ALEPE

ALEPE
ALEPE

GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO
GOVERNO DE PERNAMBUCO - FUNDARPE

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

MACONHA PODE SER ESTATIZADA NO URUGUAI

Um dos países mais próximos do Brasil, com uma população de apenas 3,3 milhões de habitantes, o Uruguai tem uma proposta avançada de legalização da maconha. Um projeto do Governo chegou a ser enviado ao Legislativo só que o presidente José Pepe Mujica (foto) recuou e não promulgou a lei que  “estatizava” a produção da erva. Justificou dizendo que faltou apoio à medida, uma vez que uma pesquisa de opinião feita entre os uruguaios mostrou que 64% da população é contra a proposta.

Pelo projeto do governo o Estado assumirá o "controle e a regulação das atividades de importação, exportação, plantio, cultivo, colheita, produção, aquisição, armazenamento, comercialização e distribuição de cannabis ou seus derivados."
Segundo o governo do Uruguai a humanidade tem desperdiçado colossais somas de dinheiro e outros recursos, incluindo os humanos e da ciência, no caminho de uma guerra equivocada de combate às drogas. “Apesar dessa guerra e do meio século de sua dura aplicação, o consumo tem se expandido e com ele suas péssimas consequências”, justificam os governistas.
Mujica disse que a intenção é buscar formas de combater o tráfico da droga. Segundo ele, o sistema atual, baseado principalmente na repressão como meio de controle, é um “fracasso”.
Há previsão de que o tema volte a ser discutido na Câmara e no Senado até o fim do primeiro semestre de 2013.
De acordo com dados do Conselho Nacional de Medicamentos, 20% dos uruguaios na faixa de 15 a 65 anos fazem uso de maconha em algum momento de sua vida.
O presidente José Pepe tem 78 anos e na juventude foi guerrilheiro do Movimento de Libertação Nacional Tupamaros. Ao chegar ao poder, surpreendeu o mundo, optando por continuar morando numa chácara simples onde vivia e dirigir ele mesmo o seu automóvel, um fusquinha azul do ano de 1981.
No Brasil a descriminalização da maconha é defendida pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, do PSDB. O jornalista e ex-deputado Fernando Gabeira também sempre teve posições avançadas com relação a essa questão.
O principal argumento dos que defendem a flexibilização da droga é que a ilegalidade alimenta o crime, envolvendo bandidos, policiais e até deputados, como mostra bem o filme Tropa de Elite 2.

4 comentários:

  1. Nos EUA, a cultura da Canabis é muitíssimo rentável, faturando mais do que culturas tradicionais como milho e soja. Lá muitos estados regulamentaram o uso medicinal, alguns regulamentaram o uso recreativo e o governo federal se abstém de reprimir o cultivo, o comércio e o uso, quando essas atividades são desenvolvidas de acordo com a legislação estadual. Muita gente ganha dinheiro de forma legal nos EUA com a canabis, e o governo arrecada muito com a cobrança de impostos.

    ResponderExcluir
  2. A vida é boa e cheia de possibilidades. Este trabalho está de parabéns assim com seu site. Faz um excelente trabalho. Deixo meu blog para uma divulgação a mais se for de interesse. http://www.informativoclarana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. CERTA VEZ, ESTAVA EU NA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA, PARTICIPANDO DE UM ENCONTRO DA FILHA DE GUEVARA(ALEIDA GUEVARA) E NA ÂNSIA DE CONSEGUIR UMA AUDIÊNCIA COM ALEIDA, CONVERSANDO COM O EMBAIXADOR CUBANO NO BRASIL(TENTANDO CONSEGUIR CINCO SEGUNDINHOS DE FAMA PARA FALAR COM A FILHA DO CHE), MUITO SOLÍCITO O EMBAIXADOR ME RECEBEU, OFERECENDO-ME UM DOS SEUS CIGARROS QUE EU ACEITEI PRONTAMENTE(MUITO FORTE), COMO TAMBÉM O RETRIBUI COM UM CIGARRO DA MARCA QUE FUMAVA. NAQUELA OPORTUNIDADE, ELE ME APRESENTOU UM GUERRILHEIRO URUGUAIO QUE NA SUA JUVENTUDE FORA AMIGO DE CHE GUEVARA, TRATAVA-SE DO BAIXINHO PEPE MUJICA, UMA FIGURA AGRADABILÍSSIMA ONDE TRAVAMOS UM PAPO BEM LEGAL ELE ME CONTANDO DOS ENCONTROS QUE TIVERA COM O CHE(NESSE ÍNTERIM, ERA O BAIXINHO DANDO BAFORADAS EM UM CIGARRO BRASILEIRO E EU TRAGANDO UM URUGUAIO(SUAVE). PARA MINHA SURPRESA, JAMAIS IMAGINARIA QUE UM DIA NA VIDA AQUELE EX-GUERRILHEIRO MUITO SOLÍCITO, SERIA PRESIDENTE DA REPÚBLICA DO PAÍS MAIS SÉRIO, POLITICAMENTE FALANDO, DA AMÉRICA DO SUL(O CHILE TAMBÉM). EU ACHO QUE ATÉ ELE DO MESMO MODO NÃO SE IMAGINAVA EXERCER ESSE CARGO ATRAVÉS DO VOTO LIVRE E DEMOCRÁTICO...

    ResponderExcluir
  4. O Brasil precisa evoluir no debate deses assuntos polêmicos, como liberação da maconha e a legalização do aborto. Nosso país ainda está preso aos discursos religiosos. Infelizmente enquanto ficarmos presos a este tipo de discurso continuaremos patinando e vendo a rentabilidade do tráfico aumentar e atrair cada vez mais jovens para a criminalidade, e o aumento do número de abortos em clínicas clandestinas vai continuar a matar centenas de mulheres anualmente. Vamos praticar o amor pregado por Cristo por essas vidas, isso sim é cristianismo.

    ResponderExcluir