SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

sexta-feira, 26 de julho de 2019

CAPITAL DO INVERNO NORDESTINO



* Givaldo Calado de Freitas

Cidade linda pra não dizer bela. Bela pra não dizer majestosa. Majestosa pra não dizer encantadora. É Garanhuns. Daí “Cidade Encanto”. Daí seus indizíveis cognomes - “Suíça Brasileira”, “Onde o Nordeste Garoa”, “Cidade Jardim”, “Cidade Poesia”... Ah! Tantos! E chegando mais, através de Lei Federal - “Capital do Inverno Nordestino”, eis que seu projeto, sob o número 4.115/2019, na Câmara dos Deputados, tramita, através da iniciativa do nosso Deputado Federal Fernando Rodolfo. Que nos faz recordar dos versos de Jorge de Lima.

“Zefa, chegou o inverno
chuva e mais chuva, Zefa!
Vai nascer tudo, Zefa!
Vai haver verde
verde de bom
verde nos galhos
verde na terra
verde em ti, Zefa,
que eu quero bem”

Eu gostaria de conferir a cara daquela madame paulistana de quem falei nas minhas linhas, sob o título “AINDA FRIO E CHUVA EM GARANHUNS”, de 25.10.2017, e com quem conversei no Shopping Cidade de São Paulo.
  
Vejo-a, ainda hoje, indignada a dizer: “Que absurdo! Inverno no Nordeste? Logo onde? Na terra daquele ‘pau de arara’. Daquele ‘analfabeto’. Não! É preciso acabar com essa história de Congresso. Afinal, pra que? Inclusive, é urgente que nossa pátria se livre daqueles ‘miseráveis que passam fome’.” No que pese o nosso "mestre" ter afirmado, dias atrás, que no Nordeste ninguém passa fome.

Ah! Como somos diferentes, nós, nordestinos, do que pensam os paulistanos pela boca da madame com quem conversei naquela tarde em São Paulo. Conversei? Na verdade, ouvi monólogo.  Arrogante. Raivoso. Recheado de preconceito e ódio. Enfim, de palavras de cunho separatista.

Ah! Certamente ela, a paulistana, não me ouviu dizer em minhas linhas que, em Garanhuns, em todas as estações - primavera, verão, outono e inverno, temos, sim, clima ameno.

Sou, positivamente, um garoto propaganda da minha cidade. Não lhe cobro nada por esse mister. Pelo contrário. Eu agradeço a sua gente por me permitir defendê-la por onde passo.



* Acadêmico. Empresário. Figura Pública.

Um comentário: