SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

sexta-feira, 26 de julho de 2019

POR QUE A SITUAÇÃO DE MORO E DALLAGNOL SÓ PIORA?


A situação só piora para o ministro Sérgio Moro. Depois de todas revelações da imprensa sobre sua conduta duvidosa, quando era juiz, o hoje empregado de Bolsonaro esperava que a prisão de hackers,  acusados de vazar as conversas para o jornalista Glenn Greenwald, fizessem diminuir os questionamentos a respeito do seu comportamento.

Não é o que está acontecendo. Hoje foram publicadas novas denúncias envolvendo Deltan Dallagnol (uma espécie de braço direito do ex-juiz na Lava Jato), a imprensa continuou em cima do ministro, jornalistas e até personagens da magistratura criticaram seu comportamento.

Jorge Antônio Maurique, juiz do TRF-4,  disse que apesar de a Polícia Federal indicar que as mensagens são fruto de invasões de celulares ´se verdadeiro, o conteúdo vazado é muito ruim para os envolvidos´.

 “Impressiona que não haja indignação no mundo jurídico com o conteúdo, e sim com a forma. Veja que o conteúdo não foi contestado expressamente pelos envolvidos”, frisou Maurique. “Por causa de mensagens vazadas a jornalistas, o governador de Porto Rico acaba de renunciar. Lá, só importou o conteúdo”, completou.

Em artigo na Folha, o jornalista Reinaldo Azevedo também foi pra cima de Moro: escreveu que o ministro está aparelhando a Polícia Federal, atendendo orientação do presidente Bolsonaro. "O que ficou claro, agora sem espaço para dúvidas, é que chegou ao fim a autonomia da PF — aquela que existiu, de forma inequívoca, nos 13 anos de governo petista. Ou algum policial federal se atreveria a negá-lo? Eis que foi preciso que chegasse ao Ministério da Justiça o paladino do combate à corrupção para que a Federal se tornasse em mero instrumento de um projeto de poder", detonou Reinaldo.

O jornalista finalizou:

"E, como vamos verificar, aqueles que criticavam o PT (e eu era um deles) e se diziam liberais (e eu era um deles) vão agora ficar de bico fechado, dedicando-se à tarefa de tentar arrancar um pouquinho mais o couro dos pobres em nome de um país com menos regulamentações, dando de ombros para o estado de direito. E não! Não sou, nunca fui e jamais serei um deles".

E a nova do Deltan? Aquele procurador que só pensa naquilo: dinheiro!

Diálogos publicados pelo The Intercept e Folha de São Paulo revelam que o representante do Ministério Público fez uma palestra para uma empresa suspeita, investigada pela própria Lava Jato e recebeu modestos R$ 33 mil.

Vamos refrescar a memória: em 2018 Deltan Dallagnol ganhou 300 mil reais com o salário de funcionário público federal. Graças à fama conquistada com a Operação Lava Jato, saiu fazendo palestras pelo país e ganhou mais 400 mil reais.

Falou até em empresas suspeitas, como informado hoje e ainda se vangloriou por ter recebido um “mimo” de um parque aquático de Fortaleza, onde se hospedou com a família.

De quebra fez palestra na capital cearense, onde embolsou mais um dinheirinho.

Menino sabido! Nem parece que é evangélico!

E não esqueçam: Moro é Dallagnol! Dallagnol é Moro!

Lula está preso e o resto "tá tudo dominado".

Parece que para salvar a reputação de Batman (Moro) e Dallagnol (Robin), será preciso mais do que prender dois ou três hackers.

Que tal prender o jornalista Gleen Greenwald? É americano, eles não teriam coragem.

2 comentários:

  1. O CRIMINOSO VERDERVALDO APOIADO PELA BANDIDAGEM PETRALHA FLUTUARAM LIVREMENTE NO ESPAÇO SIDERAL DA INTERNET. AGORA, LASCARAM-SE!!! ENQUANTO ISSO, MORO VIRA O JOGO. NÃO DESISTA, MORO!!!

    P.S.: - O criminoso Verdervaldo apoiado pela bandidagem petralha, JUNTOS, flutuaram livremente no espaço sideral da internet. Agora, lascaram-se!!!

    ResponderExcluir
  2. "0 que importa não é o vazamento ilegal,é o conteúdo do vazamento".Disse DR. SÉRGIO MORO EM ABRIL DE 2016, APÓS ELE VAZAR AS CONVERSAS ENTRE LULA E DILMA. E agora?

    ResponderExcluir