GOVERNO DE PERNAMBUCO

GOVERNO DE PERNAMBUCO
Presença do Governo no Agreste Meridional

Natal de Garanhuns

Natal de Garanhuns
A Magia do Natal

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

O GLOBO PUBLICA CAPA LIGANDO DINHEIRO DE GEDDEL VIEIRA A LULA, DILMA E PT E É EXECRADO NA INTERNET

Por Junior Almeida

O jornal O Globo, da família Marinho, publicou hoje (6) a capa de sua edição (foto acima) em que aparece a manchete em letras garrafais que “Janot denuncia Lula, Dilma e o PT por organização criminosa”, e abaixo dessa chamada de capa uma foto maior ainda dos 51 milhões de reais apreendidos no apartamento de um dos homens de confiança do presidente Michel Temer, Geddel Vieira Lima.

Quem vê o jornal logo associa a fortuna da foto a Lula, Dilma e ao PT. Erro? Incompetência ou descuido da redação? Claro que não. Não tem incompetente no conglomerado de comunicação das Organizações Globo. Ontem a notícia da maior apreensão de dinheiro do Brasil foi o principal assunto do país. A grana de Geddel rendeu piadas e memes e mais memes nas redes sociais, mas hoje o jornal preferiu destacar Lula, Dilma e o PT, mostrando assim todo seu partidarismo.

O assunto ontem estava nos tending topics do Twitter até o final da tarde, mas, por coincidência (?) no mesmo dia da bomba de Geddel, eis que o procurador Rodrigo Janot indicia o ex-presidente, para delírio da mídia familiar brasileira, que a partir daquele momento não falou de outra coisa, fazendo com que a internet a seguisse. Naquele momento os “jornalões” estavam mesmo precisando de algum assunto que atingisse Lula,  para com isso desviar o foco das pessoas, tirar os holofotes do homem que bradou contra a corrupção em muitas passeatas verde amarelas.

Com tudo funcionando certinho, como sempre funciona a sintonia do judiciário com a mídia, a notícia do indiciamento do ex-presidente saiu antes de começar o Jornal Nacional, que fez o seu "carnaval", e hoje O Globo disparou a sua capa. O pequeno problema (para o jornal) é que diferente de tempos atrás em que só a grande mídia tinha direito às versões, o jornal dos Marinhos foi massacrado na internet, com leitores batendo sem dó no jornal, a quem acusavam de desonesto, parcial e até vagabundo.

“Jornalismo canalha” era outro dos termos mais leves que se podia ver no mundo digital. Políticos de esquerda como Luciana Genro, Eduardo Suplicy, Jean Wyllys e a presidente do Partido dos Trabalhadores, Gleisi Hoffmann, através de suas redes sociais condenaram ao que chamaram de “manual do anti-jornalismo” ou “jornalismo de guerra”, prometendo mais uma vez acionar à Justiça, para que sejam tomadas as medidas cabíveis.

O site Tijolaço aproveitou a deixa e publicou mais duas capas de O Estado de São Paulo e Folha (foto ao lado), onde mostra a sintonia dos noticiosos brasileiros. Internautas anônimos em geral não deixaram o assunto um só minuto, e desde o início da manhã de hoje quando a capa de O Globo ganhou repercussão negativa nas redes sociais e até o final da tarde o assunto estava entre os dez mais do Twitter.


Como podemos perceber, o povo mesmo com todo massacre contra Lula e o PT, diuturnamente demonizados pelos seus inimigos da mídia, o povo não engole pacificamente os que lhes é veiculado. Prova disso é o enorme sucesso da caravana do ex-presidente pelo Nordeste e a sua liderança em todas as pesquisas de opinião.

Nenhum comentário:

Postar um comentário