Tradição e a vida da Igreja estão em ato. É ali que a Teologia encontra seu ponto de partida e seu fundamento permanente.


Antes da Capital Bandeirante, o cardeal já tinha estado em Porto Alegre e Rio de Janeiro e, após o lançamento em São Paulo, os próximos serão em São José dos Campos e Aparecida. A divulgação do livro ressalta que a prioridade para a tradução desse volume, não só para o português, mas também para outras línguas, foi exigência do autor.


*Fotos: 1- Cardeal Gerhard Müller; 2- Dom Hugo com Gerhard Müller em São Paulo; 3- Papas Bento XVI e Francisco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário