domingo, 29 de outubro de 2017

O ROMPIMENTO ENTRE MARCELO NEVES E EUDSON CATÃO

O atual prefeito de Palmeirina, Marcelo Neves (PSB), só chegou ao poder por conta do apoio que teve do seu antecessor Eudson Catão, em 2012 e 2016.

Mas é comum “a criatura se voltar contra o criador” e os dois políticos do Partido Socialista já estão rompidos.

Criticado direta ou indiretamente por Eudson, Marcelo divulgou nota em toda a imprensa da região culpando as administrações passadas pelas dificuldades enfrentadas pela prefeitura.

Segundo um observador da cena política de Palmeirina, o afastamento dos dois se deu sobretudo porque o ex queria interferir demais na gestão atual.

Como bem dizia o sábio Maquiavel: “Ninguém governa o governante”.


*Na foto reproduzida do blog de Ronaldo César, Eudson e Marcelo  com o comandante do 9º BPM, coronel Paulo Cesar,  quando tudo estava bem entre os dois.

Nenhum comentário:

Postar um comentário