Garanhuns

Garanhuns
Fique em dia com Garanhuns

GOVERNO DE PERNAMBUCO

GOVERNO DE PERNAMBUCO
Presença do Governo no Agreste Meridional

domingo, 30 de julho de 2017

GOVERNO LIBERA MAIS DE MEIO BILHÃO PARA O AGRESTE

O Pernambuco em Ação chega ao Agreste Central e realiza o maior investimento de todas as rodadas do seminário. O governador Paulo Câmara liberou o montante de R$ 502 milhões para a região, com atenção especial à sustentabilidade hídrica – R$ 488 milhões. Somente a ordem de serviço de implantação do Sistema Adutor do Agreste (Lote 5) recebeu R$ 226 milhões, beneficiando dois milhões de habitantes. Para o auditório do Senac lotado de pessoas, o governador anunciou ainda medidas voltadas para os setores de infraestrutura, educação, transportes, agricultura familiar, turismo  e cidades.

“Vou continuar a trabalhar por um Pernambuco melhor, pelo nosso povo. Meu compromisso não pode ser outro a não ser continuar a fazer parcerias, rodar o Estado e priorizar aquilo que a gente sabe que é importante. Nunca tive tão animado e determinado a trabalhar por esse Estado. Hoje, fizemos anúncios que dialogam com a realidade e necessidade de cada município”, afirmou o governador Paulo Câmara. O gestor estadual destacou que os investimentos em recursos hídricos não vão parar. “Vamos continuar a fazer esforços, pois recursos hídricos são prioridade para o Governo do Estado. Para que a gente tenha condições de levar água para todas as regiões, vamos continuar a, entre outras ações, realizar perfuração de poços e implantação de sistemas de esgotamento sanitário”, assegurou Paulo.

A prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, destacou a importância do seminário Pernambuco em Ação, principalmente, em um momento de dificuldade em todo o País. "O momento que vivemos exige de nós mais compromisso com as pessoas, mas a gente não consegue fazer nada sozinho. Precisamos do apoio e da parceria efetiva do Governo do Estado. Por isso, é tão importante o Pernambuco em Ação no Agreste Central, para ouvir as demandas e tirá-las do papel”, frisou a gestora municipal.

Para atenuar os efeitos da seca que castiga a região há sete anos, o governador assinou a ordem de serviço para implantar Sistema Adutor do Agreste – Lote 5. A obra consiste na implantação de adutoras para abastecer os municípios de Bezerros, Gravatá, São Bento do Una, Lajedo, Cachoeirinha e Brejo da Madre de Deus, com extensão total de 152km. O prazo para execução da obra é de 720 dias após a emissão da ordem de início dos serviços. O governador também autorizou a licitação para o início das obras da Adutora de Serro Azul, estimadas em R$ 200 milhões, e anunciou que realizará uma audiência pública no começo de agosto.

Também na área hídrica, foi inaugurada a primeira etapa do Sistema de Esgotamento Sanitário de Tacaimbó. Com um investimento de R$ 17 milhões – recursos do Governo do Estado, via Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) - o equipamento contemplará 10 mil pessoas. A também ordem de serviço para o Sistema de Esgotamento Sanitário do município de Sanharó esteve entre os anúncios. Com um valor estimado em R$ 26 milhões, a ação atenderá 25 mil habitantes e tem um prazo de 15 meses para conclusão.

As obras não se limitaram aí. Foram dadas ordem de serviço para ampliação e modernização do SES de Caruaru e a requalificação do interceptor, que beneficiará 10 mil habitantes, e para as estações elevatórias de esgotos sanitários Rendeiras II e III, José Liberato I e Boa Ventura. O governador assinou, também a ordem de serviço para adequação das estações elevatórias do Sistema Adutor do Prata. A ação, estimada em R$ 2,6 milhões, atenderá uma população de 500 mil habitantes.

Durante o seminário, foi autorizado o convênio da implantação do sistema de abastecimento de água do Distrito de Cabanas – Cachoeirinha. A obra, estimada em R$ 2,3 milhões, composto por 9 km de sistema adutor e rede de distribuição, contemplará os 2,5 mil habitantes da localidade. Para a construção de uma estação de tratamento de água com capacidade para 20 litros por segundo (l/s), foi dada ordem de serviço do projeto de abastecimento de água de Sapucarana e Encruzilhada de São João. Para esta ação, orçada em R$ 2,5 milhões, o prazo de conclusão é de 12 meses. Quando pronta, o equipamento beneficiará 3 mil habitantes.

FEM – Por meio do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal, o governador Paulo Câmara liberou R$ 3.024.183,47 para 15 municípios do Agreste Central: Bonito, Agrestina, Altinho, Bezerros, Brejo da Madre de Deus, Cachoeirinha, Camocim de São Félix, Jataúba, Panelas, Pesqueira, São Bento do Una, São Caetano, São Joaquim do Monte, Sairé e Tacaimbó. Entre as ações que serão executadas, estão pavimentação asfáltica em diversas ruas, serviços de urbanização e iluminação, reforço e ampliação de espaços públicos e fortalecimento de políticas públicas de promoção do direito das mulheres.

Além do secretariado, estavam presentes o vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, Raul Henry; o presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), Guilherme Uchoa; os deputados federais Fernando Monteiro, André de Paula, João Fernando Coutinho; os deputados estaduais Laura Gomes, Clodoaldo Magalhães, Isaltino Nascimento, Tony Gel, Waldemar Borges, Aluísio Lessa, João Eudes; Eriberto Medeiros; e prefeitos da região.

2 comentários:

  1. Quando o ex-governador Eduardo Campos criou o "Todos por Pernambuco" e fez sua primeira reunião no Colégio Santa Sofia eu estive lá assistindo.

    Antes eu teria convidado a Professora Aurelina Alves Costa, Edson Lopes,Luciano Torres e Aderbal Queiroz Monteiro Júnior para serem Coordenador do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural de Lagoa do Ouro.No dia da reunião para escolher o novo coordenador nenhum deles deram as caras.

    Eu não queria ser mais coordenador porque já teria servido aos ex-governadores Jarbas Vasconcelos e Mendonça Filho por 8 anos.Como ninguém quis assumir o comando eu resolvi contra a minha própria vontade a coordenação do Conselho.

    Na gestão do ex-governador entregamos 95 kit de tração animal, um posto de resfriamento de leite e fiz o levantamento para chegar 78 cisternas em 2008.Nenhum presidente das 12 associações quis receber as 78 cisternas.

    Para não ver as cisternas serem devolvidas ao PRORURAL resolvi fazer o levantamento dos usuários.Foram 60 dias visitando a zona rural.Naquele ano choveu bem durante o inverno e pouca gente queria as cisternas.

    Essas cisternas somente vieram a ser construídas no ano de 2011.Muita gente cavou os buracos e depois intopiu porque demorou muito e não acreditavam que que chegariam jamais.

    No governo do ex-governador Eduardo Campos Lagoa do Ouro recebeu muito dinheiro do FEM e assim recebemos uma Prefeitura,uma academia das cidades,uma terra planagem de Lagoa do Ouro a Correntes,um Samu,a ampliação da barragem de Riacho da Palha,uma Escola em Tempo Integral, 95 kit de tração animal e 3 operações tapa buraco em 2008-2011 e 2014.

    É uma pena que as parcerias públicas e privadas andem a passos lentos e quase parando.

    ResponderExcluir
  2. O Povo quer saber porquê o Governador Paulo Câmara foi a favor dO GOLPE contra o Brasil e a Presidenta Dilma. Assuma essa página na sua história governador e o Povo PODERÁ reavaliar se lhe dará o perdão, ou não. Neste momento, tá difícil... lhe engolir.

    ResponderExcluir