GOVERNO DE PERNAMBUCO

GOVERNO DE PERNAMBUCO
Presença do Governo no Agreste Meridional

Natal de Garanhuns

Natal de Garanhuns
A Magia do Natal

sábado, 29 de abril de 2017

PRESIDENTE DO TRT CRÍTICA REFORMA TRABALHISTA

Manifestação de integrantes do Judiciário em João Pessoa

Como em todas as capitais do Brasil,  milhares de pessoas foram às ruas de João Pessoa, na sexta, dia 28, para dizer não às reformas do Governo Temer.

Entre os manifestantes paraibanos, além de sindicalistas, políticos progressistas, professores e dirigentes partidários, estavam advogados e servidores da justiça, incluindo juízes e desembargadores.

O presidente do Tribunal Regional do Trabalho da Paraíba, Eduardo Sérgio, também se fez presente e diante dos colegas, do público e da imprensa criticou as mudanças nas leis do trabalho e na previdência social.

Ele lembrou que as leis trabalhistas foram conquistadas desde Getúlio Vargas e agora correm o risco de acabar, por conta das atitudes de um governo,considerado ilegítimo.

“As leis trabalhistas são a razão de ser da Justiça do Trabalho e agora querem surrupiar tudo na calada da noite”, disse o desembargador e presidente do TRT.

Na sua visão a própria Justiça do Trabalho pode acabar ou perder sua razão de existir, caso a agenda do governo seja posta em prática, apesar da insatisfação popular.

Eduardo Sérgio de Almeida é natural de Capoeiras, estudou nos colégios Quinze e Diocesano de Garanhuns, tendo se formado em direito, na UFPE. Antes de passar no concurso de juiz na Paraíba foi procurador da Prefeitura do Recife e advogou durante alguns anos para o Estado de Pernambuco, atuando no Hospital da Restauração.

A posição do presidente do TRT da Paraíba sobre as reformas repercutiu em toda imprensa regional e também sites nacionais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário