SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

ALEPE

ALEPE
ALEPE

quinta-feira, 29 de agosto de 2019

SILVINO ACHA QUE SIVALDO ESTÁ INDECISO SOBRE ELEIÇÃO


Entrevistado pelo comunicador Eduardo Peixoto, hoje pela manhã, na Rádio Jornal Garanhuns, o ex-prefeito Silvino Duarte (PTB) foi muito incisivo na sua condição de pré-candidato à sucessão municipal, confessando estar animado com as pesquisas e o sentimento de muitas pessoas, que segundo ele se encontram com ele e pedem a sua volta ao Palácio Celso Galvão.

Quando o radialista perguntou a Silvino o que ele achava do deputado Sivaldo Albino ter dito, na mesma Rádio Jornal, “que o seu tempo passou”, o ex-prefeito argumentou que em política não existe isso, garantiu estar completamente lúcido, disposto, animado e preparado para governar Garanhuns novamente.

“Ele não sabe ainda nem se é candidato. Eu estou definido: sou candidato!”, frisou o ex-prefeito, deixando de lado até o termo pré, uma vez que alguém só pode efetivamente postular um cargo eletivo quando tiver seu nome homologado numa convenção.

Ele lembrou, durante a entrevista, das principais ações de quando foi prefeito, como a construção da Praça de Eventos, do Centro Administrativo, o aterro sanitário, Centro de Zoonoses, postos de saúde, escolas e o Polo Heliópolis.

Segundo ele, hoje algumas dessas obras precisam ser reformadas ou ampliadas e há muito o que se fazer na cidade, que a seu ver está sendo bem cuidada pela atual gestão.

Por sinal Silvino Duarte elogiou bastante o prefeito Izaías Régis, a quem considera um político e inteligente e que "certamente apoiará o candidato que estiver em sintonia com a população". Deixou claro que tem a simpatia do deputado federal Fernando Rodolfo e do ex-senador Armando Monteiro,  esperando também contar com o apoio do atual gestor.

Não admitiu ser vice de nenhum dos outros nomes colocados, embora reconheça que o cargo honra qualquer um. “Mas se vejo nas ruas que querem que eu seja candidato a prefeito, não vou frustrar os eleitores disputando outra função”, justificou.

Silvino observou que os tempos hoje são outros, as campanhas políticas se tornaram mais baratas, por conta da força das redes sociais. Deu o exemplo do presidente Jair Bolsonaro, que na sua opinião se elegeu usando bem as mídias digitais.

Com relação a Sivaldo, o único possível adversário que ele “cutucou”, ao insinuar que o socialista está indeciso para disputar a eleição, o ex-prefeito disse que se dá bem com ele, reconheceu que o deputado o ajudou muito como vereador, porém salientando que também já apoiou ele em três ou quatro campanhas.

Outros nomes, como Zaqueu, Haroldo, Luizinho ou Coronel Campos ele não deu tanta importância, talvez por considerar que vai mesmo ser candidato e a disputa será polarizada com o deputado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário