SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

GARANHUNS E AS DEFINIÇÕES PARA 2012

Desde que comandou o ato de repúdio à pré-candidatura de Antônio João Dourado, o prefeito de Garanhuns, Luiz Carlos de Oliveira, “mergulhou” e tem adotado a estratégia do mais completo silêncio sobre a sucessão municipal. Ninguém sabe quem ele vai apoiar, nem mesmo seus assessores mais próximos. Alguns secretários do núcleo de poder conversaram com o chefe, defenderam que o pedetista deve ficar ao lado de Izaías Régis, mas o prefeito não se pronunciou.

Izaías apoiou Luiz Carlos em 2008, quando este disputou a reeleição, e recebeu o apoio do gestor, quando garantiu seu terceiro mandato na Assembléia, em 2010. Seria muito natural os dois caminharem juntos outra vez, em 2012. Não se sabe, no entanto, o que aconteceu para o pedetista hesitar numa composição com o nome mais forte de sua base de apoio.

Pelo que se ouve nos bastidores, o prefeito de Garanhuns já esteve mais inclinado mesmo foi em ficar com a candidata do PSDB, Aurora Cristina.

Embora este seja um nome respeitável, poderia trazer alguns problemas para Luiz Carlos. Primeiro com o governador Eduardo Campos, que já não anda muito satisfeito com as posições do prefeito; segundo com o próprio eleitorado, que poderia reagir à aliança com Aurora/Silvino depois do rompimento entre os ex-aliados.

O prefeito, na verdade, gostaria de ter um candidato da sua inteira confiança para disputar a eleição pelo PDT. Júlio César e Carlos Eugênio seria opções do líder garanhuense. Acontece que seu governo está sem forças para bancar uma candidatura e os dois jovens, apesar de competentes como auxiliares, ainda não têm capital político para disputar uma eleição majoritária.

A desaprovação do governo de Luiz deixa o prefeito e sua equipe, assim como os vereadores aliados, imobilizados. Uma situação que não deixa de ter o seu lado irônico: o governo atual foi o que mais fez pela cidade em saneamento, investiu mais do que os outros na periferia, mudando a realidade de áreas como a Brahma, Bela Vista, Manoel Chéu, Parque Fênix e Jardim Petrópolis.

Mesmo nestes lugares, porém, não aparece como bom gestor. O jeito retraído, casos como da ponte do Sítio Baraúna, das Casas da Cohab III e da Escola Miguel Arraes de Alencar marcaram negativamente o Governo e terminaram por apagar as obras feitas nos bairros mais afastados.

O centro, cartão postal que foi bem cuidado na administração de Silvino, não recebeu a mesma atenção da gestão atual. O caso das praças, no momento com reformas emperradas, parece ter sido a gota d´água. Isso tudo vai minando a força política de Luiz Carlos, que ainda poderia neutralizar um pouco as críticas este ano terminando o que começou, realizando mais algumas ações e decidindo apoiar um candidato que represente ao mesmo tempo a continuidade e a mudança.

Garanhuns, certamente, deseja a partir do próximo ano um prefeito de estilo diferente, capaz de levantar a auto estima da população e “sacudir” o município em outra direção, para que comece a crescer num ritmo compatível com outras cidades de porte médio de Pernambuco e do Nordeste.

Esse discurso do crescimento tem sido ensaiado com habilidade por Antônio João Dourado. Só não lhe trouxe dividendos até o momento por conta das resistências que sofre por parte de largos setores da sociedade. Mas se ficar um vácuo quando chegar a campanha o socialista pode até crescer na preferência popular.

É necessário, portanto, que no tempo certo Luiz Carlos, Izaías, Sivaldo, Aurora, Paulo Camelo e talvez Zé da Luz ocupem seus espaços de forma planejada. Caso não façam isso, não costurem alianças, não tenham o que oferecer ao povo, correrão o risco de ser todos derrotados e desmoralizados politicamente por uma estranho à vida do município.

19 comentários:

  1. A pergunta e: Quem dos pre-candidatos gostaria de receber o apoio do prefeito Luis Carlos?

    ResponderExcluir
  2. A pergunta é: Quem dos pre-candidatos gostaria de ter o apoio do prefeito Luis Carlos?

    ResponderExcluir
  3. PAULO CAMELO, COMENTA: Sinceramente, não observo alguma habilidade como administrador do Importado de Lajedo, o prefeito Antônio João Dourado. Caso o Prefeito do Lajedo fosse um grande administrador, certamente estaria no comando, como alto executivo, de uma grande empresa privada ou estatal. Para um alto executivo, Lajedo não interessaria administrá-la. O Importado é fraco, por isso preferiu ficar no anonimato e ser Prefeito do Lajedo. Agora, ele quer se recuperar as custas do povo de Garanhuns. Lajedo não é uma grande cidade em termos de desenvolvimento social e econômico. O discurso do Importado é de prepotência, de arrogância, de complexo de superioridade e de submissão ao governador Eduardo Campos. Portanto, não serve para Garanhuns. Lembrando que o Importado não tem esse trânsito no Planalto, com a presidente Dilma, como ele quer dizer e enganar os desavisados. Acontece que algumas pessoas gostam de três atribuições negativas que o político possa ter, ou sejam: poder (o Importado foi escolhido porque é Prefeito), dinheiro e ruindade.
    TENHO DITO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. já estamos cansados dessa ladainha Paulo mude esse disco,já não aguentamos mais a mesma coisa sempre!!
      João
      Cohab I

      Excluir
  4. A desmolarização politica em Garanhuns,já ocorreu em outras eleições, O povo elegeu José Inacio9Zé do Povo), Bartolomeu(dando um chute em IVo/Tinoco,o Proprio Silvino traiu Arraes,passando p/ Jarbas, o Luis Carlos Traiu Silvino e por ai vai....
    Em síntese, enquanto os politicos de Garanhuns continuarem esta politica mesquinha de não preparem sucessores,pensando que são insubistituivéis e que voltarão ao poder,como hj pleiteia o Silvino...
    Então,caso suja uma nova supresa,não será novidade,como diz o ditado popular " O POVO TEM O GOVERNO QUE MERECE "
    Esta politica de vereadores pau mandado de prefeito,que só se preocupam em garantirem seus empregos,continuaremos pobres de representantes e a cidade
    ficará sem dono a mercê de extra-terrestres como Zé da Luz, Antônio João, Leonardo Dias e outras figurinhas...
    Pensem nisso...

    Thiaho Mello
    Heliopolis

    ResponderExcluir
  5. Pra Paulo “Dromedário” Camelo, animal que vive no deserto das informações não passar mais mico neste blog. O importado de Lajedo, como você chama, tem uma larga experiência administrativa tanto no setor privado como publico: .Diretor da AD-Diper .Diretor da Celpe .Presidente do complexo portuário de Suape (por duas vezes) se foi 2 é porque é bom. .Secretario de Governo de Pernambuco .Diretor da Companhia Geral .Prefeito de Lajedo (por três Vezes) se foi 3 é porque é bom. .Presidente da AMUPE (por duas vezes) Presidente da CODEAM (por duas Vezes) Tá bom ou quer mais Paulo Dromedário? Aproveitando a oportunidade já que você mesmo acha que um candidato tem que ter experiência administrativa, lhe pergunto: qual a sua experiência nas áreas de administração em políticas publicas? Se não tens, tira o camelinho da chuva e deixa de falar bobagens. TENHO DITO

    ResponderExcluir
  6. Vejo que os lajedenses(de Garanhuns) não tem o minimo de respeito pela sua cidade,tenho certeza que o povo de Garanhuns não aceita o Sr. Antonio João Dourado, nada contra a pessoa pois dos Dourados nada tenho a falar, são pessoas de bem , agora dizer que ele é o salvador da patria e que vai dar jeito em Garanhuns e no minimo derrespeitoso para com o nosso povo, Eduardo ainda vai se arrepender imensamente por esta atitude estupida e sem cabimento, o povo de Garanhuns sabe o que é politica e politicos, fiquem sabendo que Garanhuns jamais elegerá Antonio João para prefeito da nossa querida Garanhuns.

    Antonio Carlos dos Santos- Garanhuns - PE

    ResponderExcluir
  7. O ano de 2010 foi marcado por eleições para Presidente, Governador, Deputados Estaduais e Federais e para os Senadores.

    Em todos os municípios as obras foram espalhadas e começadas.Assim que passou as eleições, muitas dessas obras ficaram paradas e ainda estão até hoje.

    O ano de 2011 ficou marcado como um ano de ajuste nas contas públicas.

    De 2010 até a presente data a única coisa que vemos diariamente são os ajustes que são dados ao funcionalismo Público Estaduais, Federal, Municipais e da iniciativa privada também.

    Com aquele belíssimo aumento de 61,83% dado aos nobres parlamentares Federais e Senadores extensivo ao Presidente da República, aos Ministros, Secretários, Prefeitos, Governadores, Vereadores e demais categorias afins, os trabalhadores passaram a encarar e cobrar aumentos salariais que variam de 4% a 14,13% conforme foi dado ao salário mínimo brasileiro que passou de R$ 545,00 para R$ 622,00.

    Todos os aumentos rotativos e com efeito cascata em todo o país quem paga a conta é o FPM E FPE( Fundo de Particição dos Municípios e o Fundo de Participação dos Estados), dinheiro esse que vem do Tesoureiro Nacional e que é arrecadado de todos nós brasileiros.

    Por isso que a Presidente Dilma Vane Rousseff herdou de fato uma máquina pública viciada por uma classe política que legisla em causa própria e goza de uma mordomia fora do comum.

    Eles, Deputados Federais, jamais pensaram no país e especialmente nos mais pobres.

    Esta é a realidade nua e crua.

    Com essas obras paradas em todos os lugares, são os Prfeitos que estão pagando caro para manter a máquina pública funcionando naquilo que é essencial e protelando as obras para quando houver dinheiro extra-orçamentário reiniciar as obras paradas e que são muitas em todos os municípios brasileiros.

    Professor Zeca Barbosa ( Lagoa do Ouro-PE).

    ResponderExcluir
  8. Camelo nao se elege nem pra vereador. quante as definiçoes aqui em garanhuns eu nao sei mais aqui no meu bairro ta bonbano na Boa Vista so da Dourado. Jetro

    ResponderExcluir
  9. Com defeitos inerentes a todos ,IZAIAS ainda e o melhor candidato pra Garanhuns, e daqui, conhece nossa Cidade, tem algum acesso, pode muito bem montar uma boa equipe e fazer uma grande Administração , nos que gostamos de Garanhuns temos mais e que torcer e ajudar quem se eleger, agora que a melhor opção e esse doido desse Izaias isso é .Silvio Amorim, Heliopolis.

    ResponderExcluir
  10. vai sempre ser assim uns paus mandados do prefeito forasteiro/coronel e os que querem ver garanhuns diferente! vocês de lajedo se toquem de vez por todas GARANHUNS NÃO VAI ELEGER ESTE MAMUTE DE BIGODE!!!! TENHO DITO.

    ASS. BIGODE

    ResponderExcluir
  11. Caro Lajedense, com certeza outros políticos e empresários tem currículos muito melhores e mais experiêntes que o do seu prefeito. Currículo não enche barriga! O que importa é trabalho, é arregaçar as mangas e partir pra luta. Qual a utilidade de tanta coisa no currículo desse cidadão se nada ele aproveitou pra desenvolver sua cidade? Cadê os livros das escolas municipais que foram comprados e os alunos estudaram o ano de 2011 uns emprestando livros a outros e outros sem livro nenhum? Cadê a saúde pública municipal? Não é só falta de médicos, é de condições dignas de atendimento, de material hospitalar, de forro de cama, de móveis sem estar corroído pela ferrugem... e etc etc etc... Me diz pra que serve esse currículo todinho dele???

    Maria Luisa Teles

    ResponderExcluir
  12. Izaías Régis chegou a Garanhuns com 11 anos de idade, vendeu balas no beco do Bispo, vendeu cigarros num fiteiro, arrumou um emprego de vendedor de sapatos, colocou uma loja, foi presidente do CDL, através da ACIG e SESI, trouxe atendimento odontológico na unidade móvel para todos os bairros da cidade, curso de tapeçaria, de panificação entre outros, depois de ter feito inúmeras benfeitorias para Garanhuns foi concorrer a cargos políticos, não era de família rica nem tradicional, precisou ralar muito para chegar onde chegou, se elegeu 3 vezes deputado estadual, aliás o único a se eleger 3 vezes para deputado na história de Garanhuns. Falo de Izaías por ser o que tenho mais conhecimento através da mídia, mas se procurarmos a história de Sivaldo, Aurora, Paulo, Nivaldo etc., com certeza terão currículos bem mais modestos que esse senhor de Lajedo, porém qualquer um deles já fizeram muito mais por nossa terra. Pra vocês verem... Izaias não tem a metade de cargos importantes e títulos bonitos que esse senhor de Lajedo tem no currículo, nunca foi prefeito da sua cidade, não tinha pai rico, mas já fez muito, mas muito mesmo, mais pela sua cidade, do que esse cidadão que tem isso tudo fez pela dele! Só entendo que esses lajedenses que defendem esse senhor só tem um objetivo: livrar-sem dele!

    Júlio César Souto

    ResponderExcluir
  13. Por falar em Politico que n faz sucessor o Sr Izaias é igual aos outros. Na hora de indicar um vice, indicou Almir Pena Fraca, que nunca foi do GRUPO dele, é farinha do mesmo saco. Comparar Paulo Camelo com esse importado de Lagedo logico que Paulo é muito melhor que ele

    ResponderExcluir
  14. Governador, acabe com esse mania de achar que o povo de Garanhuns é besta. Agente n vai aceitar esse seu modo de DITADOR. Nos somos livres e queremos ter o direito de escolher que agente quizer, uma pessoa que conheça os nossos custumes, conheça as nossas ruas e não um estranho que n conheçe nem uma rua de nossa cidade

    ResponderExcluir
  15. Em comentario Sr.tiago, fala sobre a falta de respeito as pessoas pelos politicos. Lembra-me, perfeitamente de Silvino quando prefeito, botou para fora da Prefeitura o seu Vice o Dr. Marcio Quirino,que, segundo uma boa parte da populacao foi respomsavel pela sua eleicao e fez um excelente tralho com muita respomssabilitade e carater como reconhecidamente por todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PAULO CAMELO, DIALOGANDO COM O LAJEDENSE: É muito fácil administrar uma empresa pública com recursos públicos e/ou, melhor, dos contribuintes. O "X" da questão estar em administrar uma empresa privada. Paulo Camelo, concursado do Banco do Brasil, já ocupou vários cargos comissionados, inclusive gerente, mas preferiu sair no PDV (Plano de Demissão Voluntária) e instalar a sua empresa de engenharia. O Importado de Lajedo, o prefeito Antônio João Dourado, é tão fraco que foi dado a ele mais de uma oportunidade nas empresas públicas, inclusive na Prefeitura do Lajedo, e até agora o Importado não conseguiu se firmar, preferindo tentar se recuperar pela quarta vez em nossa amada e explorada cidade, denominada Garanhuns. Mas, vamos em frente: CAMELO NELES!

      Excluir
    2. Deixe de embromação e seja direto nas perguntas que lhe foram feitas.
      Estou aguardando a publicação de seus serviços em POLITICAS POBLICAS, já que voce cobrou do importado de Lajedo. É bom responder a essa pendenga para não ficar no "A É" perante toda a opinião publica de Garanhuns, Se não voce vai ter que optar por um PDVPP (Plano de Demissão Voluntaria Precoce da Politica).
      CURIOSIDADE: Não sabia que PDV era ação curricular de serviço publico (se for só isso, tá fraco para concorrer a prefeito de Garanhuns).
      Obs. Se seu grande feito é ser concursado o importado tambem é: Engenheiro da CHESF.
      Ainda tem mais...TENHO DITO

      Excluir
  16. Camelo vai ve se arranja uns votinho pra se eleger vereador? pq nem isso vc sabe fazer> Maria Luiza Teles já falei varias vezes, a falta de medicos nao e pq o prefeito noa contrata, é pq nao tem os medicos para serem contratados, e se vc souber de algum que queira 8,000.00 por um plantao leve a lajedo que sera contratado. o problema é que os médicos querem o plantao e so querem trabalhsr menos do que se deveira trabalhar. só que em Lajedo tem que cumprir horario. Magda Magano

    ResponderExcluir