quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

LOCAÇÃO DE CARROS PELA CÂMARA MUNICIPAL É IMORAL


Anchieta Gueiros e Kleber Cisneiros revelam hoje, em seus blogs, que a Câmara Municipal de Garanhuns publicou edital de licitação, através de “Pregão Eletrônico”, para a locação de 12 veículos pelo Poder Legislativo Municipal.

Com o aluguel dos carros, todos novos, a Câmara deve gastar a importância de R$ 748.966,95.

O Legislativo, atualmente, tem apenas quatro veículos locados e nem todos são novos. Eles atendem principalmente os ocupantes da Mesa Diretora.

Caso o “negócio” do aluguel dos novos veículos seja concretizado, a Casa terá praticamente um carro para cada vereador.

Como não poderia deixar de ser, o fato repercute mal junto à opinião pública.

Garanhuns é uma cidade que não oferece emprego, na periferia da cidade e nos distritos vive gente muito pobre, que passa por aflições todo dia, porém a Câmara se dá ao luxo de gastar cerca de meio milhão e meio de reais para locar veículos para os vereadores.

O que os parlamentares vão fazer com tantos carros? Assistencialismo, usar o dinheiro público para ganhar votos.

Segundo Kleber Cisneiros, Daniel da Silva se elegeu presidente prometendo a cada vereador que ele teria um automóvel à disposição, com dinheiro pago pelo Legislativo, ou seja, pelo contribuinte. A informação teria sido passada ao blogueiro por um dos 13 vereadores de Garanhuns, sinal de que mesmo na Casa Raimundo de Moraes há vozes discordantes contra a medida.

Decisão da Mesa Diretora da Câmara pode até ser legal, mas é absolutamente imoral. Tem cheiro e gosto de corrupção disfarçada (ou seria descarada?), que não acabou no Brasil, nem em Garanhuns.   

Em tempo: Antes das revelações de Kleber e Anchieta, dias atrás o blog V & C Garanhuns já tinha publicado uma matéria sobre este assunto da Câmara. Na oportunidade, acreditamos, ainda não tinha sido divulgado o edital. Hoje as rádios da cidade também repercutem o escândalo. Gláucio Costa, na Marano, foi um dos radialistas que abordou a questão da locação dos veículos pelo Poder Legislativo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário