Garanhuns

Garanhuns
Fique em dia com Garanhuns

GOVERNO DE PERNAMBUCO

GOVERNO DE PERNAMBUCO
Presença do Governo no Agreste Meridional

sábado, 7 de janeiro de 2017

AMOR À CAUSA

Quando o PT estava no poder era acusado o tempo todo de “aparelhamento” do Estado, por indicar seus filiados, militantes e parlamentares para cargos chaves da administração federal.

Um dos políticos mais críticos do Partido dos Trabalhadores, o deputado federal Roberto Freire (PPS/SP), que virou ministro da cultura do presidente Temer, está nomeando quem pode do Partido Popular Socialista para uma boquinha no governo.

No caso dele não é aparelhamento. É amor à causa.

É incrível como todos se parecem sejam eles do PSDB, PMDB, PT, PPS ou PQP.

3 comentários:

  1. José Fernandes Costa7 de janeiro de 2017 13:55

    Esse energúmeno Roberto indigno Freire é conhecido pelo mau-caratismo que SEMPRE foi a marca dele!! - SEMPRE FOI UM FARSANTE DESCARADO !!! /.


    ResponderExcluir
  2. 0 senador Aécio Neves sempre gostou de dizer abertamente que o PT era uma organização criminosa.Com o PMDB no comando da Presidência a República dado a Michel Temer do PMDB,com Renam Calheiros do PMDB e do ex-Eduardo Cunha na Câmara Federal e maias de 6 demissões do alto escalão do governo,afinal,aonde estão as outras quadrilhas? Aécio delatado mais de 5 vezes e José Serra também,afinal aonde estão as quadrilhas do PSDB?

    ResponderExcluir
  3. Marcelo Rezende: Lava Jato faz marketing e não tem provas contra Lula


    Apresentador do programa Cidade Alerta, da Record, diz que toda pessoa tem direito a julgamento e acha "difícil" que o ex-presidente seja preso; "Eu para chamar o sujeito de alguma coisa eu tenho que provar. Não adianta você fazer marketing e depois não chegar a lugar nenhum", criticou, em referência ao Power Point do coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol; para ele, os procuradores estão "ansioso por mídia.

    ResponderExcluir