Natal de Garanhuns

Natal de Garanhuns
A Magia do Natal

Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

quinta-feira, 8 de setembro de 2016

PERNAMBUCO PARECE EM GUERRA COM TANTAS MORTES

Segundo dados divulgados pela Secretaria de Defesa Social (SDS), agosto foi o segundo mês mais violento do ano para o estado de Pernambuco. Ao todo, foram assassinadas 363 pessoas, um aumento de 10,6% em comparação a agosto de 2015, que fechou com 328 mortes.

Na contramão do Pacto pela Vida, que visa reduzir os índices de violência em 12% ao ano, esses números só aumentam desde 2014.

Diante desse triste cenário, está claro que a segurança pública não é prioridade para o atual Governo de Pernambuco, o que torna cada vez mais distante o alcance da meta do respectivo programa.

Para a Associação dos Policiais Civis de Pernambuco (ASPOL/PE), a crescente violência é resultado do descaso do Governo com a segurança pública e com as categorias de polícia.

Diego Soares, presidente da ASPOL/PE, argumenta que o Pacto pela Vida continuará sendo falácia enquanto não houver investimento na valorização das polícias, com melhores condições de trabalho, remuneração digna e abertura de novos concursos.

AGRESTE – A violência em Pernambuco assusta em todas as regiões do Estado e em Caruaru, a Capital do Agreste, o número de homicídios supera, em termos proporcionais, ao de muitas capitais. No ABTV segunda edição, hoje à tarde, foi noticiado que na Terra de Vitalino já foram cometidos 141 assassinatos, até este mês de setembro.

Em Garanhuns, principal município do Agreste Meridional, a situação é um pouco melhor. Mesmo assim, até esta primeira semana do mês o Blog Agreste Violento contabilizou 31 homicídios.

É triste a constatação, mas a única coisa que cresceu em Pernambuco, desde que Paulo Câmara assumiu o cargo de governador, foi a violência em geral e o número de mortes violentas. O Pacto pela Vida, infelizmente, parece ter morrido junto com Eduardo Campos.

*A foto reproduzida do Agreste Violento registra um dos muitos crimes de mortes cometidos em Caruaru este ano.


*As informações do primeiro trecho da matéria são da Associação dos Policiais Civis de Pernambuco.

2 comentários:

  1. PARECE????


    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK


    A esquerda sulamericana especificamente a brasileira é tão inteligente, ou melhor, tão genial, que invento maravilhas como o PROTESTO PACÍFICO QUE TERMINA EM VIOLÊNCIA, não contente ainda inventou também a GERRA GENOCIDA PACÍFICA, e de quebra criou a DITADURA COMUNISTA DEMOCRÁTICA!

    VOLTA JUMENTA FALANTA VOLTA, JÁ ESTOU COM SAUDADES DE SEUS DISCURSOS!!

    ResponderExcluir
  2. Eu não tiro o meu chapéu para a violência de jeito nenhum.22 anos na oposição e 24 anos no governo e presenciei de perto muitos tipos de violência e muitas mortes banais por coisas mesquinhas e muitas delas política também.

    Já vi uma hecatombe acontecer em nossa cidade quando três pessoas foram barbaramente assassinadas em praça pública por um pistoleiro por causa de fofocas políticas.

    Vi dois bandidos matarem o marido e esposa no período de um ano de forma covarde e cruel.Outras mortes aconteceram e se fosse contar os casos hoje ultrapassaria mais de 60 pessoas mortas covardemente.Esse é o pior dos problemas que um prefeito pode ter seja ele ou ela quem for em suas cidades.

    Hoje as pessoas matam por causa de dinheiro,de poder,traição,covardia,disputas políticas e até religiosas.Muitas delas fogem ao alcance do prefeito,do governador e do presidente e também das polícias civis e militares.

    As grandes mortes ficaram impunes e muitos praticaram justiças com as próprias mãos.Conheço um caso em que um dos filhos ficou pobre,mas vingou as mortes dos pais.Outros vingaram as mortes dos irmãos e outros pistoleiros vingaram as mortes dos três que foram assinados covardemente.

    Falta de amor,de união, de fé,de Deus nos corações dessas pessoas que vivem no mundo do crime e muitos deles não passam dos 46 anos.

    ResponderExcluir