SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

ALEPE

ALEPE
ALEPE

segunda-feira, 31 de março de 2014

JORNALISTA RAQUEL SHEHERAZADE COMEÇA A SER INVESTIGADA E ENTRA DE FÉRIAS DO SBT BRASIL

Exatamente hoje, 31 de março de 2014, quando completa 50 anos do golpe militar de 1964, a jornalista Rachel Sheherazade entra de férias do SBT. Ela é âncora do telejornal da emissora de Silvio Santos e uma das personagens mais polêmicas do momento.

A sua volta à telinha da TV está prevista para o dia 21 deste mês.

As férias de Raquel também coincidem com uma investigação que será feita contra ela pela Procuradoria Geral da República. A instituição aceitou uma representação da deputada federal Jandira Feghali (PC do B-RJ) contra a apresentadora.

A parlamentar pediu a investigação por acreditar que a jornalista, no seu jornal do SBT, fez um comentário criminoso, fazendo apologia ao linchamento e à tortura de um menor de idade.

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, informou que a opinião emitida pela profissional sobre o menor infrator será avaliada. "Não se pode pregar contra o Estado democrático. Isso é muito sério", disse Janot à imprensa carioca. "Se você faz um discurso de ódio para a sociedade, não há como controlar o que ocorre depois por aí", completou o procurador.

Natural de João Pessoa, Raquel Sheheradaze tem 40 anos e vem se destacando nos últimos tempos como apresentadora do telejornal SBT Brasil. É bonita, de voz agradável e se mostra muito firme quando faz seus comentários.


Alguns posicionamentos políticos dela desagradaram organizações de direitos humanos, políticos de esquerda e entidades dos jornalistas do Rio de Janeiro e outras cidades. Caso ela seja condenada por apologia ao crime pode vir a ser presa ou no mínimo pagará fiança e prestará serviços comunitários.

25 comentários:

  1. Não vejo ela temendo, apenas tirou férias. Vejo ela como a voz de milhões de brasileiros que estão ocultos aos olhos dos que se dizem e se mostram como superiores. Vai lá e diz a verdade! Ter mente que abrange é um coisa, ser bitolado é outra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se a Raquel fez apologia ao crime, a Deputada, é cúmplice do Crime, por defender BANDIDO e consequentemente a impunidade de seu ato!

      A Jornalista não disse para ninguém cometer crimes, só disse que é compreensível, diante da impunidade DEFENDIDA PELA DEPUTADA, a população não aguentar mais e praticar justiça com as próprias mãos..

      Mas esse fato prova o que eu sempre digo. A ESQUERDA QUER CALAR TODO MUNDO CRIANDO LEIS PARA CRIMINALIZAR QUALQUER TIPO DE COISA INCLUSIVE UM COMENTÁRIO.

      Excluir
    2. Queria ver vc Ewerton Souto poder falar abrobrinha quando os milicos estavam no poder, e ter essa liberdade de ir e vir ou então tá sentado trabalhando 6 horas por dia e fazendo apologia ao crime.
      Paulo Souza - Boa Vista - Garanhuns

      Excluir
    3. Fica com a direita que tu vai ver, ou melhor tu não tava trabalhando ai no DETRAN pois concurso, só quem pensa no povo é quem os faz.

      tu taria no sitio plantando palma se tivesse palma para plantar


      Carlos Porto - Brasilia - Garanhuns

      Excluir
    4. Quando os milicos estavam no poder vagabundo não se criava, muito menos aqueles que adora defendê-los. O Brasil está nessa merda atual graças a políticos desse naipe e eleitores como tú. Um dia isso muda, daí vou rir a toa. Quem não deve não teme, já os vagabundos que se cuidem!

      Excluir
    5. Paulo Souza faz o seguinte dá uma de bandido e vem na minha casa que tu arruma, pois não esperar a policia e nem tão nessa justiça fajuta desse nosso Brasil, não vou ficar de braços cruzados esperando bandidos fazerem o querem. Vai levar o que merecem, acho que o povo tem que se movimentar e se unir pra se defenderem bandidos já que a justiça não os punem.

      Excluir
  2. Hadnelly Ferreira Baptista31 de março de 2014 13:35

    A jornalista se envolveu em polêmicas após mostrar a sua opinião no telejornal "SBT Brasil". A Procuradoria Geral da República (PGR) aceitou na última quinta-feira (27) a representação feita pela deputada federal Jandira Feghali (PCdoB/RJ) contra Rachel. A parlamentar quer a investigação da âncora por acreditar que ela cometeu o crime de apologia e incitou à tortura e o linchamento, caracterizado no artigo 287 do Código Penal

    ResponderExcluir
  3. O que o código penal diz as famílias que perderam seus entes queridos pelas mãos destes delinquentes infratores , que hoje aterrorizam a sociedade, niquem aguenta mas toda hora revolver na cara, a policia prende e pouco tempo eles estão soutos, Na verdade esta jornalista só expressou o sentimento de muitos de nos e para mim esta deputada oportunista quer mesmo e se promover pois bem eu digo se um menor infrator invadir minha casa vai virar comida para cachorro.
    Edcleison Albino

    ResponderExcluir
  4. Essa imbecil e corrupta deveria procurar o que fazer... Será que tentar calar a boca dos jornalistas não é exatamente a mesma coisa que se fazia na ditadura??? Onde está a liberdade de expressão? Essa vagabunda dessa deputada deveria procurar o que fazer... Deixa a moça falr... nessa porcaria de país não tem dono mesmo, terra de ninguém onde um governo corrupto tenta calar a boca daqueles que tem coragem pra falar e não tem o rabo preso com ninguem.

    ResponderExcluir
  5. Coisa nenhuma, muito mais apologia a tudo que não presta faz o Jair Bolssonaro, manda tudo e todos nós as favas e não dá em nada. Fábio - Boa Vista.

    ResponderExcluir
  6. Alguns jornalistas, principalmente de televisão, pensam que são donos da verdade e falam besteiras, se ela cometeu um ato irresponsável tem que ser punida por isso sim, ela e qualquer outro.

    ResponderExcluir
  7. Falar a verdade é crime brincadeira

    ResponderExcluir
  8. Gostaria de saber o que essa deputadasinha já vez em prol da sociedade honesta desse país, essa grande jornalista é a voz do povo que quer falar mas não têm vez, agora essa parlamentar quer fazer média nas da jornalista. Qual foi o dia que essa deputada representou alguma vítima desse marginais que dominam nosso país, agora veem essa deputada desse partido querer fazer média.

    Jonas Rodrigo- Heliópolis

    ResponderExcluir
  9. A Raquel está super certa. Estudo Direitos Humanos e os defendo para os cidadãos, famílias que perderam seus entes vítimas da violência, crianças e idosos, enfim, os que realmente precisam deles. Mas é fato que no Brasil, Direitos Humanos só são voltados para os BANDIDOS! Estuprador não merece a morte, mas a criança que ele violentou pode perfeitamente passar o resto da vida traumatizada e perder a alegria da vida! Assassino também não pode morrer, mas a família da vítima deve conviver com a morte de seu ente para sempre e, do jeito que estamos indo, não me assustará se ela não for obrigada a pagar pensão para o "bandido vítima da sociedade"! Coitadinho! Ladrão não pode trabalhar para pagar o que roubou, mas sua família, deve receber auxílio-reclusão, enquanto que a família que teve todos os seus bens roubados, tem que se virar como pode, passando ou não sérias necessidades, para recompor o que lhe foi tirado. Todos esses comunistazinhos podem falar o que pensam, zombar de tudo e de todos, afinal, existe a "liberdade de expressão"-mesmo quando apoia a prática de crimes-, mas se alguém discordar, aí é um burro ignorante! E a liberdade de expressão?! Ele existe para todos, se nós temos que suportar a opinião de vocês, vocês também têm que suportar a nossa! Aliás, quando aquele jornalistazinho disse que a Raquel deveria ser estuprada, NINGUÉM ofereu denúncia! Por quê? Quer dizer que bandido não pode apanhar, mas cidadã pode ser estuprada por opinar?
    Que país é esse?

    hana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se fosse um parente seu duvidaria defender essa jornaleca.

      Antonio Souza - Boas Vista - Garanhuns

      Excluir
    2. Este sujeito(a) que esta ai defendendo a bandidagem e criticando o anônimo acima deveria é ser vitima de um bandido ou se ele não é parente de bandido por isto esta criticando a jornalista e o comentário das 20:10.
      Jonas armando

      Excluir
    3. Quem defende bandido é bandido também.

      Excluir
    4. reposta de quem nao tem um neuronio na cabeca.

      Excluir
  10. João Paulo Martins1 de abril de 2014 09:22

    Essa mulher é uma ofensa não apenas ao fazer jornalístico, mas à evolução humana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entao o sr de devia adotar um bandido.

      Excluir
  11. É só combater o PT e começa a perseguição. Estamos cubanizando o país. É bonito isso? É democrático? Respondam senhores democratas de araque.

    ResponderExcluir
  12. Antonio Souza, quem pediu ou representou a apresentadora foi o PC do B, e acho que tinha toda razão, espero que quando sair as denuncias do PSB e voltar a tona os precatorios de DUDU vc tenha a mesma opinião.

    Paulo Souza - Boa Vista - Garanhuns

    ResponderExcluir
  13. Essa mulher é uma guerreira, e vcs quem estão com pena de bandido adotem uma, as cadeias estão cheias. Fala a verdade nesse país sempre fere aqueles que nunca passaram por violência nas ruas. E vc Antonio Souza se for parente, independentemente tem que ser tratado com forme o erro, esse partido dessa aproveitadora deputada, quantas vezes já fizeram algumas leis em favor do cidadão. Por isso que estamos vendo esse país afundando nos valores sociais, o cidadão de bem está cada vez mais aguado, o bom seria cria leis em que esse marginais(estupradores, ladroes, latrocidas, etc) doassem seus órgãos para aqueles cidadãos de bem que estão nas filas de transplantes.

    Jonas Rodrigo- Heliópolis

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O negocio é ficar de tocaia e quando esses marginais que não querem mudar de vida saírem da cadeia, a gente já manda pro inferno ai ele não rouba mais, não estupra e não mata mais.

      Excluir
  14. Da maneira como o governo trata este tipo de manifestação verbal, seja qual for a sua origem(no caso da Raquel a mídia), fica claro pra mim que é de certa forma uma resposta disfarçada do governo para a população, dizendo que para eles as coisas estão boas como estão e " AI de quem reclamar" e que reclamações, manifestos ou ofensas ao sistema não vão adiantar em nada e que as coisas vão continuar exatamente como estão e, se não bastasse ninguem do governo fazer nada para melhorar o que para o povo não está bom, vão ainda punir quem contestar.
    Isso me faz lembrar algo que não vivenciei, mas aprendi na escola. Se chama DITADURA !

    ResponderExcluir