Assembleia Legislativa

Assembleia Legislativa
Assembleia Legislativa

quinta-feira, 23 de maio de 2019

FERNANDO RODOLFO AJUDA A DERROTAR SÉRGIO MORO


 
Deputado numa reunião com Moro em fevereiro

Deputado federal Fernando Rodolfo, natural de Garanhuns, votou com o Centrão e os partidos de esquerda para tirar o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF), da alçada do Ministro Sérgio Moro (Justiça) para submeter o órgão de fiscalização ao ministro Paulo Guedes (Economia).

Decisão do parlamentar dividiu opiniões na cidade e até pessoas do seu grupo político, como o Coronel Campos (PSL), se revelaram decepcionados. “Eu sairia do partido, mas não votaria contra”, chegou a se pronunciar o militar, convencido, como outros, que enfraquecer Moro é fragilizar o combate à corrupção.

Opinião de Campos tem peso, pois se sabe que é um homem sério.

A derrota de Moro foi também uma derrota do Governo Bolsonaro, o que demonstra a insatisfação da Câmara Federal com o presidente da República.

Estiveram com o Governo e Moro os seguintes partidos: PSL, Podemos, Pros, Novo, Cidadania, PV e PSDB.

Votaram contra a permanência do COAF no Ministério da Justiça parlamentares do PT, PSOL, PC do B, PDT, PTB, PP, PR, PSB, PRB, Solidariedade, Avante e MDB.

Curioso, no caso do deputado Fernando Rodolfo, é que o parlamentar esteve com Sérgio Moro mais de uma vez, desde que assumiu o mandato e se comprometeu a apoiar o ministro em sua cruzada anticorrupção.

A verdade é que os partidos de esquerda votaram contra Moro por ideologia, por considerar o ministro e o governo com tendências fascistas, enquanto o Centrão é fisiológico ou movido a interesses financeiros.

6 comentários:

  1. Fique decepcionado, não esperava isso dele. trabalhar para facilitar a vida de bandidos. não importa o partido foi corrupto tem que ir para cadeia.

    ResponderExcluir
  2. Já está planejando o que vai fazer com o dinheiro público! Esse daí nunca me enganou!

    ResponderExcluir
  3. Fernando Rodolfo discursou um coisa e fez outra. Em Bom Conselho, não gastou nada, teve mais de mil votos, inclusive o meu. Não terá mais o apoio dos professores e dos radialistas da terra de Papacaça. O seu discurso era uma farsa, a prova está aí a prova. Os 50 mil eleitores que votaram nele estão sendo lesados, enganados... Nunca mais Fernando Rodolfo!

    ResponderExcluir
  4. Rapaz que decepção hemm, perdir meu voto não só por essa atitude, tá estralho o negócio

    ResponderExcluir
  5. Seria bom que alguém avisasse ao deputado federal Fernando Rodolfo que bandido e ladrão é o Lula e sua corja do PT, não o ex-juiz MORO. o atual ministro da justiça, SÉRGIO MORO, é um gigante da moralidade pública; um monumento à moralidade nacional; um monumento de retidão e virtude; como também carrega em seu bojo uma conduta pessoal irrepreensível...

    P.S.: - O ministro Sérgio Moro é um homem da lei altamente competente, sábio, calado, perspicaz, sereno, educado, orgulho do brasileiro que tem vergonha na cara!!!

    ResponderExcluir
  6. Verdade ALtamir, as pessoas honestas ficam constrangidas com uma situação dessa.
    mas volto a dizer ele fez isso por medo do mensaleiro Costa Neto, preferiu ficar com o partido a abraçar a causa do povo.

    ResponderExcluir