SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

ALEPE

ALEPE
ALEPE

sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

SERENATA DE OLINDA COMEMORA 30 ANOS

Em Olinda, Cidade Patrimônio da Humanidade, há 30 um grupo de seresteiros encanta moradores e turistas, cantando pelas ruas estreitas da primeira capital de Pernambuco. Saiba como surgiu esse grupo de amantes da boa música, no texto do jornalista Ruy Sarinho:

Encerrando as comemorações dos seus 30 anos, a Serenata Luar de Olinda enche de música, encanto e poesia as ladeiras, ruas e os estreitos becos da Olinda Velha, nesta sexta-feira, 29, a partir das nove horas da noite. A concentração para a saída acontece em frente às escadarias da Igreja de São Pedro, no Bairro do Carmo. No repertório, músicas do ciclo natalino, de serestas, frevos de bloco e canção, além de outros ritmos marcantes de Pernambuco, num cortejo que emociona sempre a todos os participantes.

A Serenata Luar de Olinda surgiu de um movimento de cidadania dos moradores filiados à Sociedade Olindense de Defesa da Cidade Alta – Sodeca, contra a invasão de carros e veículos pesados no perímetro histórico da Cidade que acontecia na segunda metade dos anos 1980 e trazia sérios riscos à segurança dos monumentos históricos, praças e a todo o seu casario secular. Para realizarem uma panfletagem e sensibilizarem os moradores a votarem o SIM num plebiscito realizado no domingo, 10 de maio de 1987, que defendia o fechamento do tráfego aos veículos pesados e o disciplinamento de toda a circulação dos demais veículos, esses moradores pensaram em deixar a distribuição de panfletos mais criativa, alegre e musical. Nascia assim, na noite da sexta-feira, 08 de maio de 1987, a Serenata Luar de Olinda. E, o que seria apenas uma noite, embeleza até hoje as ladeiras da Cidade Patrimônio Natural e Cultural da Humanidade.

Animados com a vitória do SIM no plebiscito realizado, os moradores resolveram sair novamente às ruas, em serenata, na semana seguinte para a comemoração da aprovação das medidas que seriam posteriormente adotadas pela Justiça Federal na Cidade. O encantamento dos moradores e visitantes animou os criadores da Serenata a saírem a cada sexta-feira. No início, além de violões, violinos, cavaquinho e percussão, a Serenata Luar de Olinda contava com instrumentos como acordeom e até uma harpa paraguaia, em apresentações, belíssimas, do músico-instrumentista Benigno, também conhecido no meio musical como GT.


No caminhar da Serenata Luar de Olinda, os músicos e seresteiros param na frente das casas e oferecem músicas aos moradores e todas as pessoas que saem às portas e janelas para saudar e aplaudir o cortejo. Hoje, integram a seresta Mano Aguiar (violino); Ériton Lucas (saxofone); Lucas Cordeiro (Acordeom); Bira Castro (violão); Isaque Santos (violão 7 cordas); Charles Wilker (cavaquinho); Leandro (percussão) e os cantores  Paulo Germano, Hélio Násser e Carlos Holanda, sob a coordenação de Alexandre Aguiar. O contato para apresentação da Serenata Luar de Olinda pode ser feito pelos telefones (81) 30535843, 99406979 e 34291944.       

Nenhum comentário:

Postar um comentário