SECRETARIA DE SAÚDE DO ESTADO

GOLEIRO DO AFOGADOS É DESTAQUE NACIONAL



Wallef, goleiro do time de Afogados da Ingazeira, virou herói para os torcedores da Coruja do Sertão e durante a semana foi destaque em jornais e sites do notícias por todo o país.

É que o arqueiro do time sertanejo defendeu dois pênaltis contra o Atlético mineiro, quarta-feira, sendo o grande responsável pela eliminação do Galo da Copa do Brasil.

Ao ser entrevistado pelo Portal Uol sobre o uso do boné durante o jogo, mesmo sendo á noite, Wallef fez uma revelação singela: Ele explicou que com o gorro faz propaganda de uma pousada onde se hospeda em Afogados. Por conta de publicidade, não precisa pagar o alojamento.

Goleiro do Afogados é natural do interior do Espírito Santo.

Ele contribuiu – e muito – com a vitória sobre o Atlético, que após o revés no interior de Pernambuco demitiu o técnico e dois dirigentes.

Vejam as disparidades: O Atlético é de Belo Horizonte, uma cidade de 1 milhão e meio de habitantes. Afogados tem menos de 40 mil moradores.

A folha salarial do Atlético é uma das maiores do Brasil, em torno de R$ 4 milhões. Todo o plantel do time do Afogados, incluindo titulares e reservas, custa à diretoria apenas R$ 100 mil.

Mesmo assim, os sertanejos pernambucanos fizeram dois gols nos mineiros (jogaram maior parte do segundo tempo com um homem a menos) e se classificaram para a terceira fase da Copa do Brasil, com o brilho da estrela de Wallef, que segundo a reportagem do Uol é acostumado a pegar pênalti.

Nenhum comentário:

Postar um comentário