Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

sábado, 1 de outubro de 2016

PESQUISADOR DEFENDE TRABALHO DA CONTEXTTO

O editor do blog conversou com um técnico em Pesquisas Eleitorais que mora há muitos anos em Garanhuns e tem larga experiência no ramo.

Apesar de ter uma firma que é concorrente do Instituto Contextto, essa pessoa deu um depoimento inteiramente favorável ao trabalho realizado pela Empresa que teve três pesquisas na região proibidas de divulgação na imprensa, apesar de registradas no T.R.E.

“O trabalho desse pessoal é sério e o instituto sempre acerta nas pesquisas feitas nos municípios do Agreste Meridional. Toda essa confusão não passa de briga política de cidade pequena”, comentou.

Nos três municípios onde as pesquisas foram proibidas, a ação foi provocada por advogados de candidatos que aparecem bem atrás na disputa eleitoral, segundo os números da Contextto.

“Proibiram a pesquisa em Caetés, mas não vão proibir o povo de votar. Aí, quando abrirem as urnas e o prefeito for reeleito com uma diferença enorme quero ver com que cara vão ficar”, observou Joaquim Ferreira, morador do município.

Interessante é que na mesma Caetés onde a oposição impediu a divulgação de uma pesquisa,  porque o resultado não lhe era satisfatório, a cidade hoje amanheceu cheia de panfletos dando a entender que Benedito vai ganhar a eleição com grande vantagem.


Será que essa turma vai conseguir “emprenhar” as urnas? 

Um comentário:

  1. SINCERAMENTE, NÃO SE TRATA, DO INSTITUTO CONTEXTTO SER SUSPEITO NEM MUITO MENOS FAZER CONSULTA ELEITORAL NA BASE DA TRAMOIA E DO CAMBALACHO, EM ABSOLUTO, CLARO QUE NÃO!!! O X DO PROBLEMA É EM RAZÃO DE, O INSTITUTO NÃO PREENCHER OS REQUISITOS DA LEI DE PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA, QUE SEGUE TODA UMA ROTINA DE COMO SE DEVE PROCEDER. SÓ ISSO, PORTANTO NÃO SE TRATA DE SUSPEITA SOBRE O INSTITUTO, APENAS, REQUISITOS DA LEI QUE O INSTITUTO NÃO CUMPRIU OU NÃO QUER CUMPRIR!!!

    P.S.: - Para melhor elucidação do fato, O Instituto de Pesquisa Pinheir'us Informática Ltda, de Garanhuns, também não registra suas pesquisa, tendo em vista que, em seu bojo, tem um dos ítens que não cumpre à lei das pesquisas. haja vista não ser considerado ou ter base científica. Dá-se a esse item o nome de, CASAS ADESIVADAS, que realmente não tem valor científico, mas foi introduzido pelo Instituto e no modo de ver do seu proprietário é de grande valia para se fazer uma coisa mais apurada, mais abrangente, mais aprofundada da eleição como um todo.

    ResponderExcluir