Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

quinta-feira, 8 de setembro de 2016

CAPOEIRENSES PENAM SEM O BANCO DO BRASIL


Por Junior Almeida

Desde que bandidos explodiram a agência do Banco do Brasil de Capoeiras,  na madrugada de 27 para 28 de agosto (MATÉRIA AQUI), que a população local sofre para resolver seus negócios bancários. 

Aposentados, correntistas e comerciantes penam com deslocamentos para outras cidades, principalmente Garanhuns, e cobram uma solução da questão para os responsáveis pelo banco público.

Na agência local, apenas uma máquina para saldos e extratos está instalada e funcionando. No lugar onde ficavam as máquinas de saques e depósitos,  que foram explodidas, apenas alguns tapumes de madeira. 

Os comerciantes locais têm que se "virar nos trinta" para pagar seus boletos e cobrir seus cheques,  enquanto os aposentados vão para outras cidade receber seu dinheiro e muitas vezes já fazem suas compras onde recebem, enfraquecendo mais ainda o já combalido comércio local.

O resultado do banco fechado além de refletir na queda de arrecadação do comércio, no incômodo do deslocamento de aposentados para outros municípios, acaba por afetar também outro órgão federal que é o Correio. Este,  além dos seus serviços de correspondências e encomendas, tem que executar serviços bancários, mesmo sem ter a estrutura de uma agência como a do Banco do Brasil.

Em Capoeiras, depois que o banco foi roubado, triplicou o movimento da agência dos correios da cidade.

Até o momento não há previsão de quando a agência Capoeiras vai voltar a funcionar. 

Em Lajedo mesmo, faz cerca de seis meses que o banco foi roubado e até agora não reabriu, assim como em Venturosa, que também foi vítima da ação de bandidos há um ano e também está fechada, sendo essa em definitivo. 

A população local clama por uma solução, mas parece que o Banco do Brasil, um dos que mais tem lucros no país, não tem dinheiro para repor as máquinas e consertar os estragos feito pelos bandidos, ou simplesmente não se importa com a população de uma cidade tão pequena como é Capoeiras. 

*Foto do Blog Capoeiras

Nenhum comentário:

Postar um comentário